É importante se planejar antes de iniciar uma pós-graduação stricto sensu. / Foto: Pexels

Profissionais de diferentes áreas têm buscado cada vez mais por cursos de mestrado e doutorado para evoluírem na carreira. Ao contrário do que se pensava há pouco tempo, a pós-graduação stricto sensu não é algo exclusivo para quem deseja se dedicar à área acadêmica, mas também é uma oportunidade de adquirir conhecimentos para se destacar no mercado de trabalho.

Antes de iniciar, é preciso planejamento: entender o quanto tempo é necessário se dedicar às aulas e aos momentos de estudo, avaliar em qual área deseja se qualificar, e compreender o retorno que esse investimento irá trazer para o futuro são alguns passos importantes nesse momento.

Pensando nisso, os professores Rafael Reimann Baptista, do Programas de Pós-Graduação (PPG) em Gerontologia Biomédica e Odontologia; e Luiz Gustavo Leão Fernandes, diretor da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesq) e docente do PPG em Ciência da Computação, destacam cinco pontos para prestar atenção na hora de planejar os estudos.

1. Escolha um curso que faça sentido para você

Antes de mais nada, é importante escolher um curso de mestrado ou doutorado que esteja alinhado a sua expectativa, seja ela aplicar os aprendizados da pós-graduação na sua atuação profissional ou ampliar conhecimentos em uma área diferente da qual você se graduou. A Universidade está com as inscrições abertas até o dia 1° de dezembro para todos os cursos de pós-graduação stricto sensu.

2. Defina a linha de pesquisa do seu trabalho

Para escolher a linha de pesquisa, entenda qual das oferecidas pelo Programa de Pós-graduação do seu interesse mais se relaciona com o tema que deseja estudar. Tendo tomado essa decisão, é importante se certificar de que o professor ou professora por quem deseja ser orientado trabalha dentro de um escopo interessante para sua área de atuação.

“Se possível, verifique se a metodologia utilizada por ele ou por ela é compatível com sua maneira de pesquisar, bem como se as expectativas estão alinhadas ao seu momento atual de vida”, indica o professor Baptista.

3. Entenda o quanto você precisará se dedicar

Quando as ideias estão alinhadas, a relação entre aluno e orientador torna-se prazerosa e produtiva para ambos. / Foto: Pexels

Além do período das aulas, é importante ter em mente que é preciso reservar um tempo para ir além do que é dito pelos professores, realizar os trabalhos das disciplinas e, é claro, para produzir a dissertação, no caso do mestrado, ou a tese, para o doutorado. É importante entender que, conforme o vínculo que o estudante tem com o curso, a exigência no que diz respeito à produção de artigos e à presença em eventos pode variar.

“As mudanças no dia a dia de quem ingressa na pós stricto sensu podem ser maiores ou menores. Porém, é válido manter em mente que essas alterações são apenas durante o período do curso e irão proporcionar aprendizado e crescimento, bem como uma qualificação do currículo e aumento da rede de contatos”, destaca Baptista.

Um bom passo inicial para começar a se planejar é conferir os horários das disciplinas que deseja cursar, avaliando quais ajustes serão necessários na rotina. As grades de horários dos cursos estão disponíveis na página de cada PPG.

4. Estabeleça uma rotina de estudos

Ter definidos dias e horários para estudar é algo que facilita na organização e no gerenciamento do tempo. Algumas ferramentas podem contribuir para isso, como o Trello, para fazer gestão de tarefas e projetos; Doodle para marcar reuniões e orientações; e gerenciadores de referências, como Mendeley e Endnote, que facilitam na hora de aplicar as normas de citações e referências nos trabalhos e para organizar os artigos que serão utilizados na dissertação ou tese.

Estabelecer reuniões periódicas com o orientador ou a orientadora, com prazos de entrega possíveis e bem definidos é essencial para que os alunos consigam encaixar um mestrado ou doutorado na rotina – especialmente aqueles que já estão inseridos no mercado de trabalho.

5. Lembre-se do retorno que essa formação irá trazer

Manter o foco no seu objetivo com essa pós-graduação e pensar nos retornos que alcançá-lo irá trazer pode ser um motivador na hora de se planejar para encaixar um mestrado ou doutorado na rotina. Lembre-se que a realização de um curso stricto sensu, seja mestrado ou doutorado, irá proporcionar um conhecimento mais aprofundado do domínio que você escolheu pesquisar, além de uma maior autonomia e visão mais abrangente.

“Dependendo do seu objetivo, você ainda terá acesso a diversas oportunidades que certamente irão se apresentar durante seu curso, tais como formação de redes de contatos, participação em eventos, acesso ao ecossistema de inovação e empreendedorismo, publicações, acesso a laboratórios de excelência, inserção internacional, entre outras”, destaca o professor Fernandes.

Leia mais

INGRESSE NA PÓS-GRADUAÇÃO DA PUCRS EM 2024

PUCRS conta com a melhor pós-graduação do Brasil, conforme a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). / Foto: Juliana Vencato Oliveira

Está aberto o processo complementar para ingresso no Mestrado e Doutorado da PUCRS ainda em 2024. As inscrições para 13 programas de pós-graduação podem ser realizadas até o dia 25 de fevereiro, exclusivamente de maneira online.  

Uma especialização ao nível de mestrado e doutorado possibilita um aprofundamento de conhecimentos, enquanto transborda suas descobertas para toda a sociedade. Os programas da PUCRS são reconhecidos nacional e internacionalmente pelo seu modelo de ensino flexível, ampliando a formação por meio de parcerias com universidades estrangeiras e um ecossistema que conecta pesquisa com inovação e impacto social – tudo isso em uma das melhores infraestruturas de pesquisa do país. 

Com a melhor pós-graduação do Brasil, segundo a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a PUCRS possui o melhor conceito médio dos mestrados do País pelo Índice Geral de Cursos do Ministério da Educação (MEC). Além disso, os programas contam com professores de excelência, referências em suas áreas de pesquisa. 

INGRESSE NA PÓS-GRADUAÇÃO EM 2024

Ensino flexível e transversal

Atenta às tendências internacionais, a PUCRS adotou uma nova política de composição e aproveitamento de créditos em seus Programas de Pós-Graduação stricto sensu. A política permite que estudantes de mestrado e doutorado utilizem atividades desenvolvidas por eles nas áreas de inovação, impacto social, internacionalização e produção científica como créditos acadêmicos. Essa iniciativa incentiva e valoriza vivências e desenvolvimento de competências durante mestrado e doutorado.

Confira os editais com inscrições abertas

mestrado e doutorado

Foto: Giordano Toldo

Conheça as opções de bolsas e crédito educativo  

Estudantes de mestrado e doutorado poderão concorrer a bolsas das agências de fomento, como da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e também da própria Universidade, por meio do Programa Institucional para Incentivo à Pós-Graduação Stricto Sensu (PRO-Stricto). Para saber mais, acesse o site. Verifique disponibilidade de bolsas, regras e requisitos junto à Secretaria de cada Programa de Pós-Graduação.

Outra facilidade oferecida pela Universidade para cursar mestrado ou doutorado é o Programa de Crédito Educativo da PUCRS (Credpuc). Com essa possibilidade, o estudante recebe um auxílio de 50% do valor das mensalidades, reembolsadas pelo aluno após o término do curso, pelo mesmo período de utilização. Mais informações sobre o Credpuc podem ser obtidas junto ao Setor Financeiro Acadêmico da Universidade pelo telefone (51) 3320-3588 ou pelo e-mail [email protected].

Leia também:

INGRESSE NA PÓS-GRADUAÇÃO EM 2024

É importante se planejar antes de iniciar uma pós-graduação stricto sensu. / Foto: Pexels

Profissionais de diferentes áreas têm buscado cada vez mais por cursos de mestrado e doutorado para evoluírem na carreira. Ao contrário do que se pensava há pouco tempo, a pós-graduação stricto sensu não é algo exclusivo para quem deseja se dedicar à área acadêmica, mas também é uma oportunidade de adquirir conhecimentos para se destacar no mercado de trabalho.

Antes de iniciar, é preciso planejamento: entender o quanto tempo é necessário se dedicar às aulas e aos momentos de estudo, avaliar em qual área deseja se qualificar, e compreender o retorno que esse investimento irá trazer para o futuro são alguns passos importantes nesse momento.

Pensando nisso, os professores Rafael Reimann Baptista, do Programas de Pós-Graduação (PPG) em Gerontologia Biomédica e Odontologia; e Luiz Gustavo Leão Fernandes, diretor da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesq) e docente do PPG em Ciência da Computação, destacam cinco pontos para prestar atenção na hora de planejar os estudos.

1. Escolha um curso que faça sentido para você

Antes de mais nada, é importante escolher um curso de mestrado ou doutorado que esteja alinhado a sua expectativa, seja ela aplicar os aprendizados da pós-graduação na sua atuação profissional ou ampliar conhecimentos em uma área diferente da qual você se graduou. A Universidade está com as inscrições abertas até o dia 1° de dezembro para todos os cursos de pós-graduação stricto sensu.

2. Defina a linha de pesquisa do seu trabalho

Para escolher a linha de pesquisa, entenda qual das oferecidas pelo Programa de Pós-graduação do seu interesse mais se relaciona com o tema que deseja estudar. Tendo tomado essa decisão, é importante se certificar de que o professor ou professora por quem deseja ser orientado trabalha dentro de um escopo interessante para sua área de atuação.

“Se possível, verifique se a metodologia utilizada por ele ou por ela é compatível com sua maneira de pesquisar, bem como se as expectativas estão alinhadas ao seu momento atual de vida”, indica o professor Baptista.

3. Entenda o quanto você precisará se dedicar

Quando as ideias estão alinhadas, a relação entre aluno e orientador torna-se prazerosa e produtiva para ambos. / Foto: Pexels

Além do período das aulas, é importante ter em mente que é preciso reservar um tempo para ir além do que é dito pelos professores, realizar os trabalhos das disciplinas e, é claro, para produzir a dissertação, no caso do mestrado, ou a tese, para o doutorado. É importante entender que, conforme o vínculo que o estudante tem com o curso, a exigência no que diz respeito à produção de artigos e à presença em eventos pode variar.

“As mudanças no dia a dia de quem ingressa na pós stricto sensu podem ser maiores ou menores. Porém, é válido manter em mente que essas alterações são apenas durante o período do curso e irão proporcionar aprendizado e crescimento, bem como uma qualificação do currículo e aumento da rede de contatos”, destaca Baptista.

Um bom passo inicial para começar a se planejar é conferir os horários das disciplinas que deseja cursar, avaliando quais ajustes serão necessários na rotina. As grades de horários dos cursos estão disponíveis na página de cada PPG.

4. Estabeleça uma rotina de estudos

Ter definidos dias e horários para estudar é algo que facilita na organização e no gerenciamento do tempo. Algumas ferramentas podem contribuir para isso, como o Trello, para fazer gestão de tarefas e projetos; Doodle para marcar reuniões e orientações; e gerenciadores de referências, como Mendeley e Endnote, que facilitam na hora de aplicar as normas de citações e referências nos trabalhos e para organizar os artigos que serão utilizados na dissertação ou tese.

Estabelecer reuniões periódicas com o orientador ou a orientadora, com prazos de entrega possíveis e bem definidos é essencial para que os alunos consigam encaixar um mestrado ou doutorado na rotina – especialmente aqueles que já estão inseridos no mercado de trabalho.

5. Lembre-se do retorno que essa formação irá trazer

Manter o foco no seu objetivo com essa pós-graduação e pensar nos retornos que alcançá-lo irá trazer pode ser um motivador na hora de se planejar para encaixar um mestrado ou doutorado na rotina. Lembre-se que a realização de um curso stricto sensu, seja mestrado ou doutorado, irá proporcionar um conhecimento mais aprofundado do domínio que você escolheu pesquisar, além de uma maior autonomia e visão mais abrangente.

“Dependendo do seu objetivo, você ainda terá acesso a diversas oportunidades que certamente irão se apresentar durante seu curso, tais como formação de redes de contatos, participação em eventos, acesso ao ecossistema de inovação e empreendedorismo, publicações, acesso a laboratórios de excelência, inserção internacional, entre outras”, destaca o professor Fernandes.

Leia mais

INGRESSE NA PÓS-GRADUAÇÃO DA PUCRS EM 2024

prova de proficiência, falar outro idioma para ingressar no mestrado, pós-graduação

Objetivo do teste é identificar se o candidato compreende a língua indicada no momento da inscrição. / Foto: Giordano Toldo

Uma das grandes dúvidas de quem está se preparando para ingressar no mestrado ou doutorado é entender o quanto a fluência em um segundo idioma é importante para o processo seletivo. Embora seja fundamental possuir um conhecimento consistente em outra língua, ser fluente não é uma exigência. Alguns cursos pedem que o/a candidato/a indique um idioma (ou até mesmo dois, no caso de doutorado) com o qual tem mais afinidade.

Nesses processos, uma das etapas da seleção consiste em uma prova de proficiência – essa, sim, uma obrigatoriedade para entrada nos cursos de pós-graduação stricto sensu.

No teste, o/a candidato/a deverá ler um texto no idioma escolhido e responder, em português, perguntas sobre o sentido contextual de palavras e expressões, formas verbais, pronominais e outros elementos; ou ainda, a fazer um resumo do texto, também em português. Durante a realização do exame, é permitido consultar dicionários e/ou gramáticas.

Saiba mais: Como funciona o processo seletivo para mestrado e doutorado

Para ser considerado proficiente, é preciso ter desempenho igual ou superior a 70% da prova. Mas não é preciso comprovar fluência nesse idioma: o objetivo do teste é identificar se o candidato compreende a língua indicada no momento da inscrição.

Na PUCRS, o Departamento de Letras da Escola de Humanidades é responsável pelos exames de proficiência, organizando, aplicando e avaliando as provas de Proficiência em Língua estrangeira para os alunos dos cursos de pós-graduação nas línguas alemã, espanhola, inglesa, francesa, italiana e portuguesa.

A Universidade possibilita que os/as ingressantes nos cursos de pós-graduação realizem a prova gratuitamente até o final do primeiro ano (para os PPGs que aceitam essa opção, pois alguns programas exigem que o candidato realize a prova antes de se matricular). Porém, se você já realizou um teste em outra instituição recentemente, poderá utilizá-lo. Para isso, é importante consultar se o exame é aceito pela PUCRS.

Para saber se o Programa de Pós-Graduação de sua escolha exige essa prova, confira o edital, disponível no site do PPG. Mais informações sobre os exames de proficiência oferecido pela PUCRS estão disponíveis aqui.

Mestrado e doutorado com inscrições abertas

Interessados em iniciar uma pós-graduação stricto sensu podem se inscrever para ingressar na PUCRS em 2024. A Universidade está com processo seletivo aberto para programas de mestrado e doutorado em diferentes áreas, como Ciências Sociais, Ciência da Computação, Economia, Medicina, Odontologia, História e Letras. As inscrições podem ser realizadas até o dia 1º de dezembro.

Com a melhor pós-graduação do Brasil, conforme a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a PUCRS possui o melhor conceito médio dos mestrados do País pelo Índice Geral de Cursos do Ministério da Educação (MEC). Os programas, reconhecidos nacional e internacionalmente, contam com professores de excelência e uma estrutura completa que valoriza e incentiva a pesquisa e o conhecimento científico.

Leia também:

inscreva-se na pós-graduação da pucrs

g-pg

Foto: Giordano Toldo

Dar o primeiro passo para a pós ainda durante a graduação pode ter muitas vantagens. Com o G-PG, alunos e alunas da PUCRS que já tenham completado 50% ou mais dos créditos do seu curso têm essa possibilidade. As inscrições para o segundo semestre de 2023 já estão abertas e a lista das disciplinas disponíveis pode ser conferida no site do programa. 

Se você se enquadra nos critérios citados acima, confira alguns motivos para se inscrever no G-PG até o dia 11 de agosto de 2023 e antecipar disciplinas de mestrado e doutorado: 

  1. Vivencie a rotina da pós-graduação stricto sensu: você poderá ter essa experiência e entender como funcionam cursos de mestrado e doutorado.
  2. Antecipe sua formação: os créditos da disciplina que você cursar serão aproveitados tanto na graduação quanto na pós, caso você opte por ingressar no PPG após se formar.
  3. Aprenda com professores e pesquisadores renomados: o corpo docente dos programas de pós-graduação da PUCRS é qualificado, contando com nomes reconhecidos no Brasil e no mundo.
  4. Se conecte com temas atuais e amplie seus conhecimentos: você terá contato com diferentes pessoas que pesquisam sobre os mais diversos assuntos, o que possibilita um amplo aprendizado.
  5. Se aproxime da pesquisa científica: se você tem interesse em trabalhar com pesquisa ou em atuar na área acadêmica, vivenciar esse universo antes mesmo de concluir a graduação é uma ótima maneira de fazer contatos e conhecer processos e rotinas. 

Fique atento às datas

Data Etapas
12 de julho a 11 de agosto de 2023 ‣ Pré-inscrição dos alunos de graduação no Programa G-PG junto à secretaria do PPG.
‣ Análise dos pedidos de pré-inscrição dos alunos pela CRA.
‣ Análise dos pedidos de pré-inscrição dos alunos pelo PPG.
Em tempo real ‣ PPG informa o resultado da pré-inscrição aos alunos.
7 a 11 de agosto de 2023 ‣ Aluno da Graduação faz matrícula na disciplina de Pós-Graduação (período da Graduação).
Dezembro de 2023 ‣ PPG envia as atas das disciplinas à CRA para registros.

Não se esqueça de reservar horários na sua grade para as disciplinas da pós-graduação de forma que elas não se sobreponham com as disciplinas da Graduação. Para esclarecer dúvidas ou obter mais informações, entre em contato com o PPG da disciplina que você tem interesse.

mestrado e doutorado, ensino, pós-graduação, estudante

Para quem deseja iniciar sua pós-graduação em 2023, há programas com editais abertos / Foto: iStock

Ao ingressar nos Programas de Pós-Graduação da PUCRS, estudantes de mestrado e doutorado passam a integrar uma das melhores estruturas de pesquisa do Brasil, com docentes reconhecidos pelo alto padrão de investigação científica. Reconhecida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) por sua excelência, a formação stricto sensu possibilita a internacionalização e o desenvolvimento de pesquisas conectadas com temas atuais e tendências para o futuro em todas as áreas do conhecimento.   

Para ampliar essa experiência o diretor de Pós-Graduação da PUCRS Luiz Gustavo Fernandes e a assessora de Projetos Internacionais e Monica Vianna, reuniram algumas dicas sobre como ter uma pós-graduação da PUCRS. Confira:

1. Formação transversal e interdisciplinar

Quem ingressa na PUCRS pode se matricular em disciplinas compartilhadas entre diferentes programas de pós-graduação stricto sensu. Isso favorece a interação com colegas, docentes, pesquisadores e pesquisadoras de outras áreas de conhecimento, tornando a formação mais abrangente e interdisciplinar. Além disso, estudantes podem cursar disciplinas oferecidas de forma remota por instituições internacionais parceiras da PUCRS. E, na própria Universidade, cursar disciplinas oferecidas em língua inglesa, ampliando não só seus conhecimentos, mas também suas habilidades para futuras atividades de internacionalização. 

2. Experiências internacionais

Para quem deseja desenvolver parte de seus projetos de pesquisa em instituições no exterior, a PUCRS oferece editais para bolsas de doutorado sanduíche e capacitação através do PUCRS-PrInt. Além de ampliar as atividades de pesquisa, é possível adicionalmente desenvolver projetos com co-tutela de pesquisadores e pesquisadoras no exterior e obter dupla-titulação. Como parte do estímulo à preparação para estas experiências, a PUCRS oferece cursos preparatórios para provas de proficiência com preços reduzidos para estudantes de pós-graduação. 

3. Inserção social

No decorrer dos cursos stricto sensu, quem ingressa na PUCRS têm a oportunidade de se envolver com ações focadas na inserção social, aproximando a formação de algumas das principais demandas da sociedade moderna em áreas como Ensino, Saúde, Meio Ambiente e Tecnologia.  

4. Empreendedorismo e ecossistema de inovação

A transferência de conhecimento para a sociedade é um requisito cada vez mais presente na formação acadêmica de mestrado e doutorado. Nos programas de pós-graduação da PUCRS, os alunos e alunas têm a sua disposição todo o ecossistema de inovação do Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc), onde podem transformar suas pesquisas em benefícios para a sociedade. O ambiente do Tecnopuc também fornece ferramentas e o apoio necessário para o desenvolvimento de uma cultura de empreendedorismo e estímulo à inovação. 

5. Envolvimento em projetos de P&D

No ambiente da pós-graduação, orientadores estão constantemente captando projetos de pesquisa e desenvolvimento dentro dos quais estudantes desenvolvem suas dissertações de mestrado e teses de doutorado. Esses projetos são financiados pelos mais diversos parceiros (governamentais e da iniciativa privada, nacionais e internacionais) e possibilitam ao/à aluno/a o entendimento de como sua pesquisa pode ser utilizada em problemas reais, em muitos casos chegando até a etapa de transferência do conhecimento gerado para o mercado. 

Leia também: Mestrado e doutorado: nova oportunidade de ingresso em 2023

Nova política de créditos educativos da PUCRS está alinhada com as tendências internacionais e exigências contemporâneas/ Foto: Bruno Todeschini

Atenta às tendências internacionais e exigências contemporâneas, a PUCRS continua com as mudanças na sua política de composição e aproveitamento de créditos em seus 20 Programas de Pós-Graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) para 2023/2. A política permite que estudantes de mestrado e doutorado utilizem atividades desenvolvidas por eles nas áreas de inovação, impacto social, internacionalização e produção científica como créditos acadêmicos.  

As atividades precisam ser realizadas ao longo do curso e o aluno deve justificar sua solicitação à comissão coordenadora do programa, com a concordância do seu orientador. A análise, por parte da comissão, será realizada a partir de critérios definidos e aprovados pelo colegiado da Escola, que consideram, sobretudo, se as atividades enriquecem a formação do/a estudante.  

Esta mudança moderniza os currículos e qualifica a formação dos egressos do stricto sensu da PUCRS, é o que afirma Carlos Eduardo Lobo e Silva, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da PUCRS.   

“Os cursos no Brasil são excessivamente centrados em sala de aula. Esta política permite complementar e enriquecer a formação dos mestrandos e doutorandos, valorizando experiências complementares que vão ao encontro de uma formação integral e de excelência seja para quem opta pela carreira acadêmica e científica como também para quem almeja aprofundamento e qualificação da sua carreira profissional, destaca.  

Todos os cursos de Pós-Graduação da PUCRS com inscrições abertas neste semestre contam com essa política de créditos. Confira: 

Leia também: Mestrado e doutorado: inscrições abertas para a melhor pós-graduação do Brasil

Pesquisa direito penal

Pesquisa propõe o desenvolvimento de um Direito Penal do Cuidado.

A empatia é descrita como a capacidade das pessoas se colocarem no lugar das outras, sentir o que o outro está sentindo ou conseguir entender através de outras perspectivas. Já a compaixão é o desejo de diminuir o sofrimento do outro, ou seja, se motivar e agir para aliviar alguma situação negativa que esteja acontecendo com o próximo. Essas atitudes capazes de enriquecer as relações e as experiências afetivas em sociedade, são historicamente assuntos estudados pela Filosofia e pela Psicologia, porém mais recentemente o professor e pesquisador da Escola de Direito da PUCRS Fabio Roberto D’Avila vem desenvolvendo estudos inéditos que unem as duas características com Direito Penal.

Com sua pesquisa intitulada Empatia e Compaixão no Direito Penal: Estudos a Partir da Neurociência Cognitiva do Fundamento Onto-antropológico do Direito Penal, o docente apresenta descobertas da neurociência cognitiva sobre as noções de empatia e compaixão para buscar desdobramentos para o direito penal nos processos de conformação do crime e da pena.

Para o pesquisador, os grandes problemas penais da atualidade precisam da compreensão que o Direito não é apenas um instrumento, mas também, um legado de direitos e garantias que conformam um dado estado civilizacional. Com isso, a pesquisa conduzida no Grupo de Pesquisa em Direito Penal Contemporâneo do Programa de Pós-Graduação em Ciências Criminais da PUCRS parte do fundamento onto-ontropológico, que recoloca o ser-pessoa no centro do entendimento jurídico-penal e propõe o desenvolvimento de um Direito Penal do Cuidado.

Empatia e Compaixão no Direito Penal

As primeiras investigações neurocientíficas sobre empatia e compaixão foram imediatamente associadas aos campos da economia, saúde, educação e não ao Direito ou ao Direito Penal. Porém, conforme explica o docente, os pontos em contato que unem os estudos de neurociência cognitiva e Direito Penal estão nas resoluções sobre a condição humana e a forma como as pessoas se veem e se relacionam em sociedade.

D’Avila complementa que, enquanto os estudos de neurociência cognitiva se debruçam sobre o comportamento humano, sobre a forma de pensar e agir, o Direito Penal formula proposições e respostas a partir justamente de uma dada compreensão do ser do humano e da sua expressão em comunidade. Desta forma, a empatia e a compaixão surgem como elementos-chave para uma melhor compreensão do ser de estar no mundo e, com ela, de toda uma série de possíveis desdobramentos que afetam diretamente o Sistema de Justiça Penal.

Com isso, a pesquisa desenvolvida na PUCRS parte de descobertas da neurociência cognitiva na abordagem sobre a presença do outro na vivência individual e comunitária, tanto o fenômeno do contágio emocional, quanto as comprovações que afirmam a importância da empatia e da compaixão nas relações sociais. Essas noções foram ponto de partida para o desenvolvimento dos estudos que unem o fenômeno empático com a perspectiva do Direito e do Direito Penal.

Primeiramente, conforme apresentado na pesquisa, entender a empatia e compaixão permite uma nova visão, outra concretude e densidade a toda uma forma de compreender a presença humana no mundo. Entendimento que comprova o esgotamento de determinados modelos explicativos da condição comunitária e reivindica a ascensão de um novo Modelo de Pessoa (Menschenbild).

“Seria um Modelo de Pessoa já não mais centrado em interesses individuais, mas construído a partir de um outro que também sou eu, a inaugurar novos olhares sobre a nossa condição humana em sociedade. Ou seja, um necessário e definitivo passo no caminho de uma melhor compreensão da nossa existência e do sentido que essa existência reclama”, complementa.

Outra conclusão apresentada no estudo explica que a forma pela qual as respostas empáticas do cérebro são moduladas, a denotar defeitos de empatia, lança luz sobre dimensões invisíveis do Direito. Desta forma, o tema se destaca de forma relevante sobre grandes campos da juridicidade penal, como ao processo penal, ao direito penal material, à atuação policial e à questão penitenciária. Conforme explica o professor, em todos estes campos, observa-se pontos especialmente sensíveis a fatores inibidores da resposta empática, a colocar riscos relevantes ao bom funcionamento do Sistema de Justiça Penal.

Ciências Criminais na PUCRS

O Programa de Mestrado e Doutorado em Ciências Criminais vem se distinguindo, desde a criação do Mestrado em 1997, por inovar profundamente na abordagem dos problemas relacionados ao sistema penal e à violência em sentido amplo. Mais recentemente o curso foi reconhecido pela nota 5 na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Interessados em iniciar uma pós-graduação stricto sensu já podem se inscrever para ingressar na PUCRS em 2023. O processo seletivo está aberto para 20 programas de mestrado e doutorado em diferentes áreas, até o dia 2 de dezembro. mundo precisa de você em uma das melhores Universidades da América Latina, inscrições abertas para 2023/1, acesse.

odontologia, PPGO

Mestrado e doutorado em Odontologia geram oportunidades de inserção em diversos mercados / Foto: iStock

A qualificação por meio da realização de mestrado ou doutorado é uma das principais formas de adquirir conhecimentos especializados para quem deseja atuar na área de Odontologia. A pós-graduação stricto sensu também gera oportunidades de inserção em ambientes de inovação, pesquisa e internacionalização.

Estudantes do Programa de Pós-Graduação em Odontologia da PUCRS (PPGO) têm a oportunidade de desenvolver pesquisas em duas áreas de concentração: Clínica Odontológica e Biologia e Reabilitação Orofacial.

Os alunos e alunas ainda contam com a possibilidade de realizar projetos em diferentes linhas de pesquisa: (1) Biomecânica, Dor e Disfunção Orofacial; (2) Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Ortodontia e Ortopedia Facial: Diagnóstico e Terapêutica; (3) Endodontia e Periodontia: Etiopatogênese e Tratamento das Doenças Periodontais e Periapicais; (4) Enfermidades orofaciais: da criança ao idoso; (5) Estomatologia: Estudos Clínicos, Imunológicos e Anatomopatológicos; (6) Materiais Odontológicos, Biomateriais e Engenharia Tecidual; (7) Odontologia Restauradora: Dentística, Prótese Dentária e Implantodontia; (8) Qualidade de Vida e Aspectos Biopsicossociais das Enfermidades Orofaciais.

A qualificação por meio da pós-graduação também gera oportunidades de inserção em diversos mercados. O egresso do PPGO possui qualificação para atuar em universidades, institutos de pesquisa, associações de especialidades, indústrias aplicadas ao desenvolvimento de materiais dentários e biomateriais, entre outros. Para quem atua em consultórios, clínicas e hospitais é uma oportunidade de expandir os conhecimentos, desenvolvendo pesquisas para responder a problemas clínicos em saúde oral.

“Os conhecimentos adquiridos durante o mestrado e doutorado permitem ao estudante desenvolver respostas reais a vários problemas relevantes em saúde, que vão desde a criação de novos materiais e protótipos até a prevenção e diagnóstico do câncer de boca. Além disso, também podem auxiliar na busca de soluções para corrigir deformidades faciais, além da investigação da relação entre infecções orais e doenças metabólicas, apenas para citar alguns exemplos, destaca a professora Maria Martha Campos, coordenadora do PPGO.

Com nota 5 na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o Programa de Pós-Graduação em Odontologia da PUCRS está com inscrições abertas até o dia 11 de julho para ingresso no mestrado ou doutorado.

Odontologia, novos equipamentos

PPGO alia qualificação técnica e pessoal / Foto: Bruno Todeschini

Estudos estimulam a qualificação técnica e pessoal

Além do acesso ao conhecimento avançado na área de Odontologia, estudantes do PPGO também aprimoram habilidades como redação científica, espírito crítico, conhecimento das políticas de pesquisa, multidisciplinaridade e inserção em Odontologia digital.

“Buscamos aprofundar os conhecimentos relacionados à prática odontológica e estimular o desenvolvimento de habilidades pessoais, incluindo adaptabilidade, para que os estudantes estejam capacitados a encontrar respostas rápidas a problemas de saúde relevantes à sociedade, como a pandemia que vivenciamos”, comenta a professora Maria Martha.

Leia também: Projeto testa alternativas para proteger profissionais da Odontologia durante pandemia

Matricule-se no mestrado ou doutorado até 11 de julho

Com a melhor pós-graduação do Brasil segundo a Avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)a PUCRS recebe inscrições para mais de 20 programas de Pós-Graduação stricto sensu até esta sexta-feira, dia 29 de outubro. Reconhecidos nacional e internacionalmente pela excelência, os Programas de Pós-Graduação da Universidade contam com um currículo constantemente atualizado e uma estrutura completa de estudo e pesquisa, além de um corpo docente qualificado.   

Quem procura uma formação mais aprofundada, que gera produção de conhecimento científico original com impacto e relevância para o desenvolvimento da sociedade encontra na PUCRS cursos em todas as áreas do conhecimento, com linhas de pesquisa conectadas com as principais tendências internacionais. Tudo para que você tenha contato com temas inovadores e de grande impacto social, ajudando a fazer o futuro por meio do estudo e do conhecimento. 

O que eu preciso fazer para me inscrever no processo seletivo? 

A primeira coisa que você precisa fazer após decidir se inscrever para um curso de mestrado ou doutorado é ler o edital do programa de Pós-Graduação de seu interesse (confira a lista abaixo), o qual pode ser encontrado acessando o site Estude na PUCRS. Nesse documento, você encontra todas as informações necessárias sobre o processo seletivo, como os prazos, as etapas e os critérios. 

Outro item importante para se candidatar a uma vaga na pós-graduação é o Currículo Lattes. Caso você ainda não tenha um, confira o passo a passo que fizemos explicando como criar o seu 

É normal ter dúvidas na hora de se inscrever para um curso de mestrado ou doutorado. Para simplificar esse momento importante de tomada de decisão, confira alguns conteúdos que preparamos e, se necessário, entre em contato com a secretaria do Programa de Pós-Graduação: 

Oportunidades de financiamento e internacionalização 

Biblioteca, livros

Foto: StockSnap/pixabay.com

Todos os programas de pós-graduação contam com a oferta de bolsas da Capes, do CNPq e da própria Universidade, por meio do Programa Institucional para Incentivo à Pós-Graduação Stricto Sensu (PRO-Stricto). Para saber mais, acesse o site Estude na PUCRS > Informações Financeiras. 

Outra facilidade oferecida pela Universidade para cursar mestrado ou doutorado é o Programa de Crédito Educativo da PUCRS (Credpuc). Com essa possibilidade, o estudante recebe um auxílio de 50% do valor das mensalidades, que são reembolsadas pelo aluno após o término do curso, pelo mesmo período de utilização. Mais informações sobre o Credpuc podem ser obtidas junto o Setor Financeiro Acadêmico da Universidade pelo telefone (51) 3320-3588 ou pelo e-mail [email protected] 

Além disso, estudantes que queiram internacionalizar a formação poderão aproveitar as oportunidades do Projeto Institucional de Internacionalização (PUCRS-PrInt), que oferece bolsas de doutorado sanduíche no exterior e outras possibilidades de mobilidade discente durante o curso.   

Conheça os Programas de Pós-graduação com inscrições abertas 

Escolha seu curso e inscreva-se