Programa de Pós-Graduação em

Educação

Conceito CAPES – 6

O Programa de Pós-Graduação em educação da PUCRS (PPGEdu) foi criado em 1972, e tem contribuído para a formação de especialistas e pesquisadores em Educação que atuam em diversos setores da sociedade. O PPGEdu oferece os cursos de Mestrado e Doutorado.

O Programa conta com 14 docentes permanentes e 03 professores colaboradores, atende em torno de 110 estudantes. Quanto às estruturas de pesquisa conta com 02 Centros de Pesquisa: Centro de Ensino e Pesquisa em Contextos e Processos da Educação Básica (CEB) – nesse Centro está incluído o núcleo de pesquisa: o Núcleo de Estudos e Pesquisa Infância(s) e Educação Infantil (NEPIEI). Além desse Centro, o PPGEdu possui o Centro de Estudos em Educação Superior (CEES).

As linhas de pesquisa que compõem o Programa envolvem as seguintes dimensões: Formação, Políticas e Práticas em Educação; Pessoa e Educação; Teorias e Culturas em Educação; Educação em Ciências e Matemática.

O Programa possui dois Periódicos Científicos e um Boletim Acadêmico. São eles:
a Revista Educação Qualis A1 e a Revista Por Escrito Qualis A4. O Boletim Acadêmico é editado pelos estudantes.

O PPGEdu é um dos oito Programas de Excelência no país, avaliado com nota 6 pela Capes.

Início das aulas: 12 de agosto de 2024

Duração mestrado: 12 a 30 meses

Duração doutorado: 24 a 54 meses

E-mail: [email protected]

Telefone: (51) 3320-3620

Compartilhe este curso

Objetivos

Geral
O Programa de Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul tem como objetivo geral formar pesquisadores de alto nível em Educação, contribuindo para a compreensão crítica da realidade educacional e a melhoria da qualidade do ensino no Brasil.

Específicos
1) contribuir para o desenvolvimento da pesquisa e da produção de conhecimento científico no campo da Educação;
2) formar profissionais qualificados para atuação no âmbito da docência, das políticas públicas e da pesquisa em Educação;
3) oferecer um ambiente intelectual estimulante para o aprimoramento dos seus docentes e discentes, por meio da promoção de eventos científicos e oportunidade de intercâmbios em âmbito nacional e internacional;
4) estabelecer e consolidar a interlocução acadêmica qualificada com instituições no Brasil e no exterior através de intercâmbio de alunos e professores;
5) planejar recursos e gerir pessoas dentro dos parâmetros da Capes e do Ministério da Educação para o desenvolvimento e a internacionalização da ciência e da produção de conhecimento na área da Educação.

Escopo

O Programa de Pós-Graduação em educação da PUCRS (PPGEdu) foi criado em 1972, e tem contribuído para a formação de especialistas e pesquisadores em Educação que atuam em diversos setores da sociedade. O PPGEdu oferece os cursos de Mestrado e Doutorado.

O Programa conta com 14 docentes permanentes e 03 professores colaboradores, atende em torno de 110 estudantes. Quanto às estruturas de pesquisa conta com 02 Centros de Pesquisa: Centro de Ensino e Pesquisa em Contextos e Processos da Educação Básica (CEB) – nesse Centro está incluído o núcleo de pesquisa: o Núcleo de Estudos e Pesquisa Infância(s) e Educação Infantil (NEPIEI). Além desse Centro, o PPGEdu possui o Centro de Estudos em Educação Superior (CEES).

O Programa possui dois Periódicos Científicos e um Boletim Acadêmico. São eles:
a Revista Educação e a Revista Por Escrito e o Boletim Acadêmico editado pelos alunos.

O PPGEDU é considerado um Programa de excelência, avaliado com nota 6 dentro de um ranking de 1 a 7, pela agência do Ministério da Educação que regula toda a Pós-Graduação do País, a CAPES. O Programa integra uma universidade de alto perfil de pesquisa e de reconhecida relevância acadêmica. A PUCRS está entre as 800 melhores universidades do mundo, segundo Ranking THE – Times Higher Education. Dentre as universidades brasileiras, a PUCRS está colocada na 10ª posição, sendo a 2ª melhor instituição de ensino superior privada.

Crédito e Prazo para Defesa

Mestrado: 18 créditos
Mestrado: mínimo de 12 e máximo de 30 meses

Doutorado: 30 créditos
Doutorado: mínimo de 24 e máximo de 54 meses

Processo Seletivo

O processo de seleção é anual e ocorre entre os meses de setembro e dezembro para ingresso em março do ano seguinte. A seleção é normatizada por edital, divulgado na página do Programa, explicitando cada etapa do processo e respectivos prazos.

Para acesso ao Edital de Seleção para Mestrado e Doutorado – Clique aqui

Programa G-PG

Programa de Integração da Graduação com a Pós: você aproveita seus créditos eletivos para cursar disciplinas de mestrado e doutorado, com o mesmo valor da Graduação.

Documentos necessários:

  • Requisitos – Resolução PUCRS
  • Formulário de pré-inscrição
  • Atestado de matrícula na Graduação
  • Histórico tipo zero (Portal do aluno/ Sou Aluno)
Programa G+1

Por meio do G+1, o (a) estudante que deseja seguir na área acadêmica pode viver a experiência no mestrado durante a graduação. Para isso, ele (a) precisa ter cursado, pelo menos, 50% da graduação e participar do processo seletivo do Programa de Pós-Graduação de interesse.

Aluno Especial

O Aluno Especial pode matricula-se no Programa de Pós-Graduação em Educação, em disciplinas isoladas e deve cumprir todos os requisitos de avaliação e frequência para a aprovação.

O aluno especial poderá, solicitar o aproveitamento dos créditos cursados quando se efetivar como aluno regular (conforme legislação vigente), e sob a avaliação da Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação.

Documentos necessários para matrícula:

  • Formulário de Cadastro (arquivo com o formulário)
  • Cópia do Diploma de Graduação e/ou Mestrado;
  • Cópia da Carteira de Identidade e CPF;
  • Currículo Lattes com foto (resumido dos últimos 2 anos).
Pós-Doutorado

Documentação para Candidatura ao Estágio Pós Doutoral no PPGEDU/PUCRS

Para a solicitação do Estágio:

  • Carta do candidato à Comissão Coordenadora do PPGEDU solicitando estágio de Pós-Doutoramento no Programa, definindo o prazo e o período de duração do estágio;
  • CV Lattes (últimos 5 anos) – com destaque para publicações;
  • Plano de Trabalho do estágio (com cronograma);
  • Anuência do(a) professor(a) supervisor/a do PPGEDU (professor permanente do PPG).
  • Educação em Ciências e Matemática (ECM)

    Estuda o ensino e a aprendizagem em Ciências e Matemática em diferentes espaços formativos, utilizando contribuições teóricas e metodológicas relacionadas à educação pela pesquisa; epistemologicamente vinculada ao domínio da linguagem, à inter e à transdisciplinaridade – à ciência e a natureza do ser e aos processos de modelagem em Ciências e Matemática, associados a formação inicial e continuada de professores, na Educação Básica e na Educação Superior. Abrange pesquisas que envolvem o desenvolvimento científico e tecnológico, a alfabetização científica e a popularização das Ciências e da Matemática em espaços formais e não formais da educação.

  • Formação, Políticas e Práticas em Educação (FOPPE)

    Investiga a educação e os processos educacionais em diferentes espaços formativos, nas perspectivas sociopolíticas, históricas e culturais, visando a uma análise crítica de políticas, práticas de formação e planejamento educacional em diferentes contextos. Estuda a prática pedagógica nos diversos graus e modalidades de ensino, proporcionando elementos para tomada de decisões relativas às transformações na sociedade e no processo educativo.

  • Pessoa e Educação (PE)

    Estuda a educação como um processo amplo implicado no desenvolvimento, formação e autoformação da pessoa, destacando seus entrelaçamentos com a saúde e o bem estar. Acolhe estudos e pesquisas interdisciplinares que potencializam a dimensão pedagógica da experiência humana em suas interações com os aspectos biológicos, psicossociais, biográficos, culturais dos sujeitos e das subjetividades na sociedade contemporânea.

  • Teorias e Culturas em Educação (TCE)

    Estuda, desde uma visão analítica e crítica, entrelaçamentos da antropologia, história, filosofia, sociologia com a educação, problematizando condicionantes políticos e culturais na esfera educativa. Articula estudos e pesquisas de cunho teórico e empírico visando à reflexão sobre os fundamentos da experiência humana, da educação bem como diferentes abordagens de formação.

  • A Educação Especial e os Processos Inclusivos

    Código 19134-03 | 45 horas-aula

    Estudos sobre a Educação Especial e análise dos processos inclusivos, especialmente, a intervenção precoce na infância. Análise do desenvolvimento e da aprendizagem de crianças com deficiências, do nascimento aos três anos de idade e o cuidado como princípio constitutivo das relações humanas. A família, a escola de Educação Infantil e a comunidade como contextos de desenvolvimento relevantes para a intervenção precoce.

  • Análise de Conteúdo

    Código 41487-03 | 45 horas-aula

    A disciplina se propõe ao estudo teórico/prático da metodologia de Análise de Conteúdo como possiblidade para os procedimentos de análise nas pesquisas qualitativas desenvolvidas em nível de Mestrado e Doutorado. Na perspectiva de Bardin, a disciplina de análise de conteúdo aborda o conjunto de técnicas de análise (pré-análise, exploração do material e tratamento dos resultados) que utilizados sistematicamente possibilitam a interpretação dos objetos de estudo e a produção de conhecimentos.

  • Análise Textual Discursiva: um método de Análise para pesquisa em Educação

    Código 9141F-03 | 45 horas-aula

    Estudo de Paradigmas e fundamentos teóricos que subjazem à Análise Textual Discursiva (ATD). Caracterização das etapas que constituem a ATD, acompanhado de reflexão sobre coleta, organização, descrição e interpretação de dados. Detalhamento das formas de operacionalizar a análise. Aplicação dos pressupostos e etapas estudadas em exercícios práticos. Leitura, crítica e avaliação de análises realizadas e disponibilizadas à comunidade acadêmica.

  • Biopol. do Corpo: Entre A Hist. da Sexual. e A Herm. do Suj.

    Código 1918M-02 | 30 horas-aula

    O corpo como objeto do currículo a partir de uma abordagem biopolítica e das relações de poder-saber e verdade. Michel Foucault entre as fases genealógica e ética: da História da Sexualidade à Hermenêutica do Sujeito.

  • Currículo e Crítica: Teoria, Discurso e Biopolítica

    Código 191AT-03 | 45 horas-aula

    O currículo como objeto e multiplicidade discursiva no interior do campo dos estudos curriculares. O currículo como dispositivo biopolítico entre as teorias críticas e pós-críticas.

  • Currículo e Diferença: Experiência e Formação Docente

    Código 191E4-03 | 45 horas-aula

    O currículo na perspectiva da Filosofia da Diferença e o campo da formação docente atravessado pelos conceitos de experimentação e experiência em Gilles Deleuze. Aporte de conceitos deleuzo-guattarianos para pensar a educação no âmbito da formação de professores mediada por agenciamentos curriculares. Cartografias da formação docente; processos de subjetivação esquizoanalítica mediados pelo currículo.

  • Currículo e Práticas de Subjetivação

    Código 9142D-02 | 30 horas-aula

    Discussão de temas referentes ao currículo e análise dos modos de produção subjetiva a partir da triangulação saber-poder/ideologia/cultura no interior da trama das relações curriculares com base em políticas e práticas pedagógicas em espaços formais e não formais de educação.

  • Desenvolvimento Afetivo em Contextos Educacionais

    Código 191AR-03 | 45 horas-aula

    A disciplina se propõe ao estudo teórico/metodológico da afetividade em contexto educativo. Estudo da teoria do apego e pedagogia dos afetos, com ênfase na compreensão da importância das habilidades emocionais e competências sociais para o desenvolvimento humano. Problematização sobre a implementação de atividades relacionadas às competências socioemocionais no ambiente escolar.

  • Direitos Humanos e Educação

    Código 191BP-03 | 45 horas-aula

    A disciplina visa articular a abordagem crítica dos direitos humanos à educação. Serão recuperadas as conquistas e contradições das lutas históricas por direitos civis, políticos, econômicos, sociais, culturais e, também, os direitos difusos e coletivos. Tendo como moldura os distintos discursos em disputa sobre direitos humanos, especialmente o discurso jurídico-formal, o discurso ético-moral e o discurso das lutas sociais, serão apresentados os fundamentos da teoria crítica dos direitos humanos com base na obra de Joaquin Herrera Flores e sua contribuição para a superação de uma visão a-histórica, abstrata e eurocêntrica dos direitos humanos, enfatizando o papel das lutas sociais. Através das lentes da teoria crítica dos direitos humanos e de seu diálogo com a crítica marxista e a crítica decolonial aos direitos humanos, serão debatidos em seminários temas que iluminem a importância da educação para a constituição e consolidação dos direitos humanos e a relevância destes para a garantia da dimensão ético-política do processo educacional na promoção de ambientes democráticos, inclusivos e diversos, com atenção aos fundamentos críticos dos direitos humanos. A discussão sobre a pesquisa em direitos humanos, violências e desigualdades em suas múltiplas dimensões, marcadores sociais da diferença e interseccionalidades considerando aspectos de classe, raça, gênero e sexualidades, bem como geração, mobilidade humana, direito à memória, entre outros temas de eleição dos pós-graduandos, buscará contribuir para mediar Direitos Humanos e Educação.

  • Educação Brasileira – Análise Contextual

    Código 41451-03 | 45 horas-aula

    Abordagem sócio-histórica da educação brasileira, para a compreensão dos processos educativos e suas relações com a sociedade. Estudo de textos sobre Educação no Brasil produzidas por intelectuais e sua interrelações com a realidade social e cultural dos séculos XIX, XX e XXI.

  • Educação Superior em Tempos de Globalização

    Código 9145C-03 | 45 horas-aula

    A disciplina aborda concepções Históricas da educação superior, especialmente as decorrentes do contexto de globalização. Discute concepções de educação superior de classe mundial, direcionadas ao desenvolvimento humano e social, e outras. Aborda a internacionalização da Educação Superior; a expansão, a aprendizagem, a retenção, a qualidade, a avaliação, a formação de professores, entre outras perspectivas.

  • Educação e Biopolítica

    Código 1916A-02 | 30 horas-aula

    Da governamentalidade à biopolítica. O currículo como dispositivo biopolítico e a biopolítica na educação da contemporaneidade. Leituras de Michel Foucault e Giorgio Agamben.

  • Educação e Democracia

    Código 19133-03 | 45 horas-aula

    Educação e comunidade; educação e novos movimentos sociais; educação e democracia radical; pensamento pós-fundacional e educação.

  • Educação e Diferença

    Código 191HN-03 | 45 horas-aula

    Debate em torno da educação à luz da filosofia da diferença. As contribuições de Friedrich Nietzsche, Michel Foucault, Gilles Deleuze e Félix Guattari para uma problematização pós crítica dos temas relacionados ao campo e dos processos educacionais.

  • Educação e Política no Brasil Contemporâneo

    Código 191JP-03 | 45 horas-aula

    A presente disciplina propõe-se a refletir sobre as relações entre Educação e Política no Brasil
    Contemporâneo, suas diferentes concepções e reformas realizadas ao longo do século XX a partir de
    princípios como, por exemplo, educação moral e cívica e educação para a cidadania, respectivamente
    associados a regimes autoritários ou democráticos.

  • Educação e Saúde

    Código 191HP-02 | 30 horas-aula

    Reflexões críticas sobre a interface educação e saúde. Análise dos determinantes sociais que atravessam o debate no interior da “educação em saúde” e da “educação para a saúde” como campos de saber interprofissionais. Discussão em torno da educação e da saúde considerando dos contextos de ensino da – ou para a – saúde.

  • Educação e Sociedade

    Código 9142A-03 | 45 horas-aula

    Esta disciplina propone trabajar un conjunto de herramientas conceptuales provenientes principalmente –aunque no exclusivamente- de la sociología de la educación para profundizar el análisis de la compleja trama de relaciones entre estructuras, individuos y procesos educativos. Este semestre será priorizado. Este semestre será priorizado el estudio de producciones de una selección de autores latino-americanos de los siglos XIX y XX así como de las ideas que los influenciaron.

  • Educação e Violência

    Código 191AX-02 | 30 horas-aula

    A disciplina se propõe ao estudo das conexões entre educação e violência. Esta temática é abordada em dois níveis interconectados: i. educação como forma de violência e ii. violência escolar.

  • Educação em Ciências e Matemática: Conhecimentos e Saberes Docentes

    Código 191HT-02 | 30 horas-aula

    Desenvolvimento profissional docente. Autonomia do professor. Conhecimento pedagógico do conteúdo (Shulman, Grossman, cúpula do PCK, Magnusson, Krajcik, Borko e outros autores). Conhecimento tecnológico e pedagógico do conteúdo (Koehler e Mishra). Saberes docentes (Gauthier, Tardif, Pimenta, Saviani). Análise crítica de produções acadêmicas em educação em ciências e matemática envolvendo conhecimentos e saberes docentes.

  • Educação, Mulheres e Cidadania

    Código 19186-02 | 30 horas-aula

    Estudo da produção de conhecimento, em especial de mulheres na interface com a Educação de Jovens e Adultos. Busca compreender como são experimentadas as exclusões e as invisibilidades do conhecimento de quem fica à margem. Vislumbra a construção de alternativas que contribuem para a emancipação humana e à transformação das relações dignas entre as pessoas.

  • Educação, Subjetividade e Gênero

    Código 41495-03 | 45 horas-aula

    Estudo de conceitos inscritos ao longo da história da educação ocidental e questionados por diferentes movimentos sociais e políticos liderados por mulheres que desafiaram a dominação masculina e a subserviência feminina. Analisa os desdobramentos desse movimento no âmbito subjetivo e político, suas repercussões tanto a vida das mulheres, como também a vida dos homens.

  • Educação Superior e Contextos Emergentes

    Código 91488-03 | 45 horas-aula

    Aborda concepções, politicas, práticas e desafios do campo cientifico da educação superior em contextos que se apresentam no século XXI, especialmente os marcados pelo ethos do desenvolvimento humano e social na globalização. Aborda a internacionalização da Educação Superior; a expansão, a aprendizagem, a qualidade, a avaliação, a formação de professores, entre outras perspectivas.

  • Estado do Conhecimento da Dissertação/ Tese

    Código 6141G-03 | 45 horas-aula

    Este seminário tem como objetivo a identificação, análise e a produção de texto fundamentador da dissertação/tese do discente tendo como base a produção científica sobre educação, fundamentalmente no Brasil, pós LDB. Será possibilitado, primordialmente, o manuseio de fontes nacionais. Em alguns casos poderão ser consultadas fontes latino-americanas e internacionais, especificamente. Paralelamente, buscar-se-á realizar reflexão sobre a construção da produção científica como forma textual. O estado do conhecimento produzido pelo aluno poderá ser contrastada com posições de pesquisadores da área.

  • Estudos Sobre as Infâncias

    Código 9143C-03 | 45 horas-aula

    A disciplina “Estudos sobre as Infâncias” se propõe ao estudo teórico e discussões sobre as infâncias e sua educação a partir das diferentes possibilidades de ser criança na contemporaneidade. Enfoca a construção social das infâncias, as culturas da infância, os espaços, contextos e as pedagogias da infância, problematizando diferentes percursos e processos de transição vivenciados pelas crianças. Partindo da noção de “sujeitos de direitos” discute as políticas para a infância.

  • Estudos de Gênero

    Código 9145F-02 | 30 horas-aula

    Estudo de algumas personagens da história (da educação) brasileira que motivam pensar e ressignificar a educação para a subserviência feminina (bela, recata e do lar).

  • Estudos e Pesquisa Sobre o/no Cotidiano

    Código 19187-02 | 30 horas-aula

    Estudos sobre o/no cotidiano no enriquecimento do conhecimento no campo da Educação e na pesquisa científica, em perspectivas epistemológica e de investigação científica. Os sentidos da vida cotidiana, o saber e o fazer dos sujeitos sociais: como desenvolvem sua sensibilidade, suas ações de resistência e suas percepções sobre o trajeto histórico comum. Através de diferentes olhares, estudar o cotidiano em sua face conceitual e desenvolver orientações para este como lócus de pesquisa.

  • Etnografia e Educação

    Código 191BQ-03 | 45 horas-aula

    A disciplina visa abordar diálogos teóricos e metodológicos entre antropologia e educação. De forma introdutória serão apresentados e discutidos conceitos fundamentais da antropologia tais como etnocentrismo, diversidade cultural, relativização e crítica ao determinismo biológico. A partir desta base conceitual abordaremos diferentes aspectos da etnografia como metodologia de pesquisa e suas contribuições no campo da Educação. Através de seminários destinados a discussão de estudos etnográficos abordaremos práticas de transmissão e/ou aprendizagem em contextos educativos formais e não formais, envolvendo crianças, jovens e adultos diversamente posicionados, conforme os marcadores de sexo/gênero, raça/etnia, origem social, idade/geração.

  • Etnografia em Contextos de Vulnerabilidade

    Código 19188-01 | 15 horas-aula

    No mundo contemporâneo, muitas pessoas vivem em situação de extrema vulnerabilidade. De uma maneira ou de outra, a vulnerabilidade pode ser considerada um aspecto fundamental da vida social contemporânea. Como a etnografia apreende e pode nos ajudar a entender as diferentes dimensões envolvidas nessas situações? E quais são as questões que este tipo de campo coloca ao pesquisador que realiza uma etnografia? Nesta disciplina abordaremos a vulnerabilidade de um ponto de vista etnográfico, em situações de deslocamento forçado, em campos de refugiados, face a desastres ambientais e em pesquisas com usuários de drogas.

  • Filosofia da Educação

    Código 41402-03 | 45 horas-aula

    Estudo das concepções filosóficas modernas e contemporâneas que influenciam a educação, com ênfase nas questões éticas, epistemológicas e políticas do processo educativo.

  • Gênero, Classe e Raça em Educação

    Código 1917R-03 | 45 horas-aula

    Descreva aqui a ementa da disciplina em português. Estudos de textos clássicos no campo dos estudos feministas e de gênero que discutem classe e raça e analisam a realidade das experiências das mulheres de modo interpenetrado.

  • Hermenêutica Negra e Feminista Latino – Americana em Contextos

    Código 191GH-01 | 15 horas-aula

    Itinerário histórico do pensamento hermenêutico negro e feminista latino-americano contendo exercícios individuais e grupais sobre as leituras e os estudos produzidos durante o curso.

  • Infâncias e Educação

    Código 1911U-02 | 30 horas-aula

    Compreensão das diferentes infâncias e reflexão acerca do processo de produção das infâncias. Estudos e pesquisas sobre a educação da infância e o processo de produção de conhecimento nesta área. Contribuições interdisciplinares para a Educação da/na infância.

  • Inovações Metodológicas em Sala de Aula

    Código 191HQ-02 | 30 horas-aula

    Reflexão crítica sobre inovações metodológicas em sala de aula. Estudo de abordagens plugadas e desplugadas. Discussão acerca das possibilidades e desafios para adoção e criação destas no ambiente escolar.

  • Internacionalização na Educação Básica e Superior

    Código 191BS-03 | 45 horas-aula

    A disciplina objetiva apresentar o campo científico da Internacionalização na Educação; os estágios do desenvolvimento da Internacionalização no Brasil; as diferentes perspectivas de Internacionalização (compreensiva/integral; internacionalização em casa; internacionalização do currículo; internacionalização virtual; mobilidade); debater a conceituação pedagógica, institucional e as políticas públicas para a Internacionalização na Educação; e discutir as perspectivas teórico-práticas de internacionalização na Educação.

  • Metodologia do Ensino Superior

    Código 41485-03 | 45 horas-aula

    Reflexão crítica sobre o significado da educação, sobre os fundamentos da ação educativa e suas repercussões na definição de ensino e de aprendizagem. Análise do caráter educativo da docência e do compromisso do professor com a explicitação de uma proposta pedagógica. Estudo e operacionalização de diferentes procedimentos técnicos de organização do ensino, com vistas a uma prática pedagógica crítica, emancipatória e humanizadora.

  • Michel Foucault e a Pesquisa Histórico-Filosófica

    Código 19192-03 | 45 horas-aula

    A disciplina objetiva explorar a ideia de crítica como procedimento pertinente a uma certa forma de investigação que Foucault vai denominar como histórico-filosófica. Serão explorados alguns aspectos relativos à hermenêutica filosófica, história do pensamento e estudo dos focos da experiência, articulando seu entendimento sobre estratégia, genealogia e arqueologia. Serão analisadas aulas, entrevistas e conferências nas quais ele apresenta seu método de trabalho.

  • Pedagogia e Psicologia da Infância: Pesquisar na e com as Diferenças

    Código 191AV-03 | 45 horas-aula

    Estudo sobre as infâncias nos campos da educação, psicologia e na pesquisa científica, em perspectivas epistemológica e de investigação. Através de diferentes olhares, discutir as infâncias na contemporaneidade a partir do desenvolvimento, processamentos emocionais e aprendizagens.

  • Perspectives on Multicultural Education

    Código 191E3-01 | 15 horas-aula

    This course examines the conceptual and theoretical understandings of multilingual multicultural education, as well as their nexus and practical applications for the education of linguistically and culturally diverse students. The course reviews the historical and contemporary uses of multiple languages and cultures in American and Brazilian societies, as well as around the globe. Students will explore the ways in which linguistic and cultural socialization experiences shape perceptions and affect academic performance. Students will also reflect on their own beliefs, assumptions, and perceptions about sociocultural and linguistic identity and how their own socialization process has shaped their perceptions of themselves and other people.

  • Pesquisa em Educação II

    Código 91486-03 | 45 horas-aula

    Situar o debate sobre os marcadores científicos e a disputa de certificação da ciência no contexto contemporâneo. O embate entre ciências humanas e ciências biomédicas e suas consequências na regulação da pesquisa. O campo científico-acadêmico, processos e dispositivos de legitimidade e autoridade científica. As especificidades do campo científico em educação e as condições da produção científica neste contexto. O projeto de tese de doutorado. Identificação dos parâmetros da escrita acadêmica enquanto gênero textual. Reflexão e autoesclarecimento sobre o processo de produção de tese através da redação e leitura de textos acadêmicos.

  • Pesquisa em educação I

    Código 91487-03 | 45 horas-aula

    Compreensão dos critérios de cientificidade e dos parâmetros de rigor científico no contexto da crise da ciência e de seus rebatimentos nas ciências humanas. As regras do jogo no campo científico-acadêmico e os elementos que conferem legitimidade à produção em educação. Possibilidades e limites de diferentes epistemologias e métodos de pesquisa. Natureza e tipologia dos trabalhos acadêmicos. Explicitação da estrutura de um projeto de dissertação. Delineamento de um pré-projeto de dissertação.

  • Philosophy Of Education

    Código 9145B-02 | 30 horas-aula

    This course addresses the importance of dialog in education through a critical analysis of the understanding of nine European philosophers on dialog and Education. The following scholars will be studied: Buber, Bakhtin, Vygotsky, Arendt, Levinas, Merleau-Ponty, Weil, Oakeshott and Habbermas. The following books will be used: Philosophy, Diologue, and Education (London and New York: Routlegde 2018).

  • Processos Motivacionais e Metodologias Criativas

    Código 9145E-03 | 45 horas-aula

    A disciplina pretende desenvolver estudos relativos aos processos motivacionais em correlação com as metodologias criativas para o ensinar e o aprender, com base na resolução de problemas. O desenvolvimento da disciplina visa aspectos conceituais, procedimentais e atitudinais que permeiam entre si com características dinâmicas, colaborativas e criativas. Fomentar a motivação dos estudantes para a aprendizagem, mediante as possíveis ações emergentes das situações do contexto social.

  • Psicologia e Educação: debates sobre a escola

    Código 191E7-03 | 45 horas-aula

    Estudos sobre a Escola. A educação como política social. O cotidiano e a experiência do processo de ensinar e aprender. Temas transversais na escola.

  • Pós-Estruturalismo: Aproximações Epistemológicas e Percursos Metodológicos

    Código 19196-03 | 45 horas-aula

    A constituição do Pós-estruturalismo como campo epistemológico e suas potências metodológicas para a pesquisa em Educação.

  • S. A. E. : Etica e Educacao

    Código 51407-03 | 45 horas-aula

    O Seminário discute a justificação ética na educação. Desenvolve um trabalho analítico-reconstrutivo de certas orientações normativas e de novas justificações diante da queda dos fundamentos metafísicos.

  • S.A.E.: Políticas Étnico-Raciais e Educação Básica

    Código 191HI-02 | 30 horas-aula

    Ampliação das discussões sobre políticas étnico-raciais, enfocando lutas e protagonismos de movimentos negros e indígenas, com ênfase em questões concernentes à Educação Básica, às políticas curriculares, às políticas de inclusão e às normativas e leis que estabelecem abordagens das temáticas afro-brasileiras e indígenas na escola. Discussão de conceitos como branquitude, racismo, interseccionalidade podem integrar as discussões, assim como conceitos constituídos no âmbito das epistemologias ameríndias e afrodiaspóricas. Serão priorizadas leituras de produções de autoras(res) negras(os) e de povos originários, no sentido de tensionar as perspectivas euro-eeferenciadas e construir olhares e práticas pedagógicas antirracistas.

  • S.A.E Relações étnico-raciais, currículo e formação docente

    Código 191HY-03 | 45 horas-aula

    Ampliação das discussões sobre as dinâmicas sociais e políticas que envolvem as relações étnico-raciais, com especial ênfase no currículo e na formação docente. Problematização das desigualdades e das estratégias de enfrentamento construídas por meio das lutas dos movimentos sociais. Estudo de conceitos como branquitude, racismo, antirracismo, decolonialidade, pensamento afrodiaspórico, interculturalidade, epistemologias ameríndias e afroepistemologias e das implicações para a formação de professores. Discussão crítica sobre abordagens das temáticas afro-brasileiras e indígenas na educação, nos currículos, nos livros e materiais didáticos.

  • S. A. E. : Teorias e Culturas em Educ. XIV

    Código 21446-03 | 45 horas-aula

    Tema específico da linha de pesquisa.

  • Sem. Avançado em Educação: Tóp. em Ciências da Aprendizagem

    Código 1918O-02 | 30 horas-aula

    Trazer as discussões interdisciplinares acerca as Ciências da Aprendizagem que se estabelece como área de pesquisa interdisciplinar que estuda como as pessoas aprendem e como melhorar a aprendizagem, combinando conhecimentos de educação, psicologia, sociologia, computação, design e mineração de dados. Apresentar as diversas metodologias, a “Design-Based Research”, ou, em português, pesquisa baseada no design, é vista hoje como um componente central das Ciências da Aprendizagem.

  • Seminário Avançado em Educação: Pesquisa Baseada em Design

    Código 191BR-02 | 30 horas-aula

    Trazer as discussões interdisciplinares acerca das metodologias de pesquisa baseadas em design, associadas às Ciências da Aprendizagem que se estabelece como área de pesquisa interdisciplinar que estuda como as pessoas aprendem e como melhorar a aprendizagem, combinando conhecimentos de educação, psicologia, sociologia, computação, design e mineração de dados. Apresentar as diversas metodologias das pesquisas baseadas em design destacando a “Design-Based Research” e “Design-Science Research.

  • Sociedade, Cultura e Educação

    Código 41452-03 | 45 horas-aula

    A disciplina aborda a problemática da Cibercultura, Computação e Aprendizagem Ubíqua. Metodologias, Praticas Pedagógicas apoiadas em Tecnologias Digitais. Formação de Professores e o uso de Tecnologias Digitais.

  • Tendências em Educação em Ciências e Matemática

    Código 191GP-03 | 45 horas-aula

    Estudo do panorama contemporâneo da Educação em Ciências e Matemática, abordando as principais vertentes da Educação em Ciências e Matemática, entre as quais destacam-se: Resolução de Problemas; Etnociências e Etnomatemática; Ensino por meio da História; Modelagem na Ciências e Matemática; CTS (Ciência, Tecnologia e Sociedade) e STEM (Science, Technology, Engineering and Mathematics). Reflexão de contribuições teóricas e metodológicas relacionadas à educação pela pesquisa, à alfabetização científica e à inter e transdisciplinaridade.

  • Tecnologia e Educação em Alvaro Vieira Pinto

    Código 1918N-03 | 45 horas-aula

    Aproximações interdisciplinares sobre o conceito de tecnologia e educação do filósofo e educador AVP para a formação docente.

  • Teoria da Educação

    Código 41401-03 | 45 horas-aula

    Análise da Educação na modernidade e na pós-modernidade: Teorias e Paradigmas Educacionais vigentes. Estudo da Teoria Crítica da Sociedade e a Educação. Caracterização do Pós-Marxismo e o olhar educacional. Produção de uma educação para o século XXI. Crítica da desconstrução do conhecimento e Semiótica do fenômeno educativo.

  • Tópicos em Educação Digital

    Código 19193-02 | 30 horas-aula

    Formação de Professores para uso de tecnologias digitais. Inteligência Digital. Pensamento Computacional. Inteligência Artificial na Educação. Computação e Educação.

  • Tópicos em Educação Superior

    Código 19194-03 | 45 horas-aula

    A disciplina aborda a educação superior em contextos emergentes e suas relações com ZEITGEIST aprendizagem. Merecerão destaque a Internacionalização da educação superior (mobilidade e internacionalização em casa), a revolução 4.0, cidadania global, competências e desenvolvimento sustentável e aprendizagens na contemporaneidade.

Coordenação

Bettina Steren dos Santos
E-mail: [email protected]

Comissão Coordenadora e Comissão de Gestão Proex

Bettina Steren dos Santos (Coordenadora do programa) | [email protected]
José Luis Ferraro (Linha TCE) | [email protected]
Andreia Mendes dos Santos (Linha PE) | [email protected]
Marilia Costa Morosini (Linha FOPPE) | [email protected]
Luciano Denardin de Oliveira (Linha ECM) | [email protected]
William de Quadros da Silva (Representante discente) | [email protected]

Comissão Científica

Edla Eggert
Fernanda Bittencourt Ribeiro
Marilia Costa Morosini

Comitê Científico EH

Edla Eggert

Comissão Seminário Discente

Iara Tatiana Bonin
Luciano Arrone de Abreu
Andrea Gonçalves Bandeira

Comissão de Seleção

Alexandre Anselmo Guilherme
José Luis Schifino Ferraro
Lucia Maria Martins Giraffa
Isabel Cristina Machado de Lara

Comissão de Bolsas

Bettina Steren dos Santos (coordenadora e rep. da Linha PE)
Edla Eggert (representante da Linha TCE)
Adriana Justin Cerveira Kampff (representante da Linha FOPPE)
Milene Selbach Silveira (representante da Linha ECM)
Flavio Moura e Silva (representante discente)

Avaliação produção discente e validação de créditos

Isabel Cristina Machado de Lara
Fernanda Bettencourt Ribeiro

Comissão Redes Sociais

Milene Selbach Silveira
Representante Discente

Equipe Editorial do Boletim Acadêmico: Comissão Discente

Revista Educação – A1

Andréia Mendes dos Santos – Editora
Comissão editorial:
Manuir Jose Mentges (editor associado)
Diana Marcela Rodriguez Clavijo

Revista Por Escrito – A4

Alexandre Anselmo Guilherme – Editor
Comissão editorial:
Adriana Justin Cerveira Kampff (editora associada)
José Luis Schifino Ferraro

Comissão Evento

Manuir Jose Mentges
Bettina Steren dos Santos
Andreia Mendes dos Santos
Diana Marcela Rodriguez Clavijo

Atendimento Secretaria de Pós-Graduação

Avenida Ipiranga, 6681
Prédio 8, 4° andar, sala 403
Porto Alegre/RS – Brasil – CEP 90619-900
(E-mail: [email protected])
Telefone: (51) 3320-3620
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta: 8h às 12h e das 13h às 18h

  • Alunos

    Nome Lattes
    ADRIANO DE ARAUJO SANTOS Link
    ALICE BEMVENUTI Link
    ALIENE PINTO DA ROSA Link
    ANA CRISTINA SOFIATI TEIXEIRA Link
    ANDREWS DUBOIS JOBIM Link
    ARIEL GONCALVES MARCELINO Link
    ARTHUR DA SILVA POZIOMYCK Link
    BEATRIZ BERR ELIAS Link
    BIBIANA DEUS Link
    BRUNA DETONI Link
    BRUNO ALMEIDA SILVA Link
    CARLOS ALBERTO ROJAS CARVAJAL Link
    CAROLINA DORFMAN ROSSI Link
    CAROLINE MAFFI Link
    CATIA SORAIA JESUS Link
    CINARA DOS SANTOS COSTA Link
    CRISTIANE SCHNEIDER Link
    CRISTIANE SILVEIRA DOS SANTOS Link
    DAVID JORGE RODRIGUES HATSEK Link
    DEMETRIO PEIXOTO Link
    ELIANDRA SILVA MODEL Link
    FERNANDA SILVA DO NASCIMENTO Link
    GABRIEL SANTOS ORTIZ Link
    GABRIELA PAIM ROSSO Link
    GABRIELA SEHNEM HECK Link
    GERMANO ANTONIO DA PAIXAO PASSOELLO Link
    GREYCE DA SILVA RODRIGUES Link
    GUILHERME NIKOLOF LEITE Link
    GUILHERME RODRIGUES ABRAO Link
    INGRIDY LOREIAN DAL ZOTTO Link
    ISABELLA KESSLER DE AZAMBUJA Link
    JOCELIA MARTINS MARCELINO Link
    JULLIANA CUNHA ALVES Link
    JUSSARA BERNARDI Link
    LARISSA DAIANE PUJOL CORSINO DOS SANTOS Link
    LEANDRO BRUM PINHEIRO Link
    LETICIA BRITZ Link
    MARCOS ARAUJO VIEIRA Link
    MARIA SOUZA DOS SANTOS Link
    MICHELLE MENDES RIBEIRO Link
    OLISEL GUERRA SOLO Link
    PALOMA RODRIGUES CARDOZO LAZZAROTTO Link
    PATRICIA CAPITANI CARDOSO Link
    RAFAEL FERREIRA KELLETER Link
    RAFAELA MORAES CARDOSO Link
    RENATA DE REZENDE LOVERA TOMASI Link
    ROSELAINE MONTEIRO MORAES Link
    SANDRA CANAL Link
    SANTUZA MONICA DE FRANCA PEREIRA DA FONSECA Link
    SUSANA SEIDEL DEMARTINI Link
    THAIANA MACHADO DOS ANJOS Link
    TIAGO HOERLLE Link
    VALESCA DOS SANTOS GOMES Link
    VIRGINIA MARIA DE MORAIS Link
  • Dissertações e Teses

  • Relações Internacionais do Programa

    América do Norte

    Universidade do Texas (Austin, EUA)
    Projeto: Desenvolvimento Econômico, Humano e Social e a Qualidade na Educação Superior: Brasil e USA
    Financiamento: Fundação Fulbright e UTexas at Austin

    Universidade do Texas (Brownsville, EUA)
    Projeto: Educação, motivação e formação de professores
    Financiamento: FAPERGS

    College of Business Administration (Missouri, EUA)
    Projeto: Pesquisa sobre as primeiras gerações de estudantes universitários no Brasil/Prof. James Cofer.
    Financiamento: Fundação Fulbright/ Fulbright flex Grant

    Michigan University/Tauman College (Ann Arbor, EUA)
    Projeto de Intercâmbio para realização de Experiência integrativa de trabalho de campo (Exchange Project for Integrative Fieldwork Experience (capstone course ) em Intervenção Socioambiental em Comunidades Vulneráveis no RS
    Financiamento: Fundação Fulbright e Fundação Down

    Saskatchwan University (Saskatoon, Canadá)
    Projeto : Convênio para pesquisas em educaço ambiental e educação outdoor
    Financiamento : PUCRS/SU/CAPES/PDSE

    Programa de Mobilidade Acadêmica da Organização dos Estados Americanos/OEA
    Projeto: Realização de mestrado no PPGEdu de aluna Mexicana pelo Programa da OEA
    Financiamento: PUCRS/PPGEdu

    Europa

    Faculté SHS Université Paris Descartes /CANTHEL Centre d’Anthropologie Culturelle
    Projeto: Projet de mobilité franco-brésilien anthropologie et éducation
    Financiamento: Appel a Projets de Mobilite Internationale Bresil 2014/Paris V

    Universitat degli Studii del Molise (USM, Itália)
    Projeto: Convênio Interinstitucional para Pesquisa na Área de História da Educação
    Financiamento: PUCRS/USM

    Universitat de Macerata (UM)
    Projeto: Professor visitante estrangeiro (do Brasil) na Itália para aprovado em 2015 para permanência do professor brasileiro na UM durante o primeiro semestre letivo de 2016
    Financiamento: Bolsa para professor visitante oferecida pela UM

    Instituto Politécnico do Porto
    Projeto : Convênio com Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto
    Financiamento : IPP e PUCRS

    Universidade do Minho/ Faculdade de Educação
    Projeto: Pesquisa em Educação Psicossocial e Educação Inclusiva
    Financiamento: PUCRS e Universidade do Minho

    Instituto Politécnico de Leiria (Leiria, Portugal)
    Projeto : Mobilidade Acadêmica e Pesquisa em Educação Ambiental
    Financiamento: PUCRS/IPL

    Universidade Santiago de Compostela – USC (Galicia/Espanha)
    Projeto: Intercâmbio de Pesquisa em Educação
    Financiamento : PUCRS/USC

    New Castle University (NCU/UK)
    Projeto: Internationalisation of Higher Education: Developing an international research and practice strategic partnership.
    Financiamento: NCU

    África

    Programa de Estudantes-Convênio de Pós-Graduação – PEC-PG
    Projeto: realização de Doutorado no PPGEdu de aluno de Cabo Verde
    Financiamento: CNPq

    América do Sul

    Universidade de la República – Uruguay – UDELAR
    Projeto: Projeto Interinstitucional de Pesquisa: A qualidade da educação superior e suas relações com o ingresso, a motivação e a permanência: uma análise comparada Brasil Uruguai
    Financiamento: CAPES/FAPERGS

    Redes com abrangência Internacional

    Rede RIES/Núcleo de Estudios e Investigaciones en Educación Superior del Sector Educativo del MERCOSUR, em parceria com a Universidad Nacional de La Plata; Universidad nacional del Este; Universidade del Zulia; Universidad Nacional de Rosario; Universidad general Sarmiento; Instituto Universitário de las Artes; Universidad de la Republica del Uruguai. A pesquisa em Desenvolvimento intitula-se Internacionalización de la educación superior y tendencias de política en el MERCOSUR, envolvendo dados da Argentina, Brasil, Paraguay e Uruguay.

    REDE ALFA-Guia. (Gestión Universitaria Integral del Abandono), coordenado pela Universidad Politécnica de Madrid, em parceria com a PUCRS e outras instituições associadas, reunindo 14 (quatorze) universidades da América Latina, envolvendo Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Cuba, Equador, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Uruguai e Venezuela.

    Rede RISU – Rede de Pesquisa sobre Indicadores de Avaliação da Sustentabilidade em Universidades Latino-Americanas. Rede de pesquisa integrada por 65 Universidades latino americanas, distribuídas entre Argentina, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Chile, Guatemala, México, Peru, República Dominicana e Venezuela. No Brasil, participaram treze Universidades da região Sul e Sudeste, sendo três Universidades Paulistas, uma Paranaense, quatro Catarinas e cinco Gaúchas, dentre as quais está a PUCRS por meio do PPGEdu. Financiamento: Universidade Autônoma de Madrid (UAM)/Comunidade Europeia.

    ISfTE – International Society for Teacher Education. ISfTE é uma organização independente de professores e pesquisadores. Dedica-se ao fortalecimento da formação de professores, educação crítica, e disseminação de resultados de pesquisas e de experiências inovadoras em educação.

    AIDU – Asociación Iberoamericana de Docencia Universitaria. Asociación Científica que tem como ponto de encontro maior o Congreso ibero americano. Já foram realizados encontros em Santiago de Compostela (1999); Osorno, Chile (2001), Deusto-Bilbao (2004); México D.F (2006); Valencia (2008); Lima (2010); Oporto (2012), Rosario (2014), Murcia( 2016). O X Congresso será sediado no CEES/PUCRS, em 2018.

    ESER – Rede de Sustentabilidade Ambiental e Educação Research www.eera-ecer.de/networks – O trabalho acadêmico de EERA é especialmente a conferência ECER. Atualmente, existem 31 redes ligadas à principal conferência ECER além dos pesquisadores dos Grupos Emergentes (Emergentes Groups – ERG). não europeus, dos quais o PPGEdu faz parte. A EERA é composta de mais de 30 instituições de pesquisa educacional. O trabalho acadêmico está organizado em redes temáticas. De 1994 a 2008 EERA foi baseado na Escócia. Desde 2008 EERA está baseada na Alemanha, em Berlim.

  • Revistas

    Revista Educação

    Acesse aqui

    Revista Educação por Escrito

    Acesse aqui

  • Boletim Acadêmico PPGEdu

    Julho – Acesse aqui

Público Valor
Público Geral
R$ 1.930,46

Total de Parcelas

O valor integral do Mestrado é parcelado em 24 mensalidades, que devem ser pagas na sua totalidade, mesmo que o estudante conclua o curso antes de dois anos. O valor do Doutorado é dividido em 42 mensalidades que, da mesma forma, devem ser pagas na totalidade, mesmo se o curso for concluído antecipadamente. Estudantes de Doutorado que ingressam logo após a conclusão do Mestrado na PUCRS, com 24 créditos já cursados, terão o número de mensalidades reduzido para 36. Caso não concluam o curso em até três anos, o pagamento é prorrogado até a conclusão, com prazo de 54 meses.

Vencimentos e formas de pagamento

O vencimento das mensalidades ocorre sempre no dia 15 de cada mês, exceto
a primeira parcela (no ingresso ou reingresso) que vencerá conforme escala de
matrículas. O aluno deverá realizar, antes da efetivação da matrícula, o
pagamento da parcela do semestre.

Será cobrado 2% de multa após o vencimento, mais encargos financeiros.
A Universidade envia pelos correios o documento bancário para pagamento
das parcelas. No caso do não recebimento do documento bancário até a data
do vencimento, poderá ser solicitada uma segunda via em qualquer agência
bancária do BRADESCO, mediante informação do CPF do aluno, solicitado
pelo e-mail do Setor Financeiro, [email protected], ou realizado diretamente no Setor Financeiro Acadêmico da Universidade. O Setor Financeiro também envia o boleto para o e-mail cadastrado junto à secretaria do curso.

Prorrogação

Caso não tenha concluído o curso (incluindo a defesa da tese ou dissertação) após o período de pagamento das parcelas, o aluno poderá continuar matriculado, desde que mantenha o pagamento das mensalidades.

Prorrogação

Caso não tenha concluído o curso (incluindo a defesa da tese ou dissertação) após o período de pagamento das parcelas, o aluno poderá continuar matriculado, desde que mantenha o pagamento das mensalidades.

Prazo máximo para conclusão

O limite máximo para a conclusão do Mestrado é de 30 meses, e do Doutorado é de 54 meses, estabelecido no Regimento Geral da Universidade. A não conclusão do Programa de Pós-Graduação nesses prazos levará à exclusão do estudante.

Reajustes

Os valores das parcelas serão reajustados anualmente.

Site

Mais informações na página https://portal.pucrs.br/ensino/informacoes-financeiras/

 

ESPAÇOS DE APRENDIZAGEM DA ESCOLA

Diversos espaços para desenvolvimento de atividades práticas, que complementam a teoria desenvolvida em sala de aula e preparam para o dia a dia do mercado.

Notícias

 

Ver todas
Ver todas