A volta às aulas do primeiro semestre de 2024 na PUCRS acontece a partir do dia 26 de fevereiro. E o primeiro passo para embarcar em mais um semestre de muito aprendizado é garantir a sua rematrícula. Para isso, estudantes de graduação presencial podem realizar a rematrícula entre os dias 8 e 11 de janeiro (segunda a quinta-feira), conforme escala disponível no Portal do Aluno. 

Lembre-se: caso você tenha alguma pendência do semestre anterior, acadêmica ou financeira, a rematrícula estará trancada. É preciso estar com a matrícula regularizada para realizar sua rematrícula. Saiba com quem falar em caso de pendências:  

Registro Acadêmico
• Fone: (51) 3320-3573
• E-mail: [email protected]
• WhatsApp: (51) 98443-0788

Financeiro
• Fone: (51) 3320-3588
• E-mail: [email protected]
• WhatsApp: (51) 98443-0788 

Benefícios exclusivos 

Cada semestre que inicia é uma nova oportunidade para explorar tudo que a Universidade oferece. São possibilidades para o seu futuro, que vão ajudar a construir a sua carreira e caminho profissional. Para aproveitar toda a experiência acadêmica, a Universidade disponibiliza uma série de vantagens. Confira: 

Trajetória acadêmica aberta  

Com as Certificações de Estudos é possível personalizar a formação, direcionando os estudos para áreas específicas e conquistando um recurso de diferenciação para a carreira. Durante a graduação, os estudantes podem cursar as disciplinas em diferentes semestres, flexibilizando os estudos e complementando o diploma do curso escolhido.   

São diversas opções nas áreas de Comunicação, Economia, Negócios, Engenharia, Contabilidade, Computação, Saúde e Humanidades. No Portal de Matrículas você pode visualizar todas as opções oferecidas e as disciplinas que compõem cada certificação, que também podem ser cursadas com o aproveitamento dos créditos eletivos.   

Conhecimento internacional  

Com o Programa de Mobilidade Acadêmica, você tem a chance de estudar no exterior durante a graduação e complementar a sua experiência acadêmica. Conhecer novas culturas, vivenciar o dia a dia em um novo país e enriquecer ainda mais o currículo são alguns dos benefícios de participar do programa. Com a Mobilidade OUT, você pode estudar em instituições conveniadas com a PUCRS no exterior por até dois semestres. Saiba mais aqui.  

Desenvolvimento empreendedor 

O ecossistema de inovação da PUCRS ajuda você a desenvolver seu lado empreendedor. A Universidade conta com iniciativas como o Idear, que promove uma experiência que une o empreendedorismo com a educação. O espaço é interdisciplinar utiliza práticas que estimulam a criatividade, com um aprendizado que é fundamentado em experiências empíricas.  

Serviços de apoio ao estudante 

A Universidade possui vários serviços à disposição dos alunos, tanto de apoio ao estudo e aprendizagem quanto de desenvolvimento de carreira. O Centro de Apoio Discente reúne serviços de apoio cognitivo, psicológico e de aprendizagem, por meio do Núcleo de Apoio à Aprendizagem, o Núcleo de Apoio à Educação Inclusiva e o Núcleo de Apoio Psicossocial. 

Já o PUCRS Carreiras tem como propósito fortalecer o elo entre a Universidade e o mundo do trabalho, desenvolvendo a empregabilidade dos alunos e Alumni PUCRS e comunidade. O PUCRS Carreiras oferece serviços como consultoria de carreira, mentoria de carreira e capacitações profissionais, além de vagas de estágio e efetivas. 

Portal de Matrículas: confira como utilizar 

Caso tenha dúvidas sobre a utilização do Portal, acesse os tutoriais da plataforma.  

 

Planejamento matrícula

Planejar a grade de horários com antecedência garante um início de semestre mais tranquilo e organizado

Planejar o próximo semestre não precisa ser um bicho de sete cabeças que vai te tomar muito tempo. Com algumas horinhas e a intenção de ter um semestre melhor, fazer isso com antecedência pode se tornar prazeroso e garantir mais organização e segurança para os desafios que virão. Que tal começar pelo planejamento de matrícula da graduação?

O Portal de Rematrículas está aberto até 7 de janeiro para você montar a grade com tempo, revisar cada disciplina e planejar todas as possibilidades da sua trajetória acadêmica aberta. Aproveite e planeje, pois os horários já estão disponíveis para 2024/1. Feito o planejamento, a matrícula é rápida, basta acessar o sistema de matrículas a partir do dia e horário da sua escala (de 8 a 11 de janeiro), e clicar na grade de horários.

Um planejamento eficaz é flexível e objetivo

Falta pouco para o final do ano e alguns planos precisaram ser cancelados, adaptados e até mesmo transferidos. Apesar de tudo, certamente você precisou testar sua flexibilidade. Mas, afinal, quais são as dicas para seguir em frente?

Wagner Machado, professor do Programa de Pós-graduação em Psicologia da PUCRS, ressalta que se não foi possível seguir o cronograma estabelecido, o melhor a fazer é evitar uma postura julgadora ou muito crítica consigo mesmo e tentar entender quais os motivos que fizeram você não seguir o que havia planejado para buscar alternativas. “Mantenha pontos de vista positivos em relação às situações desafiadoras e almeje planejar um futuro melhor”, ressalta.

Precisa de ajuda? Não deixe de solicitar

Contar com uma professora ou professor e também com coordenadores de curso para compreender quais são os movimentos e tendências do mercado, as perspectivas para a profissão escolhida e até para compartilhar as angústias do momento, pode ajudar a planejar o futuro. A psicóloga Ana Cecília Petersen, consultora do PUCRS Carreiras, destaca que o grande diferencial da PUCRS são as pessoas.

“Conversar com quem pode fornecer conhecimento técnico e bagagem de mercado é sempre importante no momento de se questionar sobre quais habilidades podem ser desenvolvidas e quais é possível potencializar”, completa.

Conheça os benefícios PUCRS

A Universidade oferece aos/as estudantes um mundo de benefícios que vão além da sala de aula. Confira!

realize o seu planejamento de matrícula

 

Como a nota é calculada 

O curso de Medicina recebeu a nota máxima do Guia da Faculdade do Estadão. / Foto: Giordano Toldo

Para conseguir avaliar a qualidade dos mais de 16 mil cursos superiores em todo o Brasil (presencial ou educação à distância), a pesquisa utiliza a metodologia conhecida como “avaliação por pares”. Nesse processo, a equipe do Guia da Faculdade atua como um instituto de pesquisa, colhendo a opinião de milhares de professores/as que atuam no Ensino Superior. Todas as instituições de Ensino Superior cadastradas no Ministério da Educação (Universidades, Centros Universitários, Faculdades e Institutos) são convidadas a participar.  

Para serem analisados, os cursos precisam ter ao menos uma primeira turma com estudantes já formados/as, o que permite que a graduação seja mais bem conhecida pela comunidade acadêmica em geral. Ou seja, não são todos os cursos que entram no processo de avaliação. 

O/a coordenador/a de cada curso que será avaliado recebe um questionário no qual pode apresentar as principais características da sua graduação, com foco em três aspectos:  

Cursos de graduação presencial e de educação a distância recebem questionários diferentes. Esses questionários servem de base para os avaliadores darem suas notas para os cursos.  

Quem avalia   

Mais de 10 mil professores e coordenadores atuaram como banca avaliadora do Guia da Faculdade de forma voluntária. Os pares foram acionados para dar notas para os cursos das suas áreas de formação. Prioritariamente os educadores avaliam as instituições que estão localizadas na mesma região do país na qual esses avaliadores trabalham. 

Leia mais 

mestrado e doutorado, ensino, pós-graduação, estudante

Para quem deseja iniciar sua pós-graduação em 2023, há programas com editais abertos / Foto: iStock

Ao ingressar nos Programas de Pós-Graduação da PUCRS, estudantes de mestrado e doutorado passam a integrar uma das melhores estruturas de pesquisa do Brasil, com docentes reconhecidos pelo alto padrão de investigação científica. Reconhecida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) por sua excelência, a formação stricto sensu possibilita a internacionalização e o desenvolvimento de pesquisas conectadas com temas atuais e tendências para o futuro em todas as áreas do conhecimento.   

Para ampliar essa experiência o diretor de Pós-Graduação da PUCRS Luiz Gustavo Fernandes e a assessora de Projetos Internacionais e Monica Vianna, reuniram algumas dicas sobre como ter uma pós-graduação da PUCRS. Confira:

1. Formação transversal e interdisciplinar

Quem ingressa na PUCRS pode se matricular em disciplinas compartilhadas entre diferentes programas de pós-graduação stricto sensu. Isso favorece a interação com colegas, docentes, pesquisadores e pesquisadoras de outras áreas de conhecimento, tornando a formação mais abrangente e interdisciplinar. Além disso, estudantes podem cursar disciplinas oferecidas de forma remota por instituições internacionais parceiras da PUCRS. E, na própria Universidade, cursar disciplinas oferecidas em língua inglesa, ampliando não só seus conhecimentos, mas também suas habilidades para futuras atividades de internacionalização. 

2. Experiências internacionais

Para quem deseja desenvolver parte de seus projetos de pesquisa em instituições no exterior, a PUCRS oferece editais para bolsas de doutorado sanduíche e capacitação através do PUCRS-PrInt. Além de ampliar as atividades de pesquisa, é possível adicionalmente desenvolver projetos com co-tutela de pesquisadores e pesquisadoras no exterior e obter dupla-titulação. Como parte do estímulo à preparação para estas experiências, a PUCRS oferece cursos preparatórios para provas de proficiência com preços reduzidos para estudantes de pós-graduação. 

3. Inserção social

No decorrer dos cursos stricto sensu, quem ingressa na PUCRS têm a oportunidade de se envolver com ações focadas na inserção social, aproximando a formação de algumas das principais demandas da sociedade moderna em áreas como Ensino, Saúde, Meio Ambiente e Tecnologia.  

4. Empreendedorismo e ecossistema de inovação

A transferência de conhecimento para a sociedade é um requisito cada vez mais presente na formação acadêmica de mestrado e doutorado. Nos programas de pós-graduação da PUCRS, os alunos e alunas têm a sua disposição todo o ecossistema de inovação do Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc), onde podem transformar suas pesquisas em benefícios para a sociedade. O ambiente do Tecnopuc também fornece ferramentas e o apoio necessário para o desenvolvimento de uma cultura de empreendedorismo e estímulo à inovação. 

5. Envolvimento em projetos de P&D

No ambiente da pós-graduação, orientadores estão constantemente captando projetos de pesquisa e desenvolvimento dentro dos quais estudantes desenvolvem suas dissertações de mestrado e teses de doutorado. Esses projetos são financiados pelos mais diversos parceiros (governamentais e da iniciativa privada, nacionais e internacionais) e possibilitam ao/à aluno/a o entendimento de como sua pesquisa pode ser utilizada em problemas reais, em muitos casos chegando até a etapa de transferência do conhecimento gerado para o mercado. 

Leia também: Mestrado e doutorado: nova oportunidade de ingresso em 2023

Capaz de assumir a forma de imagem, textos e até músicas, a inteligência artificial (IA) generativa tem provocado diferentes reações após o recente lançamento do ChatGPT, uma tecnologia que simula a conversa humana por meio de mensagens de texto. Este subcampo da inteligência artificial é capaz de criar novos conteúdos por meio de machine learning, uma tecnologia apta a dar vida às ideias de criadores de áreas como publicidade, marketing e criação.  

Em 2022, alguns lançamentos de inteligência artificial generativa chamaram a atenção e até mesmo chegaram às mãos do público, ocasionando debates sobre seus impactos em diferentes áreas do conhecimento: o DALLE-2, que assim como o ChatGPT, foi criado pela OpenAI, e o Stable Diffusion e o Dream Studio, da Stability AI. Analistas preveem que, até 2030, essa indústria deve fazer circular US$ 110 bilhões. É unânime que IA generativa se tornará mais popular e que é mais um campo da Tecnologia da Informação que necessitará de profissionais habilitados.  

Segundo o coordenador do curso de Ciência de Dados e Inteligência Artificial da PUCRS e doutor em Ciência da Computação, Daniel Callegari, à medida em que a IA passa a ser empregada em todas as verticais de mercado, a demanda por profissionais capazes de lidar com essas tecnologias só aumentará. 

“A formação nessa área do conhecimento passa a ser uma oportunidade de atuar na ponta inovadora da ciência e de sua aplicação prática, podendo gerar uma diferença real no mundo. Adicionalmente, os salários tendem a ser muito atrativos; e o ambiente de trabalho tende a ser muito dinâmico, com novos desafios frequentes”, comenta. 

Mercado de inteligência artificial generativa abre oportunidades 

Todas as áreas do conhecimento serão direta ou indiretamente impactadas pela IA à medida em que os modelos vão sendo aprimorados. Especificamente o subcampo da inteligência artificial generativa, hoje usada principalmente por pesquisadores e desenvolvedores, deve chegar a empresas e consumidores comuns para aplicações simples como escrever e-mails, decupar reuniões e indicar tópicos importantes, elaborar propostas de vendas, criar peças publicitárias e até fazer a recomendação de produtos.  

Leia também: DALL-E 2: sistema revoluciona a geração de imagens e conteúdo visual  

É provável que a IA continue a ser integrada a uma variedade de indústrias e tecnologias, potencialmente levando a mudanças significativas na forma como vivemos e trabalhamos. Segundo Callegari, é possível apontar alguns exemplos de áreas que serão mais impactadas: o diagnóstico de doenças, veículos autônomos, detecção de fraudes financeiras, melhora em processos de manufatura, recomendações personalizadas no varejo, previsão de estoque e até mesmo textos jurídicos.  

machine-learning e inteligência artificial generativa

Decisões sobre produtos, negócios e até de gestão de talentos estão sendo tomadas com base na leitura de dados 

É fato que em um mundo acelerado movido a tecnologias, profissionais capazes de analisar e cruzar dados para solucionar problemas complexos em situações de incerteza são cada vez mais valorizados e decisivos em organizações de todos os tipos. Por este motivo separamos alguns motivos para apoiar quem ainda está em dúvidas sobre cursar Ciência de Dados e Inteligência Artificial:  

Leia também: Tendências 2023: metaverso, inteligência artificial e jogos eletrônicos 

Uma das áreas que mais se desenvolve atualmente: neste conteúdo falamos com destaque sobre inteligência artificial generativa, mas estamos na era do Big Data, na qual a informação é um dos ativos mais valiosos e sua importância só tende a aumentar. O curso de Ciência de Dados e Inteligência Artificial da PUCRS é o único bacharelado presencial do Sul do Brasil. Ele se difere das demais opções pela consistência, atualidade e abrangência. Por ser uma formação mais aprofundada, o estudante tem contato com um volume maior de disciplinas e conhecimentos, ampliando as oportunidades de atuação no mercado de trabalho. 

Poderá aplicar os conhecimentos em qualquer outra área de domínio: cada vez mais, todas as áreas do conhecimento precisam profissionais capazes de desvendar tendências, antever o futuro e desenvolver novas tecnologias de maneira ética e responsável, em conexão com as principais tendências do mundo: saúde, direito, finanças, marketing. Diferente dos tecnólogos, os bacharelados são reconhecidos por se configurarem em uma formação mais profunda, abrangente e completa. O curso da PUCRS tem um currículo sintonizado com as principais referências internacionais da área, especialmente da Europa e Estados Unidos. 

Demanda crescente por profissionais qualificados: com a crescente demanda das empresas e organizações por soluções analíticas, a busca por cientistas de dados segue em alta. Na economia digital, dados estão entre os bens mais valiosos para uma empresa. Decisões sobre produto, sobre o negócio e até de gestão de talentos estão sendo tomadas com base na leitura de informações cada vez mais complexas. O relatório do Fórum Econômico Mundial (2020) sobre profissões do futuro aponta que cientista de dados, especialistas em inteligência artificial e Big Data, estão entre as profissões que terão maior aumento de demanda até 2025. O Fórum prevê a criação de 97 milhões de novos empregos no mundo. 

Salários muito atrativos: um estudo feito pela consultoria Bain & Company em conjunto com a comunidade de data science brasileira Data Hackers, mostra que os cientistas de dados estão sempre observando novas oportunidades, mesmo quando estão satisfeitos com o atual emprego. Segundo a pesquisa, a remuneração dos profissionais da área de dados aumentou significativamente entre 2019 e 2021, com um aumento médio de cerca de 40%. A proporção de entrevistados ganhando R$ 12 mil por mês ou mais subiu de 10,2% em 2019 para 24,1% em 2021. A pesquisa ouviu 2.645 profissionais de ciência de dados de todo o Brasil. 

Baixe o e-book sobre o curso de Ciência de Dados e Inteligência Artificial da PUCRS 

cursos de TI, Ciência de Dados, Ciência da Computação

Pesquisas mostram que a remuneração dos profissionais da área de dados aumentou significativamente entre 2019 e 2021, com um aumento médio de cerca de 40% Foto: Pexels

Oportunidades globais: que empresas do mundo todo estão buscando profissionais nessa área nós já sabemos, mas como se preparar para as melhores oportunidades? Na PUCRS, por meio do Programa de Mobilidade Acadêmica, é possível escolher, ainda durante a graduação, seu próximo destino de estudos em Universidades parceiras em mais de 20 países. O programa é uma oportunidade de prática de segundo idioma, contato com novas culturas e internacionalização do currículo. 

Além da interação com o programa de Pós-Graduação em Computação da PUCRS, estudantes podem cursar disciplinas da pós durante a graduação, abordando com mais profundidade conteúdos que estão sendo pesquisados no Brasil e no mundo. Outro diferencial é a interação com o Tecnopuc, considerado o maior Parque Tecnológico do Brasil, onde há possibilidades de bolsas e estágios logo no início do curso.  

Clique aqui para conhecer detalhes sobre o bacharelado em Ciência de Dados e Inteligência Artificial da PUCRS.  

ESTUDE CIÊNCIA DE DADOS E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL 

 

recuperação judicial

Quando utilizada de forma séria pelo empresário, recuperação judicial pode manter e fomentar o crescimento econômico da microrregião em que se encontra / Foto: Pexels

Em 2022, mais de 600 empresas tiveram falência decretada no Brasil. Além disso, foram concedidos aproximadamente 500 pedidos de recuperação judicial, de acordo com informações do Indicador de Falências e Recuperação Judicial da Serasa Experian. Os dados indicam, segundo a professora e pesquisadora da Escola de Direito da PUCRS, Ana Cláudia Redecker, a importância de debates e partilha de informações acerca desses processos, em especial no atual contexto, em que nenhum empresário do mundo esperava passar pela pandemia da Covid-19. 

A docente ressalta que quem exerce atividade empresarial sabe que o risco é inerente e que jamais está isento de dificuldades, desta forma, empresários/as sempre devem zelar por manter a organização financeira saudável, além de desenvolver planos para superar eventuais adversidades. Uma das autoras do livro 10 anos da Lei de Falências e Recuperação Judicial de Empresas: inovações, desafios e perspectivas, da Editora Fi, organizado por Ricardo Lupion Garcia, Ana destaca ainda a relevância da Recuperação Judicial (Lei nº11.101 de 2005) como procedimento que permite a empresas buscarem saídas para eventuais crises econômico-financeiras.  

Ela explica também que a recuperação judicial é uma ferramenta que tem como objetivo auxiliar os empresários e sociedades empresárias que se encontram em crise econômico-financeira: “A Lei permite que o devedor apresente um plano no qual descreve medidas que pretende implementar para sair da crise, caso seja deferido o pedido de recuperação judicial, a fim de evitar que a crise culmine com a falência”, comenta.  

A obra, da qual a professora participa, apresenta uma reflexão sobre o tema com textos de professores e mestrandos do Programa de Pós-Graduação em Direito da PUCRS, da UFRGS, da PUCPR e da USP. Em resumo o livro conta que a Lei nº 11.101 de 2005 trouxe importantes inovações aos processos falimentares e de recuperação de empresas, proporcionando mais velocidade e eficiência, privilegiando o interesse social da empresa. 

Para assistir: filmes sobre assuntos estudados na Escola de Direito

Afinal, o que é Recuperação Judicial? 

recuperação judicial

Recuperação judicial é uma ferramenta cujo objetivo é auxiliar empresários e sociedades empresárias que se encontram em crise econômico-financeira. / Foto: Pexels

A pesquisadora Ana Claudia explica que a falência tem como objetivo promover a dissolução do empresário ou sociedade empresária que não possua patrimônio suficiente para saldar suas dívidas e promover a dissolução extrajudicial. Após decretada a falência, o Juiz nomeia um administrador judicial que irá administrar a Massa Falida do empresário ou sociedade empresária. A partir disso, o Administrador Judicial terá que promover a arrecadação e liquidação dos bens do falido visando pagar os credores.  

Com isso, como explicado na introdução da obra citada anteriormente, a inovação da Lei Falimentar contemplou medidas judiciais no País que auxiliam a: evitar que a crise suportada pela empresa ocasione a falência, preservar a atividade econômica e os postos de trabalho e atender aos interesses dos credores. De acordo com Ana Claudia, para recorrer à Recuperação Judicial, os empresários e sociedades devedoras devem apresentar um plano de recuperação que explique em detalhes como ela pretende sair da crise. 

Então, o juiz responsável comunica os credores sobre a proposta da empresa devedora e dá a eles 30 dias para apresentarem objeções. Se não houver objeção, o plano será aprovado. Se houver objeção, o juiz precisa convocar uma assembleia de credores para discutir alternativas. Em caso de aprovação, o devedor terá até dois anos para executar as medidas e encerrar o processo de recuperação judicial.  

Por fim, a professora destaca que a recuperação judicial se torna benéfica para pessoas jurídicas, seus funcionários, fornecedores e indiretamente para a sociedade como um todo. Ela explica ainda que quando a ferramenta é utilizada de forma séria pelo empresário, ela também pode manter e fomentar o crescimento econômico da microrregião em que se encontra, gerando empregos, pagando credores e tributos.  

Leia também: Como se destacar no mercado do Direito? Formação na área exige inovação e multidisciplinaridade

A Bienal retornou para construir novos olhares. Com a “Dimensão do indizível” – tema da 13ª edição – novas luzes foram trazidas para a união da arte, natureza e tecnologia, promovendo parcerias em uma travessia para propostas ousadas e contemporâneas.  Um dos espaços do evento, que ficou situado no Instituto Caldeira, teve uma mostra muito especial, que nasceu com os artistas passando por um período de vivências e experiências, associando arte aos avanços da tecnologia.

Para tanto, aproveitando a metáfora do futebol em tempos de Copa, uma preparação dedicada e criteriosa, sem deixar de ser flexível iniciou ainda em 2021, contando com equipes interdisciplinares que atuaram em sintonia e cumplicidade com as propostas dos artistas. A intenção da Bienal era também “construir” seu público em um dos ambientes inovador de Porto Alegre, transformando a trilha dos artistas em uma “residência artística”.

Entraram em campo professores, pesquisadores e técnicos da PUCRS, com a ideia de apoiar a conexão da arte com a ciência e a tecnologia, e estabelecer juntos um campo de pesquisa e desenvolvimento. A liderança desta etapa, em sintonia com a curadoria da Bienal, foi exercida pelo Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc) e pelo IdeiaPUCRS – ambientes voltados à criatividade, inovação e prototipagem.

Foram meses de trabalho conjunto, com protótipos, experimentos, e inovações, identificando pesquisadores para consultas sobre aves, massas, som, eletrônica, luz, e muitos outros temas! Os números surpreendem. Foram mais de 800h de impressão 3D, 300h de apoio técnico, sete mil formiguinhas “impressas”, utilização de laboratórios da PUCRS por artistas daqui e mesmo de fora do Rio Grande do Sul, em uma sinergia que engrandece e amadurece o nosso ecossistema como um todo.  

Aprendizagem muito rica, também, para um centro de saber e conhecimento como a Universidade, oferecendo uma visão maior e melhor da vida assim como ela é: sistêmica, complexa e interdisciplinar. Arte e tecnologia. Sim, estamos voltando a respirar, com esperança no futuro! 

mulher fazendo compras na black friday

Com tantas ofertas e condições especiais de compra, nem sempre é fácil resistir às tentações da Black Friday / Foto: Karolina Grabowska/Pexels

Famosa por descontos e boas oportunidades para os consumidores, a Black Friday acontece nesta sexta-feira, 25 de novembro. Com tantas ofertas e condições especiais de compra, nem sempre é fácil resistir às tentações. Por isso, para evitar problemas futuros ou mesmo arrependimento, é importante refletir e tomar alguns cuidados na hora de encher o carrinho. 

Para a professora Izete Bagolin, da Escola de Negócios, o ato de comprar sempre é uma decisão importante, pois tem impactos a curto, médio e longo prazo. Por isso, é essencial pensar sobre o que se deseja adquirir antes da Black Friday. “Essa é uma boa oportunidade para comprar coisas que você ou sua família precisam e que cabem no orçamento. Para que essa experiência não se torne uma ‘dor de cabeça’ futura é importante se preparar para isso”, destaca. E essa preparação inclui pesquisar preços, a qualidade e a origem do produto, por exemplo. 

Se você já passou por essa etapa inicial de buscas e está pronto para as compras, confira algumas dicas da professora Izete: 

1. Faça uma lista: organize os produtos que você precisa comprar em ordem de prioridade ou de urgência. 

2. Preste atenção no planejamento financeiro: saiba quanto do orçamento atual e futuro você pode comprometer com essas compras. Para isso, é preciso saber quanto da renda já está comprometida com as despesas fixas e com compras prévias em cartão de crédito e carnês. Organize-se e evite se endividar! 

3. Avalie se você realmente precisa desse item: comprar algo só porque está em promoção não é uma boa justificativa. Pense bem para não cair na ilusão de vantagem imediata e adquirir algo que não precisa e ainda gerar redução de poder de compra no futuro. 

4. Não caia em armadilhas: saiba diferenciar os descontos verdadeiros dos ilusórios. Alguns produtos têm o preço aumentado antes da Black Friday para poderem ser anunciados com um desconto maior do que realmente teriam. Por isso é importante fazer um acompanhamento dos itens que deseja comprar antes mesmo de novembro. 

5. Cuidado com as “sugestões” das lojas: em compras online, quando você acrescenta algum produto ao carrinho, é comum que a loja ofereça sugestões de outros itens não essenciais com o intuito de mostrar que quanto mais você compra, maior será o desconto. Lembre-se da dica 3 e não caia em tentação! 

Consumo consciente além da Black Friday 

O conceito de consciência para consumo sustentável é definido como um estado de preocupação em consumir de maneira a melhorar a qualidade de vida a longo prazo. Trata-se de um movimento social global que se baseia no aumento da conscientização sobre o impacto das decisões de compra no meio ambiente, na saúde e na vida dos consumidores em geral. Dessa forma, é possível evitar que problemas como o desperdício, a poluição e a desigualdade social se agravem.

 Saiba mais: 5 dicas: como consumir de forma consciente

Guia da Faculdade 2022Guia da Faculdade 2022, promovido pela Quero Educação e pelo jornal Estadão, concedeu as melhores notas a 40 cursos da PUCRS. A Universidade está entre as cinco instituições de ensino privado do País com o maior número de graduações com nota máxima. Foram oito cursos com 5 estrelas e 32 com 4 estrelas na pesquisa, que é a maior de opinião sobre o Ensino Superior brasileiro. A divulgação foi realizada na edição do jornal publicada nesta sexta-feira, 4 de novembro.   

A professora Adriana Kampff, Pró-Reitora de Graduação e Educação Continuada da PUCRS, ressalta que reconhecimentos como esse sempre refletem o empenho e a dedicação do corpo docente, técnicos administrativos e estudantes que contribuem para a excelência da universidade.   

“Investimos no desenvolvimento permanente de nossos educadores e buscamos oferecer recursos pedagógicos inovadores aos estudantes. O resultado do Guia em mais um ano mostra nosso compromisso com a formação de novos profissionais sensíveis às questões que afetam a sociedade, dinâmicos, empreendedores e propositivos”, afirma.   

Como é feita a avaliação  

Para avaliar a qualidade de quase 17 mil cursos superiores em todo o Brasil é utilizada uma metodologia conhecida como “avaliação por pares”. Nesse processo, a equipe do Guia atua como um instituto de pesquisa, colhendo a opinião de milhares de professores/as que atuam no Ensino Superior. Entenda como funcionam as principais etapas desse trabalho:  

Todas as instituições de Ensino Superior cadastradas no Ministério da Educação (Universidades, Centros Universitários, Faculdades e Institutos) são convidadas a fazer parte do Guia da Faculdade.  

Tanto os cursos da modalidade presencial como os da modalidade a distância são avaliados. Mas não são todas as graduações que entram no processo de avaliação. Para serem analisadas, elas precisam ter ao menos uma primeira turma com estudantes já formados/as, o que permite que o curso seja mais bem conhecido pela comunidade acadêmica em geral.   

O/a coordenador/a de cada curso que será avaliado recebe um questionário no qual pode apresentar as principais características da sua graduação, com foco em três aspectos: 

Existem modelos diferentes de questionários para os cursos presenciais e para os cursos à distância. Esses questionários servem de base para os avaliadores darem suas notas para os cursos. 

Quem avalia  

Mais de 10 mil professores/as universitários em todo o País são acionados para avaliar as mais de 17 mil graduações, em dezenas de áreas de conhecimento. Os/as avaliadores/as são acionados para dar notas aos cursos das suas áreas de formação e de instituições prioritariamente localizadas na mesma região do País na qual trabalham. Cada curso é distribuído para a avaliação de seis professores/as.
 

QS World University Rankings 2023A PUCRS está mais uma vez entre as melhores universidades de 14 países da América Latina e Caribe. O QS Latin America Ranking 2023, publicado pela organização britânica Quacquarelli Symonds (QS), classifica a Universidade como a melhor instituição privada da Região Sul do Brasil. Os resultados foram divulgados nesta quinta-feira (22).  

No Brasil, 98 universidades públicas e privadas foram avaliadas. A PUCRS segue como a 2ª melhor instituição privada do País e ocupa a 16ª posição entre todas as instituições brasileiras. O resultado desta edição considera dados referentes ao ano de 2020. Ao todo, foram avaliadas 428 universidades de países da América Latina e Caribe. 

O QS Latin America classifica as melhores universidades latino-americanas e caribenhas avaliando a produtividade e impacto de pesquisas, empregabilidade, ensino, impacto digital e internacionalização. São utilizados oito indicadores: Reputação Acadêmica; Reputação do Empregador; Razão entre Estudantes e Acadêmicos; Acadêmicos com PhD; Rede de Pesquisa Internacional; Citações por Publicação; Publicações por Acadêmico; e Impacto Online.  

A produção científica é o principal destaque apresentado pelas universidades brasileiras no ranking. A PUCRS está entre as 10 melhores colocadas do País e segunda colocada da região Sul no indicador de Citações por Publicação, quesito em que a Universidade apresentou crescimento com relação a edição anterior da avaliação. 

Leia também: PUCRS conquista melhor desempenho da história da Universidade na Avaliação da Capes 

Relembre outras premiações  

Pelo segundo ano consecutivo, a PUCRS foi a única universidade privada do Rio Grande do Sul presente no QS World University Rankings 2023. O levantamento, elaborado pelo grupo britânico Quacquarelli Symonds (QS), também classifica a Universidade entre as melhores do Brasil, como a terceira melhor Instituição de Ensino Superior (IES) privada do País. 

O levantamento Times Higher Education (THE) Latin America 2022, destacou mais uma vez a PUCRS entre as melhores universidades da América Latina e Caribe. O ranking reconhece a instituição como uma das 10 melhores universidades brasileiras e como a melhor universidade privada da Região Sul do Brasil.  

O Center For World University Rankings (CWUR) 2022, considerado o maior ranking acadêmico do mundo, destacou a PUCRS entre as 2 mil melhores universidades do mundo, superando mais de 90% das instituições. A Universidade também é destaque entre as instituições brasileiras mais bem posicionadas no ranking e a única Instituição de Ensino Superior (IES) privada do Rio Grande do Sul presente na lista.