Atividades foram realizadas com pacientes da região/Foto: Divulgação/PUCRS

Para marcar o Outubro Rosa, o Centro de Extensão Universitária Vila Fátima realizou o Dia Rosa em 20/10. Voltada à conscientização da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e de colo de útero, a data foi inteiramente dedicada à valorização da saúde da mulher e contou com intervenções planejadas especialmente para as pacientes da comunidade próxima ao Vila Fátima. Uma equipe multidisciplinar, composta por alunos e alunas dos cursos de Psicologia, Serviço Social, Nutrição e Enfermagem, protagonizou as ações. 

A enfermeira Denise de Moura Matos explica que esse “foi um momento para celebrar a mulher, estimular o autocuidado, elevar a autoestima e, sobretudo, um convite a pensar de forma continuada sobre saúde, prevenção e qualidade de vida. Lembrando, sempre, que saúde se faz todos os dias do ano, não apenas em um”. 

Na ocasião, foram realizadas atividades como roda de conversa, práticas artísticas, consultoria de maquiagem e sessões de reiki, sem deixar de lado o objetivo principal do projeto. Foram feitas consultas para coleta de exame citopatológico, solicitações de mamografia, testes rápidos de infecções sexualmente transmissíveis (IST’s) e aconselhamento sobre métodos contraceptivos. 

A acadêmica de Psicologia, Gabriela Voltz, uma das responsáveis pela iniciativa, considera que a ação teve uma imensa importância aos atendidos: “Acredito na importância de articular diferentes áreas, sobretudo em um compromisso com as pessoas da comunidade. No evento, foi possível promover um cuidado psicossocial atento às questões relativas ao Outubro Rosa. Foi uma forma de proporcionar um Serviço de Saúde de portas abertas, disposto a receber pessoas para dialogar, produzir cuidado e vínculos solidários. Eu amei o dia da ação, as trocas e o que pode ser construído em conjunto com cada um que participou”. 

A professora Andrea Bandeira reafirma o compromisso com a comunidade:

“As atividades de educação em saúde são essenciais nos serviços de atenção primária e essa ação, em especial, foi relevante por ser um momento de reencontro com a comunidade,  após tanto tempo sem realização de atividades coletivas por conta da pandemia”.

Sobre o Vila Fátima  

O Centro de Extensão Universitária Vila Fátima foi construído e consolidado ao longo de 40 anos. Por meio de uma parceria entre a PUCRS e o município de Porto Alegre, ampliou suas ações junto à comunidade e à rede de atenção à saúde, para a qual são recebidos recursos do SUS. Nele, são oferecidos serviços de qualidade em diferentes áreas, como educação, direito, saúde e assistência e desenvolvimento social.  

Atuam no Vila Fátima professores de cursos de graduação diversos e seus alunos e alunas, os quais têm a possibilidade de atuar diariamente pensando a partir da realidade e das necessidades da população.  

Estudantes da Escola de Ciências da Saúde e da Vida participam de treinamento para integrar a campanha de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde, Enfermagem, Vacina, Coronavírus

Foto: Bruno Todeschini

Em meio às incertezas sobre como será a vida pós-pandemia, a aprovação para o uso emergencial da vacina contra a Covid-19 em grupos prioritários simboliza a possibilidade de dias melhores. Para auxiliar na vacinação, estudantes da Escola de Ciências da Saúde e da Vida e profissionais da saúde do Centro de Extensão Universitária Vila Fátima (CEUVF) estão atuando em parceria com as equipes volantes da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre (SMS) na campanha de imunização. 

Mais de 20 estudantes de 11 cursos da saúde participam da ação, por meio do Programa de Educação Tutorial para Saúde da PUCRS (PET-Saúde), que já integra outras campanhas de vacinação do governo, através de um edital de colaboração. O projeto é organizado pelo Ministério da Educação e conta com supervisão e acompanhamento de docentes da Escola em práticas de campo. 

Neste sábado, 6 de fevereiro, o grupo realizou a imunização a domicílio de pessoas com mais de 60 anos e acamadas, em conjunto com o Exército. Para isso, 11 estudantes do curso de Enfermagem receberam uma capacitação na tarde da última sexta-feira, retomando o protocolo de imunização, procedimentos técnicos e de higienização. “A equipe conta com alunos e alunas que estão no último ano do curso ou inseridos no PET e que já tenham experiência de campo. Estamos prontos e com o treinamento necessário para esse tipo de atividade”, explica a professora Janete Urbanetto, coordenadora do curso de Enfermagem. 

Assistência à saúde para quem mais precisa 

Estudantes da Escola de Ciências da Saúde e da Vida participam de treinamento para integrar a campanha de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde, Enfermagem, Vacina, Coronavírus

Foto: Bruno Todeschini

O Centro de Extensão Universitária Vila Fátima (CEUVF) é um programa que, desde 1980, interage com a comunidade de baixa renda e em situação de vulnerabilidade social das proximidades do Campus da PUCRS. Denise Matos, enfermeira que presta assistência a pacientes do CEUVF, conta que atuar no combate à pandemia é ajudar a escrever a história. 

“Por meio de uma ação colaborativa e articulada com órgãos de saúde participarmos como agentes ativos deste momento tão significativo e transformador de valorização da ciência e da tecnologia, de reconhecimento das ações de saúde comunitária e, acima de tudo, de esperança em um futuro melhor para todos e todas DENISE MATOS.

Um termo de cooperação assinado com o Município de Porto Alegre em 2020 prevê que a equipe de enfermagem do CEUVF atue diariamente junto à equipe volante da Gerência Distrital (GD) Leste/Nordeste (Leno) para a vacinação contra Covid-19. 

Utilizando os aprendizados de sala de aula na prática 

Ao escolher ingressar no curso de Enfermagem, Júlia Luvizon conta que já sabia que estaria na linha de frente de momentos como esse. Ao receber o convite fiquei muito animada. É uma chance de colocar em prática o que estou aprendendo na graduação. Sabemos que o vírus é algo muito sério e sentir medo faz parte, mas por já ter estagiado durante a pandemia e saber do tamanho do cuidado dos nossos professores com os alunos, me sinto segura e extremamente feliz de poder ajudar”, destaca. 

Sobre a importância de a Universidade oferecer assistência qualificada para a população, a professora Andrea Bandeira, coordenadora do PET e da Coordenadoria Ensino-Serviço na Saúde (DAA-Prograd), explica que “o trabalho em equipe e a prática colaborativa contribuem de forma efetiva para o melhor atendimento das necessidades da população, focando no cuidado e na segurança de pacientes. Para Clarissa Rodrigues, aluna do curso de Enfermagem que participará como vacinadora voluntária na imunização, esse é um momento histórico muito feliz: 

Acredito que é extremamente engrandecedor para a formação profissional estar presente e atuando nesse ato tão simples e ao mesmo tempo tão cheio de significado e esperança, que é vacinar. É o reflexo do trabalho árduo da ciência em prol da vida.

A PUCRS é uma das únicas universidades com um campus da saúde completo e estrutura de ensino, pesquisa, assistência e inovação integrados, com diferentes opções de cursos de graduação e pós-graduação. Saiba como estudar na PUCRS! 

Desde o início da pandemia os/as estudantes vêm produzindo materiais informativos com o acompanhamento de docentes. Os conteúdos são divulgados em serviços de saúde e também nas redes sociais. 

Leia também: Covid-19: HSL vacinou hoje a milésima profissional da saúde