Pesquisa

PUCRS recebe 8º Colóquio de Bioética, Neuroética e Ética da Inteligência Artificial 

terça-feira, 02 de abril | 2024

Evento irá reunir palestrantes de mais 13 países para debater questões relacionadas à área de pesquisa em ética na IA 

Entre os dias 8 e 12 de abril, a PUCRS recebe o 8º Colóquio de Bioética, Neuroética e Ética em Inteligência Artificial. O evento tem formato híbrido, acontecendo com palestras presenciais e online, e reunirá pesquisadores, professores e alunos de cursos de pós-graduação em filosofia, bioética, medicina, ciências jurídicas, psicologia, neurociência, computação, engenharia, ciências sociais e humanidades de todo o mundo.  

O objetivo é debater, em um fórum público, questões e problemas relacionados a esses temas para celebrar e contribuir para a consolidação da pesquisa em Ética da Inteligência Artificial e a regulamentação da IA no Brasil, integrando startups, empresas, sociedade e o mundo acadêmico.  

O evento faz parte das ações da Rede de Inteligência Artificial Ética e Segura (RAIES) e é realizado em parceria com a Conferência AIRES e com o Colóquio Internacional da RAIES – FAPERGS. Neste ano, irá contar com a participação do Humboldt-Kollegs.  

No momento, as autoridades que já confirmaram presença são: a presidente da Procempa, Letícia Batistela; a Secretária Extraordinária de Inclusão Digital e Apoio às Políticas de Equidade do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Lisiane Lemos; a Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia, Simone Stülp; o diretor-presidente da FAPERGS, Odir Dellagostin. 

Sobre o projeto RAIES 

O projeto visa desenvolver embasamento teórico e técnico para apoiar desenvolvedores e empresas que produzam aplicações através de sistemas inteligentes (IA), a instituir políticas que promovam o desenvolvimento de uma IA Ética e Segura. O RAIES é uma iniciativa da PUCRS contemplado no edital da Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio Grande do Sul (Fapergs) destinado à criação de Redes Inovadoras de Tecnologias Estratégicas (RITEs/RS). Atualmente, o projeto conta com 18 instituições internacionais e nacionais, sete empresas e mais de 40 pesquisadores de nove áreas do conhecimento. 

Sobre a AIRES 

A missão AI Robotics Ethics Society (AIRES) é focar na educação dos líderes da IA de amanhã em princípios éticos, para assegurar que a IA seja criada de forma ética e responsável. À medida que a tecnologia avança a um ritmo exponencial, é imperativo que comecemos a pensar em como a IA irá interagir e impactar a sociedade em diferentes facetas da vida diária, com o foco na implicação ética e sua implementação dentro dos sistemas de IA. 

A AI Robotics Ethics Society foi fundada em 2018, na UCLA, em Los Angeles, por Aaron Hui, com o objetivo de se promover a conscientização e a importância da implementação e regulamentação ética da AI. A AIRES é hoje uma organização sem fins lucrativos com capítulos em universidade como University of Southern California (USC), California Institute of Technology (Caltech), Stanford University, Cornell University, Brown University e a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Brasil). 

Leia também: Paris 2024: representante do Comitê Olímpico conhece estrutura da PUCRS voltada à saúde   

Mais recentes