As inscrições podem ser feitas até o dia 18 de outubro. / Foto: Giordano Toldo

 

Podem participar da seleção pessoas que estejam em comprovada situação de vulnerabilidade socioeconômica, que residam em Porto Alegre ou na Região Metropolitana e que tenham realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) entre 2019 e 2022 para o curso de Medicina ou que tenham feito a prova entre 2012 e 2022 para os demais cursos. Os/as interessados/as também precisam obter aprovação no Vestibular da PUCRS 2024/1 para o respectivo curso pretendido, tendo realizado sua inscrição por meio da Modalidade II (seleção pela nota do ENEM). 

As inscrições no Programa Raízes permanecem abertas entre os dias 28 de setembro até o dia 22 de outubro, exclusivamente neste link. Depois da pré-aprovação da documentação pela comissão de seleção, os/as candidatos/as pré-selecionados precisam se inscrever no Vestibular 2024/1 entre os dias 25 de outubro e 13 de novembro 

Para concorrer a uma bolsa do Programa Raízes, é preciso:   

Fique ligado/a nas datas importantes: 

Inscrições 

As inscrições no Programa Raízes devem ser realizadas entre 28 de setembro a 22 de outubro exclusivamente neste link. 

Pré-análise e Vestibular 2024/1 

Após a realização da inscrição no Programa Raízes, o/a candidato/a passa por uma pré-análise dos documentos, entre os dias 28 de setembro a 23 de outubro. Aqueles que forem aprovados nesta etapa terão seus nomes divulgados no site do Programa Raízes no dia 24 de outubro.  

Apenas depois, no dia 25 de outubro, o/a candidato/a deverá realizar sua inscrição no Vestibular da PUCRS, que receberá inscrições até o dia 13 de novembro. Nessa etapa, é preciso optar pela Modalidade 2 – ENEM.  

Os/as candidatos/as que atenderem aos critérios do Programa Raízes terão sua taxa de inscrição isentada. 

Avaliação e resultado do Vestibular  

Primeiro contato  

No dia 23 de novembro a PUCRS irá entrar em contato com os/as 10 (dez) melhores classificados/as de cada curso para agendamento de entrevista com a Comissão de Heteroidentificação. O contato será feito com os/as candidatos/as a partir do telefone e do e-mail informados na inscrição no Programa Raízes. 

Entrevista 

Os/as 10 (dez) melhores classificados/as de cada curso participarão de entrevista pessoal e presencial com a Comissão de Heteroidentificação e Comissão de Seleção entre os dias 24 e 27 de novembro de 2023.  

Resultado  

No dia 27 de novembro de 2023, a Comissão de Heteroidentificação e Comissão de Seleção vao terminar a análise final dos candidatos e a lista de classificados/as e suplentes no processo de seleção do Programa Raízes será divulgada. O resultado será comunicado individualmente por meio do telefone ou e-mail informados no ato da inscrição no Programa Raízes. 

Matrícula 

O período de matrícula dos/as candidatos/as classificados/as se inicia no dia 28 de novembro de 2023. A matrícula será realizada junto à Central de Atendimento ao Aluno, conforme orientações estabelecidas pela Universidade no processo de Vestibular, que serão informadas aos candidatos/as classificados/as. 

SAIBA MAIS E INSCREVA-SE NO PROGRAMA RAÍZES

FAQ – dúvidas frequentes Programa Raízes 

Quais são os documentos que preciso entregar? Como é o processo? 

O/a candidato/a deverá, de acordo com o cronograma estabelecido, anexar os documentos (em formato digital), no formulário digital durante a inscrição no Programa Raízes. Os documentos são: 

Fique atento/a:  

Como a nota do ENEM é Calculada? 

A pontuação será resultante da média aritmética dos pontos obtidos nas 4 áreas e na redação, divididos por 5, a saber, (N1+N2+N3+N4+N5)/5. Caso o (a) candidato (a) inscrito (a) não seja identificado (a) pelo INEP ou apresente dados incoerentes com os do INEP, sua inscrição na Modalidade II estará automaticamente cancelada. 

Quais cidades da região metropolitanas são contempladas no programa? 

Porto Alegre, Alvorada, Araricá, Arroio dos Ratos, Cachoeirinha, Campo Bom, Canoas, Capela de Santana, Charqueadas, Dois Irmãos, Eldorado do Sul, Estância Velha, Esteio, Glorinha, Gravataí, Guaíba, Igrejinha, Ivoti, Montenegro, Nova Hartz, Novo Hamburgo, Parobé, Portão, Rolante, Santo Antônio da Patrulha, São Jerônimo, São Leopoldo, São Sebastião do Caí, Sapiranga, Sapucaia do Sul, Viamão, Taquara e Triunfo  

Como é feito o cálculo de renda?  

O resultado da renda per capta é a soma dos rendimentos da unidade familiar dividido pelo número de pessoas que a compõe, de modo que o resultado, por pessoa, não exceda a 1 (um) salário-mínimo nacional. Considera-se unidade familiar as pessoas residentes no mesmo domicílio mediante comprovação, independente do vínculo ou relação existe entre as pessoas que ali vivem.  

Auxílios do Governo Federal contam na renda familiar? 

Não. O Bolsa Família e/ou auxílio Brasil e Benefício da Prestação Continuada não são considerados componentes da renda familiar. 

Quais cursos são contemplados neste edital? E em quais turnos esses cursos serão ofertados?  

Biomedicina (***), Ciências Aeronáuticas (***), Ciências Biológicas – Licenciatura (tarde), Ciências Contábeis (noite), Design (Manhã), Educação Física – Licenciatura (manhã), Enfermagem (***), Engenharia de Energias Renováveis (noite), Farmácia (***), Filosofia – Licenciatura (manhã), Fisioterapia (***), Gastronomia (manhã), Letras – Língua Portuguesa  (noite), Medicina  (***), Nutrição (tarde), Odontologia (***), Pedagogia – Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental (noite), Produção Audiovisual (manhã), Relações Internacionais  (manhã), Teologia (manhã). 

Atenção: As aulas dos cursos assinalados com asteriscos (***) são ministradas pela manhã e/ou tarde e/ou noite, podendo variar de acordo com o semestre. Portanto, o/a aluno/a deverá ter disponibilidade de horário para cursar disciplinas em qualquer turno.   

O que acontece se eu não conseguir estudar no turno do meu curso escolhido? 

No caso de indisponibilidade para cursar a graduação na opção de turno e linha de formação indicado pela Universidade, o/a candidato/a será desclassificado/a e o/a suplente será chamado/a. 

Existe alguma taxa para participar do processo de seleção? 

Não. O Programa Raízes prevê a isenção da matrícula e a concessão de bolsa integral sobre o valor da mensalidade do curso para o qual o/a candidato/a selecionado/a realizou o vestibular. 

Atenção: Os custos que o/a candidato/a terá durante o seu percurso formativo na Universidade são de sua responsabilidade, não estando incluídas no programa quaisquer despesas que não, única e exclusivamente, a matrícula e as mensalidades do respectivo curso do candidato beneficiário, dentro do prazo ordinário de conclusão do curso. 

Tatiana é estudante do curso de Administração de Empresas, da Escola de Negócios da PUCRS. / Foto: Giordano Toldo

“Não é só uma bolsa de estudos: é amizade, carinho e compreensão”. É assim que Tatiane Bauermann define o Programa Raízes, projeto que busca tornar o Ensino Superior mais diverso e inclusivo ofertando bolsas de graduação presencial para estudantes pretos, pardos e indígenas da Região Metropolitana de Porto Alegre. A estudante do curso de Administração de Empresas, da Escola de Negócios da PUCRS, é uma das beneficiadas pelo programa. Para ela, além de toda a estrutura física do Campus, o acolhimento que recebeu na Universidade fez toda diferença.  

“Está sendo maravilhoso. Qualquer coisa que eu mencione é muito pouco comparado ao que isso representa para mim. A experiência, o conhecimento, a convivência e tudo que a Universidade tem me proporcionado no pouco tempo que estou aqui é muito incrível. Sinto que o mundo se abriu, que as portas que se abriram. O conhecimento, a visão de mundo e forma de enxergar as coisas: sinto que as coisas mudaram desde comecei a estudar aqui”, conta entusiasmada. 

Ingressar no Ensino Superior é um sonho compartilhado entre muitos jovens e adultos. No entanto, os obstáculos são maiores para aqueles que se encontram em vulnerabilidade socioeconômica ou que fazem parte de grupos minoritários, como pretos, pardos e indígenas. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2022, pessoas negras ou pardas, de 25 anos ou mais, estudam, em média, 1,7 anos a menos do que pessoas brancas. A desigualdade também pode ser vista nos povos originários: em 2021, indígenas representavam apenas 0,5% dos estudantes do Ensino Superior no Brasil. 

A PUCRS, por meio do Programa Raízes, busca contribuir para a mudança desse cenário. Iniciado no segundo semestre de 2023, o programa já possibilitou a entrada de 19 alunos e alunas na Universidade. Tatiane conta que, após ser aprovada, foi recebida de braços abertos pela Universidade: “a PUCRS direciona, pega o estudante no colo, abraça e se preocupa com o que alunos e alunas precisam”.  

“A equipe responsável pelo Programa Raízes é muito solícita com os estudantes. O professor Francisco Kern está sempre em contato comigo para saber como estou. Não tenho palavras para descrever o carinho e atenção que recebemos”, afirma. 

A graduação como a realização de um sonho   

Alysson Machado sempre sonhou em cursar Direito e a sua meta era ingressar na graduação da PUCRS. Após anos tentando, foi contemplado pelo Programa Raízes e, hoje, sente que finalmente está realizando um sonho.  

programa raízes

Alysson conta que sempre sonhou em estudar Direito na PUCRS. / Foto: Giordano Toldo

“A Escola de Direito da PUCRS é incrível, a imensidão de conhecimento que adquirimos desde o primeiro semestre é algo maravilhoso. Eu estudo à noite e gosto de chegar bem cedo para aproveitar toda a estrutura do Campus. Acho que o mais incrível desse lugar é a biblioteca: são 14 andares e podemos passar o dia inteiro conhecendo, mas obviamente acabo tendo a biblioteca do Direito como meu local preferido. Os professores também são ótimos, quando olho o currículo de cada um eu sinto um orgulho enorme de poder ser estudante deles”, conta Alysson. 

O futuro começa aqui 

Além do ensino de qualidade, a PUCRS oferece um ecossistema completo com tudo que os/as estudantes precisam. Para Susan Ferreira, estudante de Licenciatura em História da Escola de Humanidades, a experiência universitária está sendo fundamental para adquirir um amplo conhecimento na área, além de permitir ter perspectiva para entender o que ela realmente quer para seu futuro.  

“Eu conheci muita gente legal aqui e tenho colegas maravilhosos. Estou participando de um grupo chamado Jogai, cujo objetivo é fazer jogos para tornar o ensino da História mais didático e divertido durante aprendizagem. Eu estou aproveitando coisas que a Universidade oferece além do curso, por exemplo, a oficina de violão do PUCRS Cultura – já que eu sempre quis aprender a tocar este instrumento. Outra coisa que me fascinou também foi a possibilidade de os alunos saírem da Universidade poliglotas cursando disciplinas linguísticas. Eu não tinha noção de tudo isso. Saber que a PUCRS oferece apoio psicológico para os estudantes também é muito bacana”, conta Susan. 

programa raízes

Susan está estudando Licenciatura em História, na Escola de Humanidades. / Foto: Giordano Toldo

Quando se trata do lado profissional, a Universidade conta com todo o suporte para que estudantes se desenvolvam, seja com o PUCRS Carreiras, ou com oportunidades dentro do Tecnopuc, por exemplo. Tatiane optou por fazer Administração porque sentia afinidade pela área, mas se sentia sem rumo. Na PUCRS, ela sente que conseguiu encontrar o caminho para o seu futuro. 

“Eu descobri aqui dentro infinitas possibilidades e que não é necessário esperar os quatro anos da graduação para me inserir no mercado de trabalho. Aqui eu tenho encaminhamento e acolhimento. A PUCRS nos oferece um mundo de possibilidades.”  

Inscreva-se no Programa Raízes  

Dando continuidade ao projeto iniciado em 2023, o Programa Raízes está com as inscrições abertas até o dia 18 de outubro. Com 20 opções cursos de graduação presencial, a Universidade vai conceder uma bolsa por curso presente no edital para estudantes pretos, pardos e indígenas que estejam em comprovada situação de vulnerabilidade social.  

CLIQUE PARA SABER COMO PARTICIPAR