Em comemoração aos 75 anos da PUCRS, o Centro de Pastoral e Solidariedade da PUCRS, em parceria com a Liga Acadêmica de Saúde e Espiritualidade (LIASE), realizará a 1ª Jornada Internacional de Meditação. O evento ocorre nos dias 25 e 26 de outubro, em formato online, e pretende proporcionar uma oportunidade para explorar o papel da meditação no contexto da saúde integral e na promoção de bem-estar e do cultivo da interioridade. Além disso, será uma oportunidade única para os/as participantes se conectarem com conferencistas renomados, que trarão uma variedade de perspectivas sobre a meditação.  

A Jornada contará com palestrantes nacionais e internacionais, além de tradução do espanhol para português, tornando este evento acessível a pessoas de todo o mundo. Para participar, basta realizar a inscrição pelo link. A participação é gratuita. 

Confira a programação 

25 de outubro: das 17h15 às 18h55 

26 de outubro: das 9h às 10h50 

Conheça os painelistas 

Regina Chamon é médica clínica geral e hematologista, com foco no estilo de vida e controle do estresse para melhorar a saúde, além de professora de meditação formada pela Unifesp e pela escola médica de Harvard. É uma comunicadora talentosa que simplifica o cultivo do bem-estar através de várias plataformas, incluindo seu Instagram @drasanguebom, Podcast Desestresse e Coluna Saúde Sem Estresse na Revista Boa Forma. 

Bruna Fernandes da Rocha é psicóloga formada pela PUCRS e coordenadora do Departamento de Ensino, além de supervisora de estágio do Centro Vitalis. Mestre em Gerontologia Biomédica e doutoranda em Psicologia pela PUCRS, Bruna é especializada em Terapias Comportamentais Contextuais e é instrutora em treinamento de Mindfulness-Based Cognitive Therapy pela Universidade de Oxford. Ela atua como psicóloga clínica e supervisora de estágio na Clínica de Saúde Vitalis. 

Ausiàs Cebolla i Martí é licenciado e doutor em Psicologia pela Universidade de Valência e trabalha como professor assistente doutoral na Faculdade de Psicologia da mesma instituição. Sua pesquisa se concentra em mindfulness e meditação, realidade virtual, psicologia positiva e estilos de vida saudáveis. Além disso, codesenhou o protocolo de Treinamento de Bem-Estar baseado em práticas contemplativas. 

Ana Silveira é graduada em Teologia pela PUCRS e doutora em Teologia Dogmática pela Pontifícia Universidade de Salamanca. Também é graduada em Teologia Espiritual pela Pontifícia Universidade de Comillas, com prêmio extraordinário, e Mestre em Misticismo e Ciências Humanas pela Universidade de Mística.  

Leia também: 5 dicas práticas para quem quer começar a meditar 

meditar, dicas para meditar

É importante reservar um tempo para cuidar de você. / Foto: Jonathan Heckler

Por que meditar? Em meio a um estilo de vida cada vez mais acelerado e conectado, a meditação pode ser um bom recurso para o cultivo da saúde mental e do bem-estar. Esses exercícios, que podem ser feitos em casa, e estimulam a conexão emocional e de autocuidado. Confira as dicas do Mateus Luis Schäfer, filósofo, líder do projeto de meditação do Centro de Pastoral e Solidariedade 

Para meditar, você não precisa de nenhum equipamento especial para praticar e não há contraindicação, independentemente da idade ou do estilo de vida. Para conseguir se desconectar e iniciar uma jornada de meditação, é necessário persistência e paciência, até que a prática leve ao hábito.  

Dicas para iniciantes:  

É possível meditar sozinho/a, com um professor, utilizando um aplicativo, assistindo a um vídeo na internet, entre outros. Confira dicas que podem facilitar nas primeiras práticas: 

1) Reserve um momento para você

Se é importante, está na sua agenda! Reservar um momento ao longo do dia para se desligar do mundo externo e se conectar com você é muito importante. Pode ser ao acordar, para começar o dia com menos ansiedade e mais foco; no meio do dia, para descansar um pouco das tarefas; ou quando for se deitar, para acalmar a mente antes de dormir. Idealmente, um período de 10 a 15 minutos é um ótimo tempo para começar e trazer pequenos benefícios em relação à atenção e à respiração, mas cinco minutos já são suficientes para permitir uma sensação de tranquilidade. 

2) Encontre um local calmo

É recomendado separar um espaço onde você possa se sentar com um pouco de tranquilidade, como uma sala, um jardim, um sofá, sendo possível na própria cadeira do escritório, ou até no carro, após estacionar antes de ir para o trabalho, por exemplo.   

Na PUCRS, há diversos espaços para você praticar a meditação. A Universidade oferece a sala de meditação no prédio 15 (sala 327), no Tecnopuc (sala 117, prédio 96C), a Capela (prédio 23) além dos jardins, que são um convite para parar e respirar fundo.  

3) Escolha uma postura confortável

A Universidade oferece diversos espaços para estudantes praticarem meditação. / Foto: Giordano Toldo

Esqueça a postura que costumamos ver por aí, da pessoa sentada em posição de lótus. Essa posição, em especial, exige treinamento prévio. Para quem está começando, ela pode ser bem desconfortável.  

Faça alguns breves e leves alongamentos e comece sentando-se em uma cadeira. Pés firmes no chão, mãos sobre as pernas, o queixo levemente levantado. Apenas tome cuidado para que sua coluna fique reta, sem forçar. O importante é que você consiga achar uma postura que te permita ficar relaxado, mas, ao mesmo tempo, desperto e atento.  

4) Fique atento à sua respiração

É importante aprender a dar uma atenção especial a sua respiração, utilizando os pulmões completamente. Deve ser feita uma inspiração profunda, puxando o ar, inflando a barriga e o tórax, e uma expiração lenta e prazerosa.   

O controle da respiração pode não ser fácil no começo, o que é percebido durante a prática, mas é importante que seja confortável e sem forçar, para que não se torne um momento desagradável. Um exercício que pode ser feito é contar até quatro na inspiração, e repetir esse tempo para a expiração. 

5) Foco e concentração

Na meditação tradicional é necessário encontrar um foco para manter a atenção. Geralmente podemos usar um mantra, que é qualquer som, sílaba, palavra ou frase que deve ser repetida várias vezes para exercer um poder específico sobre a mente e que auxilie a concentração para a meditação.

Na meditação cristã é usada a palavra Maranatha. O importante é que você encontre um ritmo confortável para sua respiração, mantendo o foco total no movimento.  

Dica bônus  

É muito comum que surjam diversos pensamentos durante a meditação, e, neste caso, não se deve brigar com eles, mas sim deixá-los vir e depois partir. Jamais vamos “esvaziar nossa mente”, ela é assim e sempre existirão muitos pensamentos. Com o tempo e a prática, fica mais fácil não se prender aos pensamentos.   

Apoio para começar a meditar  

O Centro de Pastoral e Solidariedade da PUCRS disponibiliza diversas iniciativas e conteúdo para quem deseja inserir a meditação na rotina. Entre as atividades estão podcasts, grupos e programas de mentoria. Mais informações sobre as ações podem ser conferidas no site.

Leia também: Como transformar o hábito da leitura em uma profissão 

escola de meditação

Foto: Divulgação/ Centro de Pastoral

Recentemente, o Projeto de Meditação do Centro de Pastoral e Solidariedade da PUCRS celebrou a diplomação da primeira turma de facilitadores da Escola Meditatio. Agora, a Escola conta com novos cinco facilitadores de meditação para contribuir com as atividades de práticas contemplativas oferecidas para a comunidade. 

A ocasião contou com a participação presencial e remota dos facilitadores, além de amigos, professores e funcionários da Universidade. Também estiveram presentes o pró-reitor de Identidade Institucional, Ir. Marcelo Bonhemberger e o líder do projeto de meditação, Malone Rodrigues. Foram diplomados os facilitadores: Genice Ferreira Berwanger (alumna), Rogerio Mongelos (alumnus), Valentino Bohn Debastiani e Mateus Barcelos (graduandos do curso de Psicologia) e Leticia Marconatto (membra da comunidade externa). 

“A Escola Meditatio é um impulso estratégico do Projeto de Meditação da Universidade. Acreditamos que com essa nova fase vamos conseguir oferecer muito mais atividades para a comunidade, criando assim uma cultura do cuidado e da promoção da vida através das práticas contemplativas”, afirma Malone Rodrigues. 

Na solenidade, os/as participantes tiveram a oportunidade de escutar as falas dos facilitadores que, com muita emoção, agradeceram a oportunidade e partilharam a animação em exercer as atividades no próximo ano. Elementos do carisma educativo marista foram lembrados na fala do Ir. Marcelo, que também recordou a gratidão da Universidade para com os facilitadores que aceitaram compartilhar tudo o que vivenciaram no projeto com outros membros da comunidade universitária.  

Sobre a escola 

escola de meditação

Foto: Divulgação/ Centro de Pastoral

A Escola Meditatio foi criada em 2021 com objetivo de capacitar membros da comunidade universitária para atuarem como facilitadores de práticas meditativas na Universidade. A formação é dividida em dois módulos, sendo que o primeiro parte de um eixo teórico e o segundo de um estágio prático de facilitação de práticas de meditação.  

As vagas para participar das turmas da Escola são limitadas. Caso você tenha interesse, é possível se inscrever pelo site do Centro de Pastoral e Solidariedade da PUCRS. Os inscritos precisam estar vinculados à comunidade universitária e terem participado de forma efetiva em uma das ações oferecidas pelo projeto.  

Projeto de Meditação da PUCRS  

O projeto de meditação nasceu em 2018 e ganhou uma promoção consistente na universidade quando foi inaugurada a primeira Sala de Meditação da universidade no Living 360°. Desde lá, uma nova sala foi inaugurada no TECNOPUC e inúmeras ações foram promovidas pela Pastoral, além de parcerias externas. 

Com o período da pandemia, as ações foram levadas para o ambiente virtual, com conteúdos formativos, como podcast e aulas gravadas, além de práticas conduzidas pelo Zoom. Além de um novo espaço sendo pensado para 2023 e da segunda turma de multiplicadores, pretende-se intensificar a criação de conteúdo multimídia que visam levar as práticas contemplativas a mais membros da comunidade universitária. 

meditação

Malone Rodrigues, líder do projeto de meditação da PUCRS / Foto: Divulgação

A PUCRS, através da Pró-Reitoria de Identidade Institucional (Proiin), em parceria com o Parque Científico e Tecnológico (Tecnopuc) e a Associação de Dirigentes Cristãos de Empresas Porto Alegre (ADCE) inauguraram uma nova Sala de Meditação no Campus. O espaço está localizado na sala 117 do prédio 96C, no Tecnopuc, e está aberta diariamente para toda a comunidade acadêmica, das 7h às 23h.

Além de estudantes, professores e técnicos admirativos, participaram da cerimônia de inauguração o Pró-Reitor da Proiin, Ir. Marcelo Bonhemberger, o Superintendente de Inovação e Desenvolvimento da PUCRS e do Tecnopuc, Jorge Audy, e o Presidente da Associação dos Dirigentes Cristãos de Empresas de Porto Alegre, Klaus Bohne.

Durante a abertura, o Irmão Marcelo reforçou que a nova Sala de Meditação é o desejo concreto da busca da Proiin em promover e incentivar o cuidado com os membros da comunidade. O professor Audy trouxe insights da sua participação no SXSW EDU, que abordou em vários momentos as questões da saúde mental e do bem-estar. “A sala de meditação é início do movimento que estamos fazendo para promover o bem-estar integral”, afirmou. Já o presidente da ADCE, Klaus Bohne, patrocinador do espaço, enfatizou a alegria em ser um dos apoiadores desta iniciativa tão relevante.

sala de meditação, Tecnopuc

Foto: Divulgação

O Capelão da Universidade, Pe. Gustavo Haas, acompanhado por estudantes da Escola de Humanidades, fez a benção do novo espaço, que na sequência foi aberto e todos os presentes tiveram a oportunidade de conhecer.

Uma nova sala para todos

Com o novo espaço de uso compartilhado inaugurado, toda a comunidade acadêmica da Universidade está convidada para participar das atividades que são conduzidas pelo líder do projeto de meditação na Universidade, Malone Rodrigues.

Entre os projetos, estão sessões de meditação guiada, que acontecem presencialmente na Sala de Meditação do Tecnopuc, nas quintas-feiras, das 16h30 às 17h15. Não é necessário fazer inscrição, no entanto, as vagas estão condicionadas a capacidade do espaço.

A sala também poderá ser reservada para atividades em grupo, seguindo o mesmo processo de reserva dos demais espaços do Tecnopuc.

Leia também: 5 dicas práticas para quem quer começar a meditar

Foto: iStock

Quando conversamos sobre concentração, é importante compreender o que é a atenção. Segundo o psicólogo Robert J. Sternberg, ela pode ser definida como “o fenômeno pelo qual processamos ativamente uma quantidade limitada de informações do enorme montante disponível através de nossos sentidos, de nossas memórias armazenadas e de outros processos cognitivos”. Desse modo, podemos dizer que concentração é a capacidade de conduzir nossa atenção de maneira a focar em um único ponto, pensamento ou ação. Esse estado de concentração foi estudado por Mihaly Csikszentmihalyi, que criou o termo “flow” para designar o estado de absoluta concentração que atingimos quando fazemos algo que gostamos. Em seu estudo, ele analisou pintores enquanto pincelavam suas obras. 

No entanto, segundo algumas estimativas, nosso cérebro recebe cinco vezes mais informações por dia do que há 40 anos atrás.  O filósofo sul-coreano Byung-Chul Han, em seu livro A Sociedade do cansaço, propõe uma reflexão sobre o retrocesso da nossa espécie à ideia de “multiatenção”. Para ele, estamos retrocedendo ao nosso estado selvagem, pois são os animais que precisam estar sempre em alerta, dividindo sua atenção entre a busca do alimento e a sobrevivência. Hoje, sabemos que a tal habilidade chamada de “multitarefa” não é eficaz para o ser humano. 

Mas o que fazer para poder focar efetivamente em algo? Confira essas cinco dicas preparadas pelo filósofo Malone Rodrigues, líder do projeto de meditação do Centro de Pastoral e Solidariedade da PUCRS, para ajudar no cultivo da sua concentração. 

  

  1. Inspire-se em Sherlock Holmes 

  O maior detetive fictício do mundo é alguém que conhece o valor da concentração, e pode ser objeto de inspiração. Nas histórias escritas pelo autor Arthur Ignatius Conan Doyle, podemos perceber que quando um novo caso é apresentado, Holmes não faz nada mais do que se sentar em sua cadeira de couro, fechar os olhos e unir as mãos em uma atitude de quietude e silêncio. Ele se transforma no detetive mais inativo e ativo que existe.  Podemos chamar esta atitude de centramento. Concentrar é trazer para o centro da nossa mente aquilo que estamos fazendo e pensando.  

  1. Preste atenção no que está fazendo.
5 dicas,estudo,ensino,disposição,foco

Foto: Andrea Piacquadio/Pexels

Vamos lá! Até chegar nesta linha, sua atenção foi capturada quantas vezes? Pensamentos, mensagens no celular, algum barulho na sua casa, uma notificação… Calma! Estamos habituados a fazer as coisas de forma mecânica e ao mesmo tempo receber inúmeros estímulos externos. Sabemos que nosso cérebro tem a capacidade de aprender novos comportamentos. Então, cultive sua atenção no que está fazendo agora!  

  1. Treine seu cérebro

Seu cérebro é como seus músculos: precisa ser treinado. Estimule sua mente com jogos. Palavras cruzadas, xadrez, quebra-cabeças e jogos de memória são ótimos aliados. Algumas sugestões de jogos online gratuitos com o objetivo de treinar a mente são os do site CogniFit.  

  1. Elimine distrações 

Não é possível encontrar uma solução para ontem”, nada na vida funciona em um estalar de dedos. Tudo exige processo, calma e tempo. No entanto, você pode colaborar com sua atenção. Retire as distrações: desligue o celular (oo coloque no modo avião) e desative as notificações. Lembre-se da dica 2! Quando for fazer algo, foque nisso. Esqueça o mundo externo e, quando se distrair, escolha voltar para a atividade que está executando.  

Uma maneira muito legal de fazer isso é o método Pomodoro. A Técnica Pomodoro é um método de gerenciamento de tempo desenvolvido por Francesco Cirillo no final dos anos 1980, ela consiste em utilizar um cronômetro para dividir o trabalho em períodos de 25 minutos, separados por breves intervalos. Isso ajuda você a focar sua atenção. 

  1. pregrad, meditação guiada, pastoral, concentração

    Foto: Camila Cunha/PUCRS

    Pratique a meditação 

Primeiro precisamos entender que a meditação é sim uma prática presente em várias tradições religiosas. No entanto, ela vem sendo utilizada de maneira laica, com o objetivo de cultivar a atenção e promover bem-estar. Embora as práticas tenham sua origem nas antigas tradições religiosas como o cristianismo, budismo e tantas outras, quando se trata de psicologia experimental, a prática da meditação tem menos a ver com espiritualidade e mais com o cultivo da concentração, ou seja, está relacionada com a capacidade de aquietar a mente, focar a atenção no presente e afastar qualquer distração. 

Já em 1970, a psicóloga e professora de Harvard Ellen Langer demonstrou que o pensamento consciente pode levar a melhorias nas funções cognitivas e até mesmo nas funções vitais em adultos e idosos. Hoje, existe uma infinidade de pesquisas científicas que abordam os benefícios da meditação nos estados de consciência e concentração. Mesmo que em pequenas doses, a meditação pode colaborar com mudanças impressionantes. 

Em 2020, pesquisadores da Universidade de Hokkaido, no Japão, publicaram um estudo na revista Social Cognitive and Affective Neuroscienceno qual demonstravam que a meditação pode mudar a atividade cerebral, modificando de maneira positiva a atividade neural e a atenção. O estudo envolveu 49 participantes saudáveis, todos eram estudantes universitários que não conheciam a meditação.  

Divididos em dois grupos, um recebeu um treinamento de oito semanas de meditação, e o outro apenas participava de momentos em que escutava músicas clássicas. Ao analisar os participantes que meditaram, os pesquisadores descobriram evidências da eficácia da meditação e de como ela afeta de maneira positiva a atividade cerebral e o desempenho cognitivo. Então, busque meditar! 

  

pregrad, meditação guiada, pastoral, concentração

Foto: Camila Cunha/PUCRS

Dica Bônus: você gostou da última dica sobre meditação? Já tentou meditar através de aplicativos, podcasts, livros e não conseguiu? Alunos/as da PUCRS podem participar de forma gratuita e online do projeto Trilha de Meditação, do Centro de Pastoral e Solidariedade da PUCRS. O projeto consiste em uma mentoria individual, que busca auxiliar o participante a implementar as práticas meditativas em sua rotina.  

São liberadas 20 vagas mensalmente para a comunidade PUCRS. Para participar ou deixar seu nome na lista de espera, basta enviar um e-mail para [email protected] ou acessar o site: https://www.pucrs.br/pastoral/espiritualidade/meditacao/  

  Além deste projeto, que é exclusivo para comunidade PUCRS, a Universidade conta com 3 grupos de meditação semanais, abertos ao público externo, que, durante a pandemia, estão funcionando no formato online. Confira as opções: 

Para participar, basta enviar um email para: [email protected] 

Leia também: Pastoral promove projeto de meditação com atividades online  

Uma prática milenar, a meditação é um conjunto de técnicas que buscam a regulação do corpo e da mente. Por meio da focalização da atenção, a atividade proporciona benefícios como diminuição do estresse e do nervosismo, melhora na qualidade do sono, ampliação da concentração, além de contribuir nos tratamentos de depressão e ansiedade. Utilizada por muitas religiões como uma prática direcionada a espiritualidade, a meditação também pode proporcionar reflexão e autoconhecimento.

Com o objetivo de contribuir para o bem-estar emocional e espiritual, o Centro de Pastoral e Solidariedade da PUCRS está promovendo atividades online voltadas para a prática da meditação. A iniciativa reúne workshop de introdução à meditação online, trilha para acompanhamento personalizado e grupos de meditações em diferentes formatos.

Leia também: 5 dicas: práticas para quem quer começar a meditar

Conheça as atividades do projeto de meditação online

Meditar exige persistência e paciência, e quando realizada de forma online os desafios aumentam, mas não é impossível. Pensando nisso, será oferecido de maneira gratuita um momento de formação e partilha sobre como realizar a prática nessa modalidade. Além de ferramentas, dinâmicas e cuidados será apresentada uma introdução às meditações Slow e Cristã.

O Workshop de Introdução à Meditação Online acontece no dia 30 de março, terça-feira, das 15h às 16h30min, pela plataforma Zoom. Serão oferecidas 30 vagas, sendo 25 para comunidade PUCRS e 5 vagas para comunidade externa. Para realizar a inscrição é necessário preencher o formulário disponível neste link.

A Meditação Slow é uma filosofia voltada para auxiliar na desaceleração e no relacionamento saudável com o tempo por meio de práticas de treinamento mental, atenção plena e relaxamento.

Os grupos de Meditação Slow acontecem semanalmente nas terças-feiras das 8h às 8h30min e quintas-feiras das 17h às 17h30min. A atividade é gratuita e aberta para toda a comunidade. Para participar, basta enviar um e-mail para [email protected] com seu nome e contato. Você receberá um e-mail com o link de acesso na plataforma Zoom.

Em parceria com a Comunidade Mundial de Meditação Cristã, a Meditação Maranatha segue os ensinamentos de Dom John Main, monge beneditino que sonhava com mosteiros sem paredes. Através de mantras, orações e silêncio são cultivadas práticas da tradição cristã para meditar.

Os grupos de Meditação Cristã acontecem semanalmente nas sextas-feiras, das 16h às 17h. A atividade é gratuita e aberta para toda a comunidade. Para participar, basta enviar um e-mail para [email protected] com seu nome e contato. Você receberá um e-mail com o link de acesso na plataforma Zoom.

A Trilha de Meditação busca, com o serviço de tutoria de meditação, acompanhar de forma personalizada aqueles que buscam introduzir em suas vidas a prática de meditação. A iniciativa tem como objetivo auxiliar os participantes a iniciar ou aperfeiçoar a prática de meditação, ao mesmo tempo em que são compartilhados conteúdos formativos sobre como integrar a meditação na vida diária, em especial na vida acadêmica.

A Trilha é dividida em quatro sessões: alinhamento e apresentação, introdução de prática, acompanhamento e percurso. As sessões duram entre 15 e 30 minutos e podem ser semanais ou quinzenais. Os encontros são realizados por videochamada na plataforma Zoom. Entre as sessões, o tutor estará disponível para solucionar qualquer dúvida (de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h).

A atividade é voltada apenas para a comunidade PUCRS e as inscrições podem ser realizadas de forma gratuita clicando aqui.

Procura pela prática da meditação aumentou durante a pandemia

Foto: Camila Cunha

Dados do RankMyApp indicam que o número de downloads de aplicativos de meditação no Brasil aumentou em 46% na Play Store e em 613% na App Store de fevereiro para março, mostrando que as pessoas passaram a buscar mais por essa prática.

Para o assistente de Pastoral Malone Rodrigues, essa busca pela meditação é consequência de uma vida acelerada, a qual estava gerando burn out, depressão e ansiedade. Como reação, as pessoas passaram a buscar práticas integrativas. Malone ainda sugere àqueles que estão iniciando a meditar que realizem a prática atencional silenciosa, a mais buscada no período e que pode ser praticada por todos.

Projeto Trilha de Meditação, do Centro de Pastoral e Solidariedade inicia pessoas nessa prática. São realizados quatro encontros semanais e, durante a pandemia, foi adaptado para a modalidade online.

Para conhecer o projeto e entender mais sobre meditação, leia a matéria completa na Revista PUCRS (página 44).

5 dicas,serviços,universidade,em casa,pandemia,quarentena,serviços da universidade,meditação,pastoral,carreiras,biblioteca,academia,parque esportivo

Meditação, dicas de exercícios e orientação do Carreiras são algumas das possibilidades / Foto: Pexels

Nesta semana iniciamos um novo semestre letivo na Universidade. Apesar de não estarmos tão próximos quanto gostaríamos, seguimos juntos nos reinventando, aprendendo e nos qualificando – sempre de forma segura e responsável. Mesmo com a distância, oferecemos uma série de serviços que você pode continuar aproveitando de sua casa. Confira alguns deles:

1. Mantenha-se informado com o PressReader: com esse recurso oferecido pela Biblioteca é possível ter acesso a mais de 2.500 jornais diários e mais de 3.500 revistas de todo o mundo de forma gratuita. O serviço está disponível para alunos, professores e técnicos-administrativos. Para utilizá-lo em casa basta configurar o acesso remotoClique aqui para saber mais.

2. Vivencie uma experiência online no MCT: o Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS desenvolveu um espaço de interação online com diferentes formatos e conteúdos educativos sobre diversas áreas do conhecimento. Os materiais são atualizados quinzenalmente para oferecer novas interações aos visitantes. Escolha sua experiência aqui.

3. Melhore sua qualidade de vida com a prática da meditação: o Centro de Pastoral e Solidariedade desenvolve diferentes projetos de meditação para promover a qualidade de vida e o bem-estar. As atividades são gratuitas para alunos, alumni, professores e técnicos-administrativos e estão disponíveis aqui. Além disso, no IGTV da PUCRS há alguns vídeos de meditação guiada que podem ser acessados por todos, a qualquer momento.

4. Planeje seu futuro profissional com o PUCRS Carreiras: em um momento de tantas incertezas, planejar o futuro pode ser ainda mais desafiador. Pensando nisso, o Carreiras segue oferecendo orientação por meio de consultoria, suporte para elaboração de currículo e preparação para entrevista de processo seletivo – tudo na modalidade online. O serviço é gratuito para alunos da Universidade.

5. Mantenha-se ativo com o Parque Esportivo: o espaço está reabrindo de forma gradual, mas segue com sua programação de lives no Instagram, com aulas de Hiit, ritmos e yoga. Também são publicados vídeos no IGTV com treinos de outras modalidades oferecidas no Parque. Além disso, os professores estão disponibilizando treinos personalizados e de fácil execução para se exercitar em casa pelo aplicativo Mywellness. Quem é aluno do Parque Esportivo pode conversar diretamente com os professores para tirar dúvidas e pedir informações. O app está disponível para download para Android, na Play Store, e iOS, na App Store.

Dica bônus: fique de olho em nossa agenda! Lá você fica sabendo de todos os eventos, oficinas, cursos e demais atividades online promovidas pelas Escolas e unidades, como o Instituto de Cultura e o Tecnopuc.

Semana_No_Stress_semana_meditaçãoA pressão emocional durante o período de provas pode ser um problema sério na vida de quem estuda. No desejo de cuidar de alunos e professores, o Centro de Pastoral e Solidariedade lança a 1ª edição da Semana #NoStress. A proposta do projeto é chamar a atenção da comunidade universitária para os cuidados com o bem-estar pessoal durante o período de avaliações acadêmicas.

A programação da Semana #NoStress ocorre de 21 a 25 de outubro no Living 360°, prédio 15 da PUCRS (Av. Ipiranga, 6681 – Porto Alegre/RS). O evento é gratuito e aberto para a comunidade. A inscrição pode ser feita no link e cada participante é convidado a trazer um quilo de alimento não perecível. Além das atividades, a Sala de Meditação, está à disposição para todos aqueles que quiserem um momento de silêncio e conexão durante o período de provas.

Programação:

21 de outubro – Segunda-feira

22 de outubro – Terça-feira

23 de outubro  – Quarta-feira

24 de outubro – Quinta-feira

25 de outubro – Sexta-feira