Saúde mental e emocional, pessoa dando apoio a outra

Confira dicas para cuidar da sua saúde mental. / Foto: Pexels

Cuidar do bem-estar mental é tão crucial quanto cuidar da saúde física. A iniciativa do Janeiro Branco, concebida pelo psicólogo Leonardo Abrahão em 2013 e transformada em lei em 2023, pretende conscientizar a sociedade sobre a importância da saúde mental. Em 2024, a campanha “Saúde Mental enquanto é tempo” propõe uma reflexão profunda sobre a necessidade de dedicar atenção a si e ao todo, com respeito e carinho.

No Brasil, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 86% da população sofre de algum tipo de transtorno mental, como fobias, depressão, transtornos de ansiedade e personalidade, entre outros. O país também conta o maior número de pessoas ansiosas:  9,3% da população brasileira sofre com a doença 

Para enfatizar importância da conscientização sobre o tema, a professora Rita Petrarca, do curso de Psicologia da Escola de Ciências da Saúde e da Vida da PUCRS, preparou sugestões de como começar o ano cuidando bem da mente e do emocional. Confira as dicas de como cuidar das emoções, comportamentos e da qualidade das suas relações afetivas: 

1) Tire um tempo para você

No meio das obrigações diárias, é essencial fazer uma pausa para respirar. Descanse e reserve um tempo do seu dia para desfrutar de algo que lhe dê prazer: assistir a uma série, dar um passeio, ler um livro interessante, dançar. O importante é que a atividade seja agradável.

2) Busque o equilíbrio 

Tente manter uma organização na realização das tarefas de aula e trabalho, equilibrando as responsabilidades com as atividades de lazer e descanso. Utilizar plataformas de organização e métodos de gestão do tempo podem te ajudar.  

3) Cuide do corpo 

Praticar atividades físicas ajuda na liberação de substâncias no organismo que causam as sensações de bem-estar, conforto e melhoram o humor, além de fazer bem à saúde. Lembre-se de dormir bem para descansar o corpo e a mente, além de se hidratar e manter uma alimentação equilibrada. Antes de dormir, evite usar o celular e aparelhos eletrônicos para ter uma noite mais tranquila.  

4) Mantenha boas relações 

Busque estar próximo das pessoas que você ama e te fazem bem, como família, amigos e amigas, mesmo que virtualmente. Os bons relacionamentos são fundamentais para a saúde mental e ajudam a fazer com que a vida tenha sentido. 

5) Procure ajuda

Preste atenção em você. Se estiver com dificuldades em lidar com as suas emoções, com a realidade desse momento ou com frustrações, procure uma ajuda profissional. Existem diferentes alternativas de profissionais e serviços de psicologia que podem lhe auxiliar a lidar com os momentos difíceis da vida. Lembre-se que é importante falar sobre saúde mental de janeiro a janeiro. Ninguém precisar estar só.   

Saiba onde procurar ajuda 

Alguns serviços que oferecem ajuda são o Centro de Valorização da Vida (CVV), pelo telefone 188 ou no chat do site, e o Núcleo de Apoio Psicossocial do Centro de Apoio Discente da PUCRS, para a comunidade acadêmica. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3320-3703 ou no e-mail [email protected]. 

Leia também:  

saúde mental

Foto: Alex Green/Pexels

Ansiedade, desânimo, alteração no humor, problemas de sono, preocupação excessiva. Esses são alguns sintomas que o corpo pode apresentar indicando que está na hora de dar atenção à saúde mental. Criado em 2014, pelo psicólogo mineiro Leonardo Abrahão, o Janeiro Branco é dedicado aos cuidados com a saúde mental e emocional, reforçando a importância da reflexão e conscientização sobre o tema. 

A campanha busca estimular a prevenção do adoecimento emocional não somente no mês de janeiro, mas durante o ano todo. Para contribuir com a data, o PUCRS Carreiras elencou 5 dicas para cuidar da saúde mental e melhorar a qualidade de vida.

1) Busque se desconectar  

A pandemia potencializou o contato das pessoas com as telas e hoje parte da população já se vê saturada de interações online. Assim como o corpo, nossa mente também cansa. Procure se desconectar desses aparelhos em alguns momentos do dia e use esse espaço para ler um livro, meditar, praticar um exercício físico, fazer uma caminhada ao ar livre ou alguma atividade que dê prazer.

“Esse é um ótimo momento para se conectar com a natureza. Ter um momento livre e um tempo para se desligar dos problemas e respirar é necessário”.

2) Cultive bons relacionamentos  

Tenha momentos do dia voltado para quem você gosta. Procure conversar com pessoas que fazem você se sentir bem. Mantenha vínculos saudáveis, pois o apoio familiar e dos amigos é fundamental para o bem-estar. 

Janeiro Branco, saúde mental

Foto: iStock

3) Tenha momentos de lazer  

Busque fazer atividades que te tragam prazer, momentos de descontração e satisfação pessoal. Isso vai proporcionar alívio e leveza para as tensões do dia a dia, além de ajudar a experimentar sentimentos positivos e melhorar a qualidade de vida. 

4) Durma bem  

Uma boa noite de sono é essencial para a nossa saúde e bem-estar, já que o sono tem diversas funções importantes para o nosso organismo. Pratique a higiene do sono, como ter um horário para dormir e acordar e evitar o uso de telas pelo menos 30 minutos antes de dormir, para melhorar a qualidade do seu descanso à noite. 

5) Conte com a ajuda profissional  

Algumas pessoas ainda pensam que só precisam buscar um acompanhamento psicológico quando já estão com algum nível de sofrimento, mas não é bem assim. Também é possível prevenir o adoecimento mental com o processo de psicoterapia. É fundamental procurar ajuda profissional ao perceber sofrimento ou dificuldades em lidar com as emoções. Um atendimento psicológico pode ajudar a manter ou reequilibrar sua saúde mental. 

“Sempre que possível, também procure exercer a empatia e compaixão, oferecendo suporte e orientações a quem possa estar precisando praticar mais esses cuidados. Saúde mental envolve o cuidado contínuo do nosso bem-estar e felicidade”.

Janeiro Branco, saúde mental

Cuidados com a saúde mental são fundamentais para uma rotina saudável / Foto: iStock

Com a intenção de pensar sobre a saúde mental nos diversos âmbitos da vida, a campanha Janeiro Branco atua na prevenção ao adoecimento psicoemocional nas sociedades, nas vidas de indivíduos e nas instituições sociais. A campanha é uma importante ferramenta de conscientização sobre autocuidado, compreensão sobre as emoções, sensação de bem-estar e harmonia, o reconhecimento dos nossos limites e dificuldades, a forma de viver, se relacionar com os outros. O mês de janeiro é convidativo a darmos início à uma jornada e, por esse motivo, é também escolhido para chamar a atenção da humanidade para a necessidade de cuidados emocionais e psicológicos.

Leia também: 5 dicas: ações diárias para reduzir a ansiedade

Além dos desafios cotidianos, a pandemia provocada pela Covid-19 trouxe mudanças significativas em todas as dimensões da vida, como trabalho, estudo e relacionamentos. Vivemos um cenário de distanciamento social, incertezas e medos que impactam na nossa estabilidade emocional. O trabalho presencial foi adaptado para o home office, os encontros com amigos se tornaram chamadas de vídeo, os eventos são transmitidos de forma online. E em meio a toda essa reinvenção e adaptabilidade, em qual momento você cuidou da sua saúde psicoemocional?

Leia também: 5 dicas: como praticar o autoconhecimento

Manter o bem-estar diante de cenários complexos e de mudanças repentinas não é tão simples quanto parece. Ao planejar o seu ano, planeje também a forma como você irá cuidar da sua saúde. Afinal, você precisa de um equilíbrio entre o corpo e a mente para ter uma rotina saudável. Lembre-se: cuidar da sua mente, é cuidar da sua vida.

No vídeo abaixo, o psicólogo e consultor do PUCRS Carreiras Andrêus Sousa traz informações e dicas que podem lhe auxiliar nessa jornada de cuidados. Confira:

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

gabriel_techio

Gabriela Techio / Foto: Gustavo Acker

Com a intenção de pensar sobre a saúde mental nos diversos âmbitos da vida, a campanha Janeiro Branco atua na prevenção ao adoecimento emocional. O projeto propõe a reflexão sobre autoconhecimento, relacionamentos, comportamentos e trabalho.

Para a psicóloga e consultora do PUCRS Carreiras Gabriela Techio, a campanha favorece a conscientização sobre a saúde pessoal e a sensibilização do olhar para o outro. “Muitas vezes esquecemos de pensar em nossa saúde mental, além de ser uma área marcada pelo preconceito em nossa sociedade. Trazer esse tema como pauta ajuda as pessoas a se conscientizarem da importância de olhar para aspectos de ordem psicológica, para si mesmo, mas também para aqueles que estão ao seu redor”, destaca.

Na Universidade, o Centro de Atenção Psicossocial (CAP) oferece apoio e orientação psicológica e pedagógica. Com equipe interdisciplinar, o CAP também auxilia no enfrentamento das dificuldades que possam afetar o processo de ensino-aprendizagem e apoia na busca de soluções para essas questões. “O jovem que aposta em seu autoconhecimento e busca manter uma rede de apoio ativa, podendo perceber seu potencial e suas dificuldades, consegue se organizar de maneira mais saudável com as responsabilidades, tanto acadêmicas quanto profissionais”, afirma Gabriela.

Janeiro Branco também é oportunidade de pensar sobre o trabalho

Setores como o trabalho e a vida pessoal estão diretamente ligados, gerando uma relação circular que precisa ser pensada em conjunto para redução do impacto na saúde mental. “Devemos estar atentos às práticas e ao contexto de trabalho ao mesmo tempo em que devemos considerar o estilo de vida, as condições de saúde, os interesses, as motivações, bem como as dificuldades dos indivíduos que podem afetar a rotina”, destaca a consultora do PUCRS Carreiras.

A psicóloga ainda explica que as rápidas mudanças vividas nas últimas décadas alteraram a forma de trabalho e podem estar relacionadas ao crescimento de doenças como a Síndrome de Burnout. “Quando o mercado de trabalho se torna mais complexo e imprevisível, ele altera as formas de trabalho, exigindo que o trabalhador atenda muitas demandas em pouco tempo e assuma responsabilidades que geram sobrecarga. Imersas em uma rotina com estresse constante as pessoas adoecem”, frisa.

Para auxiliar na promoção da saúde mental no ambiente profissional, Gabriela Techio listou algumas dicas. Confira:

Sobre o PUCRS Carreiras

Na Universidade, o PUCRS Carreiras é um espaço que promove consultorias e capacitações de forma constante, buscando estimular que alunos e alumni PUCRS desenvolvam as competências técnicas e emocionais requeridas pelo mercado de trabalho.

O Carreiras também realiza palestras e workshops com o objetivo de proporcionar dicas e orientações práticas sobre diferentes temáticas, auxiliando na construção da identidade profissional e no desenvolvimento da empregabilidade.

Leia mais

PUCRS Carreiras promove oficinas solidárias de verão