Com o propósito de conhecer o perfil, acompanhar o desenvolvimento profissional e pessoal de nossos Alumni PUCRS e buscar aperfeiçoar o relacionamento, produtos, serviços e benefícios pensados exclusivamente para os/as egressos/as, a Rede PUCRS Alumni lança a segunda edição da Pesquisa de Acompanhamento do Egresso.   

O questionário aborda temas relacionados a empregabilidade, trajetória acadêmica e profissional. A pesquisa tem caráter longitudinal e com os resultados de suas edições, possibilitará que a Universidade faça um acompanhamento mais efetivo e obtenha informações importantes dos seus mais de 180 mil egressos, para estar, cada vez mais, conectada com as reais necessidades e demandas deste público.  

Lançada em 2021, a primeira edição atingiu cerca de 3 mil pessoas, gerando importantes dados que resultaram em ações e na ampliação de oportunidades de aperfeiçoamento profissional e pessoal. A pesquisa está disponível no link abaixo e pode ser respondida até 20 de fevereiro.   

Os dados obtidos pela pesquisa serão utilizados pela PUCRS exclusivamente para qualificação do seu relacionamento com a Rede Alumni PUCRS. Para mais informações entre em contato com a Rede PUCRS Alumni, através do WhatsApp (51) 98335-0164 e siga o Instagram @pucrsalumni 

Participe da pesquisa

Leia mais: 

Professor da Escola de Direito da PUCRS é nomeado desembargador do TJRS/ Foto: OAB-RS

Na última segunda-feira (4), o Prof. Dr. Marcelo Machado Bertolucci, da Escola de Direito da PUCRS, tomou posse como desembargador do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) na solenidade presidida pela chefe do Poder Judiciário, a desembargadora Iris Helena Medeiros Nogueira. O docente foi escolhido pelo Conselho Pleno da Ordem para integrar a lista sêxtupla, que foi submetida ao TJRS e, posteriormente, teve seu nome definido pelo governador do Estado, Eduardo Leite.  

Para Marcelo, ser empossado Desembargador do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul representa motivo de honra e felicidade.  

“Meu compromisso em cumprir a missão com ética, compromisso absoluto com os jurisdicionados, respeito ao Estado Democrático de Direito. A serenidade, o equilíbrio e a entrega responsável são igualmente alguns deveres dentre outros tantos que cumprirei”, relata. 

Marcelo Machado Bertolucci é coordenador do Núcleo de Ciências Criminais e Segurança Pública da Escola de Direito e foi presidente da seccional gaúcha da OAB no biênio 2013/2015. Com 29 anos de atuação na advocacia penal, foi agraciado com a condecoração máxima do Ministério Público e é Cidadão Honorário de Porto Alegre. Em 2019, recebeu a Comenda Oswaldo Vergara, pelos serviços prestados à Ordem, e o prêmio Mestre Jurídico Orlando de Assis Corrêa, entregue pela ESA/RS. Além disso, leciona Direito Penal na PUCRS há 23 anos.  

Outros três alumni da PUCRS foram nomeados desembargadores  

Na ocasião, foram nomeados outros três novos desembargadores, todos Alumni da Escola de Direito da PUCRS: Gustavo Alberto Gastal Diefenthäler, Amadeo Henrique Ramella Buttelli e Marcelo Lemos Dornelles. 

A solenidade contou com a presença de professores, funcionários e autoridades da Universidade, como Ir. Marcelo Bonhemberger, Pró-Reitor de Identidade Institucional da PUCRS, professor Solimar dos Santos Amaro, Relações Institucionais da PUCRS e professor Sandro André Bobrzyk, decano da Escola de Direito.  

Leia também: Professores da Escola de Direito integram Instituto Ibero-americano de Direito Processual

Mestre e Doutor em Odontologia pela PUCRS, André Wessheimer assume como professor e diretor clínico na Escola de Odontologia de Harvard/ Foto: Arquivo pessoal

Mestre e doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Odontologia da PUCRS, André Weissheimer assumiu recentemente como professor e diretor clínico do Programa de Ortodontia da Escola de Odontologia da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Weissheimer concluiu seu mestrado em 2008 e doutorado em 2013, na área de Ortodontia, sob orientação da professora Luciane Macedo de Menezes. 

O doutorado sanduíche, a partir de uma parceria já estabelecida pela sua orientadora da PUCRS com a University of Southern California (USC), em Los Angeles, foi um marco fundamental para seu futuro. Em 2015, as inovações resultantes desta parceria iniciada receberam investimentos privados para desenvolvimento de um aparelho ortodôntico revolucionário.  

“Por consequência, decidi mudar para os Estados Unidos e contribuir para o desenvolvimento de uma empresa de tecnologia e inovação em Ortodontia chamada InBrace, localizada em Irvine, California. Desde 2015, a empresa já recebeu 250 milhões de dólares em investimentos do Vale do Silício para seu desenvolvimento tecnológico”, conta Weissheimer.  

A decisão de estabelecer residência permanente nos Estados Unidos foi acompanhada pelo sonho ser um Ortodontista reconhecido, diplomado pelo American Board of Orthodontics e membro da prestigiada Edward H. Angle Society of Orthodontics. “Com o apoio da minha esposa, Diandra Luz, também Cirurgiã-Dentista formada pela PUCRS, conclui a residência em Ortodontia na UCS neste ano. Foram três anos de muita dedicação, aprendizado e sacrifícios”, adiciona.  

Leia mais: Graduação em Odontologia da PUCRS completa 70 anos

Weissheimer iniciou sua formação em Odontologia na Universidade Federal de Santa Catarina, onde também concluiu seu curso de Especialização em Ortodontia em 2006. Posteriormente realizou seu mestrado e doutorado na PUCRS e este ano concluiu a residência em Ortodontia na USC. O profissional tem experiência significativa em tratamento ortodôntico estético (ortodontia lingual), ortodontia digital, CAD/CAM, tomografia computadorizada de feixe cônico e aparelhos fixos personalizados, com mais de 40 publicações, capítulos de livros e patentes em seu nome. O pesquisador foi destaque na capa de duas das principais revistas clínicas ortodônticas cinco vezes. Muitas destas publicações e patentes foram realizadas durante suas atividades na PUCRS. 

Nas redes sociais, Weissheimer comemorou a importante posição alcançada.  

“Sou imensamente grato pelas oportunidades e experiências que tive. Com humildade e gratidão, embarco neste novo capítulo em Harvard, sabendo que tenho uma dívida de gratidão com meus ex-colegas e mentores da PUCRS e da UFSC, que me moldaram no profissional que sou hoje. Juntos, vamos continuar a buscar a excelência e moldar o futuro da nossa profissão”, celebrou. 

Destaque acadêmico 

Conquista de Wessheimer é comemorada por seus ex-mentores: “Sempre se destacou pela determinação”/ Foto: Arquivo pessoal

De acordo com Weissheimer, o PPG em Odontologia da PUCRS foi importante para a oportunidade nos Estados Unidos por dois motivos. “O primeiro foi a possibilidade de realizar parte da pesquisa de doutorado em uma prestigiada universidade americana, permitindo a interação com novas tecnologias e o estabelecimento de um networking internacional. O segundo, e mais importante, foi a experiência de ser orientado por mentores extraordinários: professores Luciane Macedo de Menezes, Susana Maria Deon Rizzatto e Rogerio Belle de Oliveira, aos quais aproveito para expressar minha profunda admiração e gratidão”. 

A importante posição conquistada pelo egresso também foi comemorada pelo coordenador do PPG em Odontologia Maximiliano Schunke Gomes.  

“Sua atuação em uma instituição de alto impacto científico no cenário mundial projeta também o nome da PUCRS, e reflete um perfil de trajetória acadêmica que sempre esteve em sintonia com a inovação e a indústria. Esta notícia representa uma conquista singular, que espelha o alcance formativo internacional de nosso Programa”, comenta.

Saiba mais: Preciso saber falar outro idioma para ingressar no mestrado ou doutorado?

Para a professora Luciane Macedo de Menezes, orientadora de Weissheimer durante seu mestrado e doutorado na PUCRS, o sucesso atingido não foi surpresa. “O André sempre se destacou pela determinação e busca da excelência. Estamos muito felizes com as vitórias de nossos egressos que, em diferentes níveis e áreas de atuação, estão conseguindo mostrar o valor do conhecimento adquirido através de um trabalho sério e consistente”.  

Formação sólida e objetivos claros 

Questionado sobre qual seria seu conselho para quem está iniciando a carreira em Odontologia, Weissheimer destacou a importância de buscar bons mentores e ter objetivos claros de médio e longo prazo. “A clássica pergunta ‘Quem eu quero ser em cinco anos?’ é um guia não apenas para selecionar no que se focar, mas principalmente para saber ao que renunciar. O cuidado e a atenção ao paciente vêm sempre em primeiro lugar, com tratamentos realizados de forma integrada baseados na ciência e na busca pela excelência”, comenta.  

O docente completa que, em um mundo onde o modismo e o imediatismo parecem predominar, é fundamental buscar uma formação sólida e dominar os conceitos básicos.  

“O aprimoramento de técnicas é um processo que demanda tempo e a excelência vem da dedicação e da paciência. ‘Mastery is not a destination, but a lifelong journey of growth and self-improvement’ (Maestria não é um destino, mas uma jornada vitalícia de crescimento e autoaprimoramento)”, finaliza. 

Leia também: Mestrado e doutorado: no projeto de pesquisa, conte o que você pretende estudar

A segunda edição do Prêmio Alumni PUCRS acontece no dia 13 de julho, a partir das 19h, com uma programação especial em comemoração aos 75 anos da Universidade. Criado com o objetivo de reconhecer novas e consolidadas histórias, reforçar a conexão e compromisso com mais de 170 mil egressos/as e valorizar iniciativas que tenham contribuído com a construção de uma sociedade mais justa, responsável e humana, a premiação contempla diferentes áreas, em 7 categorias: Educação, Saúde, Inovação e Empreendedorismo, Socioambiental, Comunicação, Pesquisa Científica e Arte e Cultura. Além disso, também são entregues duas honrarias especiais: Troféu Jovem Destaque e Troféu Ir. Norberto Rauch.  

Promovido pela Pró-Reitoria de Identidade Institucional, por meio da Rede PUCRS Alumni, o Prêmio Alumni acontecerá no Centro de Eventos da PUCRS (prédio 41) e será aberto ao público, mediante confirmação de presença até o dia 30 de junho, através do link: Prêmio Alumni PUCRS 2023. O reitor da Universidade, Irmão Evilázio Teixeira, destaca que o momento também é um convite a quem se formou na Universidade e quer voltar para relembrar os velhos tempos e reencontrar sua turma. “É um momento de celebração. Nosso Campus sempre está de portas abertas, mas essa é uma ocasião criada para também promover reencontros especiais entre colegas e turmas”, ressalta. 

Além da entrega das premiações, o evento contará com um momento de networking em um lounge com espaço para fotos; coquetel; apresentação musical da banda Los Compadres, trio porto-alegrense formado em 2015 com repertório de blues e classic rock; e ainda um espaço onde os egressos/as poderão adquirir seu cartão Alumni, que dá acesso a benefícios exclusivos em cursos e serviços do Campus.  

Além dos vencedores, a segunda edição do evento contará com a presença de profissionais graduados/as na PUCRS que são conhecidos do público: Alexandre Saltz, Procurador-Geral de Justiça do RS, Greta Paz, CEO da Eyxo e Forbes Under 30, Thales Moura, Diretor Estadual do Mini Miss Universo, e Alice Bastos Neves, comunicadora do Grupo RBS.  

Conheça os vencedores da Edição 2023  

Paulo Fossati

Com graduação em Ciências Religiosas e doutorado em Educação, atualmente é Conselheiro Nacional de Educação/Câmara da Educação Superior no MEC. Participa de diversos grupos de pesquisas internacionais, com reconhecida produção em sua área do conhecimento. Foi Reitor da Universidade La Salle por 13 anos e Presidente da Associação Nacional da Educação Católica por duas Gestões. Integra o Comitê Científico do Projeto Scholas Ocurrentes do Papa Francisco, desde 2015.     

Moçambicana, iniciou a vida profissional como professora na Escola Nacional de Dança, em 1994. Frequentou o curso Técnico de Medicina Geral e trabalhou no Centro de Saúde 1 de Junho. Em 2005, foi selecionada para uma bolsa de estudos para o curso de Enfermagem na PUCRS. Concluiu o seu Mestrado em Enfermagem na UFRGS e atualmente responde pelo Programa de Violência Baseada no Gênero no Ministério da Saúde de Moçambique. É também Presidente do Conselho Jurisdisciplinar na Ordem dos Enfermeiros.  

Formado em Publicidade e Propaganda e com mestrado em Escrita Criativa, possui 26 anos de experiência profissional: 10 como Publicitário e 16 como Desenvolvedor de Jogos. É sócio-fundador da AQUIRIS, um dos maiores estúdios de jogos da América Latina, e fundador/vice-presidente da Associação dos Desenvolvedores de Jogos do Rio Grande do Sul. Publicou dois livros: Menino Perplexo e Farelos Poéticos, este último após sagrar-se vencedor do edital de 60 anos do Instituto Estadual do Livro.   

Formada em Direito, desde 2013 exerce atividades funcionais na 1ª Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos Humanos de Porto Alegre. Já atuou como assessora jurídica no Tribunal de Justiça do RS, quando foi aprovada no concurso para a carreira do Ministério Público do Estado. Trabalhou como Promotora-Corregedora, em Porto Alegre, na Promotoria de Justiça de Infância e Juventude de família e sucessões e como Promotora de Justiça Assessora na Subprocuradoria-Geral de Justiça Para Assuntos Administrativos. É especialista em saúde pública e mestre em educação na saúde (UFRGS) e doutoranda em Teologia pela PUCRS.  

Jornalista reconhecido mundialmente e especializado em grandes reportagens investigativas sobre injustiça social e violência. Ao longo dos seus mais de 45 anos de carreira, ganhou cerca de 20 prêmios por reportagens especiais.  É autor, apresentador e diretor do programa Profissão Repórter (Rede Globo), que há 17 anos, une jornalismo investigativo com pedagogia, sobre práticas jornalísticas, que envolve estudantes e profissionais recém-formados.   

Médico referência internacional na recuperação e transplante de pulmões e cirurgia torácica, é diretor do programa de suporte pulmonar extracorpóreo para pacientes com doenças respiratórias graves, da Universidade de Toronto, no Canadá, onde vive há 15 anos. Desenvolveu um método e uma máquina que trata o pulmão após a retirada do doador, criando um órgão de melhor qualidade para o transplante. Isso fez aumentar em 100% os números de transplantes pulmonares nos últimos cinco anos, tornando Toronto o maior centro no mundo em transplante de pulmão. Atualmente, o método é utilizado internacionalmente.

Jornalista, escritora e documentarista, é uma das repórteres mais premiadas da história do Brasil. Em 2021 recebeu o prêmio Maria Moors Cabot, da Columbia University, pelo conjunto de sua obra. É idealizadora, fundadora e diretora de redação da plataforma trilíngue Sumaúma – jornalismo do centro do mundo (sumauma.com), baseada na Amazônia, e colunista da seção de internacional do jornal espanhol El País. Atualmente, vive em Altamira, Médio Xingu, Amazônia.    

Formada em Engenharia Civil, com destaque acadêmico, está cursando sua segunda graduação, na PUCRS, em Ciência da Computação. Em 2021, entrou no Apple Developer Academy PUCRS e foi embaixadora nos dois anos de duração do programa, onde também começou sua carreira como desenvolvedora. Em 2022, foi uma das vencedoras do Swift Student Challenge (desafio da Apple para estudantes do mundo inteiro).  Este ano, participou do Apple Entrepreneur Camp, com o seu aplicativo Truddy, e participou da WWDC, presencialmente no Apple Park, na Califórnia.  Atualmente trabalha como desenvolvedora iOS na empresa DB, situada no Tecnopuc.  

Formada em Medicina e Farmácia, fundou o IMAMA (Instituto da Mama do Rio Grande do Sul) há 30 anos. É Mastologista e Chefe do Núcleo Mama do Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Também é Presidente Voluntária da FEMAMA (Federação Brasileira das Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama), atua como presidente do Conselho de Administração do IGCC (Instituto de Governança e Controle do Câncer) e é membro do Conselho da Union for International Cancer Control (UICC). Desenvolve atividades acadêmicas de pesquisa, ensino e assistência ao paciente com uma equipe altamente multidisciplinar. 

royal trudel

Foto: Arquivo pessoal

A alumna do curso de Administração, da Escola de Negócios da PUCRS, Patrícia Turmina, 28 anos, recebeu o concorrido prêmio Forbes Under 30 (2022), um reconhecimento aos jovens mais influentes e bem-sucedidos em suas respectivas áreas de atuação. Patrícia, que se formou em 2016, é uma das fundadoras e CEO da Royal Trudel. 

Logo após se formar, Patrícia fundou, com o irmão Luis Turmina, Engenheiro de Produção formado pela Escola Politécnica da PUCRS, a Royal Trudel, primeira rede de franquias do segmento de alimentação especializada em Trudel, um doce originário da Romênia. Ambos, conheceram o doce por uma foto, depois que os pais retornaram de uma viagem feita ao leste europeu.  

Patrícia conta que veio de uma família empreendedora raiz. Seus pais começaram do zero, em uma cidade pequena e em meio a condições socioeconômicas desfavoráveis.

“Eles batalharam muito para que eu e meu irmão tivéssemos as facilidades que tivemos. Por isso, foi tão natural que enxergássemos o empreendedorismo como uma forma de realização, e o ser humano como protagonista da própria história”, conta.  

Mesmo sem saber que se tornariam sócios, os dois irmãos acabaram desenvolvendo competências complementares por meio das suas graduações. “Nosso maior exemplo sempre esteve dentro de casa, mas obviamente o contexto acadêmico, os nossos professores e colegas também tiveram um papel importante nas nossas trajetórias e decisões”, declara.  

Pioneirismo, dedicação e reconhecimento 

Sem nunca ter provado ou visto um trudel, o pioneirismo dos irmãos e a vontade de empreender levaram a fabricar o doce no Brasil e, hoje, comemoram o sucesso da franquia que tem mais de 50 lojas espalhadas pelo País e encerrou o ano de 2022 com um faturamento de R$ 30 milhões. Atualmente, a rede Royal Trudel atua em 14 estados, do Sul ao Nordeste do Brasil. 

Patrícia lembra, em especial, que em uma das cadeiras na graduação realizou um projeto de consultoria para pequenas empresas: “Fizemos uma série de visitas de campo, conhecendo microempreendedores, realizando diagnósticos e planos de ação. Lembro que ingenuamente, na época, fiquei surpresa com a falta de gestão e visão estratégica de pequenos comerciantes. Posteriormente, no começo da Royal Trudel, me vi atolada em tarefas operacionais, dormindo pouco, trabalhando muito, sem conseguir dar conta de tudo. Tudo fez sentido! Eu sequer tinha tempo para me alimentar, quem dirá para pensar estrategicamente. Lembrei muito daquele projeto e de como, na teoria, tudo parece muito fácil. Mas esse contato com a vida prática e real é o grande diferencial de uma boa formação empresarial, e consegue antecipar as verdadeiras dificuldades”.  

royal trudel

Foto: Arquivo pessoal

Trajetória de sucesso foi trilhada também na Universidade

Patrícia Turmina é um exemplo de empreendedorismo de sucesso, agora coroado com esta importante premiação. “Receber o prêmio Forbes Under 30 é muito gratificante, pois marca o reconhecimento de todo esforço e trabalho ao lado do meu irmão. Espero inspirar outros empreendedores a seguirem seus sonhos e alcançarem o sucesso”, diz a jovem empresária. 

Entre as lembranças de sua passagem pela instituição ela destaca o fato de a PUCRS ser uma universidade que desafia e instiga os alunos a se desenvolverem de forma abrangente ao mesmo tempo em que abre um leque de conhecimentos.

“Durante a graduação em Administração, pude descobrir e aprimorar minhas principais competências, enfatizando as áreas de maior interesse”.

A coordenadora do curso de Administração, professora Ionara Rech, ressalta a honra que é ver os/as alumni PUCRS brilhando no mercado:

“Acompanhando a trajetória da Patrícia e de seu empreendimento percebemos claramente competências empreendedoras, de liderança e de inovação que foram desenvolvidas, além de visão de futuro e, obviamente, muito trabalho duro que deve ter acontecido até a chegada desse importante reconhecimento. Ficamos muito felizes por contribuir com essa trajetória porque ela traduz as competências que procuramos desenvolver em nossos/as estudantes. Parabéns e muito sucesso nessa jornada. Comemoramos com ela, com certeza”, destaca.

Leia também: Descubra como escolher a pós-graduação certa para você

Carolina Luz Paulo foi premiada no 34º Troféu HQMIX / Foto: Giordano Toldo

Uma forma de literatura expressiva que cada vez mais conquista fãs mundo afora e, mais que isso, inspira novos talentos e publicações aqui no Brasil. O mercado das histórias em quadrinhos vive um momento plural e rico no País, com autores/as, editores/as, tradutores/as, que se destacam por produções criativas e inovadoras e, por que não, pesquisar sobre o tema durante a graduação? Foi o que fez Carolina Luz Paulo, que se formou em Relações Públicas pela Escola de Comunicação, Artes e Design da PUCRS, a Famecos. Com a pesquisa Conversações em Rede: Uma análise da interação da Editora Pipoca & Nanquim com seus fãs-clientes nas plataformas digitais, seu trabalho de conclusão de curso (TCC), ela foi premiada no 34º Troféu HQMIX.  

Neste cenário de tantas novas produções o conteúdo encontra-se espalhado em blogs, nas redes sociais, sites e publicações independentes, fazendo com que seja praticamente impossível acompanhar tudo. E ainda bem, uma evidência de que as histórias em quadrinhos se tornam cada vez mais acessíveis às pessoas. A pesquisa de Carolina analisou a interação da empresa Pipoca & Nanquim com seus respectivos fãs-clientes nas plataformas digitais YouTube e Facebook, considerando também a interação realizada por e sobre a editora, nos grupos privados do Facebook e canais 2 Quadrinhos e Comix Zone.  

O tema da pesquisa está diretamente conectado com o gosto pessoal de Carolina, que é fã de quadrinhos e acompanha o Pipoca & Nanquim há mais de dez anos.  

A condição de fã também foi um ponto de conexão importante que, somado à minha paixão pelas artes gráficas, potencializou ainda mais a pesquisa sobre o tema. Costumo pensar: não tem como falar de quadrinhos sem considerar os fãs, uma vez que são o público final dessa maravilhosa arte e fomentam o mercado”, comenta ela.  

Para ela, a editora foi a escolha perfeita para ser o foco do trabalho, pois além de ser uma empresa resultante da publicização de links por meio do programa “Associados da Amazon BR” nos vídeos do seu canal YouTube, ela tem em seu DNA o slogan “de fã para fã”. Esse ideal é expresso em seus vídeos e na apresentação no site:  “O amor pelos quadrinhos e o respeito pelos fãs colecionadores são o eixo da Pipoca & Nanquim, cujo mote é prezar pela melhor qualidade gráfica e editorial, oferecer uma curadoria cuidadosa de títulos e promover o crescimento do mercado”. 

“Por meio da análise de postagens de vídeos e conteúdos publicados pelos canais mencionados, de 2017 a 2021, foi possível compreender que a interação da editora nestas plataformas é propagativa, com alto poder de repercussão e de impacto em sua reputação. No discurso de seus conteúdos, elementos da comunicação humanizada e da conversação em rede ampliam o alcance da editora e engajam fãs-clientes, aumentando ainda mais a venda de seus produtos. É uma empresa que se apropria da cultura de fãs e das diversas narrativas comunicacionais para transformá-los em fãs-clientes”, conta Carolina.  

A professora Silvana Sandini, que foi sua orientadora na Famecos, destaca que o processo de orientação do trabalho foi muito prazeroso e gratificante. 

A professora Silvana Sandini foi a orientadora de Carolina durante sua pesquisa / Foto: Giordano Toldo

“A Carol foi uma ótima aluna, ela dava conta de todo esse processo que é muito sistemático, técnico. Ao longo da semana ela evoluía com a pesquisa, de uma maneira que nos possibilitou efetivamente discutir os resultados, as descobertas dela. Isso foi gerando um texto bastante consistente e muito prazeroso de ler, porque a Carol escreve muito bem. É muito bacana ela ter recebido esse prêmio, porque é um reconhecimento desse olhar que a gente tem da pesquisa e uma conexão também com elementos do mercado. Cada vez mais eu vejo a Universidade vindo ao encontro de interesses da sociedade, que promovem transformação. Então ver um prêmio como esse, que é tão identificado com uma comunidade, que é tão especial para aquele nicho específico, é muito gratificante também”, ressalta ela. 

Carolina conta que o apoio da professora foi essencial para a concretização da pesquisa: “Desde o início, por sua aprovação do tema proposto e adequação ao universo dos quadrinhos. Debatemos muito sobre as possibilidades imaginadas por mim e a transformação dessas nas realidades que permitiram a conclusão do trabalho”. Além disso, ela ressalta que, apesar de ter sido um processo desafiador – a pesquisa foi iniciada em meio à pandemia e ao ensino remoto, além da preocupação em concluir o curso – também foi repleto de aprendizados. 

“Foram os recursos da Universidade, humanos e físicos, quem amenizaram o desespero e cimentaram o chão da pesquisa. O fim dessa jornada me fez valorizar imensamente as etapas de todo processo, de seu início à premiação recente. Foram etapas que não só me atualizaram a nível acadêmico, sobre inúmeros aspectos da comunicação, mas também me permitiram crescimento individual e humano”, destaca a estudante. 

O Oscar dos Quadrinhos Brasileiros 

O Troféu HQMIX foi criado em 1988, pela dupla JAL e Gualberto Costa, no programa TV MIX, da TV Gazeta. O prêmio logo foi apadrinhado pelo então apresentador do programa, Serginho Groisman. A votação nacional é feita pela categoria dos desenhistas de HQs e Humor Gráfico, por meio da Associação dos Cartunistas do Brasil (ACB) e do Instituto do Memorial de Artes Gráficas do Brasil (IMAG).  

Após passar pela banca do júri oficial, que trabalhou por cinco meses para analisar os inscritos nas diversas categorias, e pelo júri nacional composto por mais de dois mil profissionais da área de quadrinhos, entre autores e editores, o 34º Troféu HQMIX divulga a lista dos vencedores, escolhidos como os melhores de 2021. 

Os ganhadores receberão o troféu “Kabelluda”, personagem da desenhista e poeta Pagu, que foi esculpido pelo artista Wilson Iguti. Pagu é considerada um ícone do movimento “Semana de Arte Moderna”, que completou 100 anos de sua realização em 2022. Assim como nos dois últimos eventos, 2020 e 2021, ainda por conta da pandemia de Covid-19, a cerimônia deste ano será novamente virtual e acontecerá no canal do YouTube da unidade do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc SP, no dia 10 de dezembro, às 19h, com apresentação de Serginho Groisman, padrinho do evento, e dos organizadores Jal e Dani Baptista. A a lista dos vencedores como “Melhores de 2021” está publicada no site HQMIX. 

Para Carolina, ter sido premiada no Troféu HQMIX foi como um sonho, pois ela acompanha a premiação há anos, a fim de coletar referências de autores para aumentar sua coleção de HQs. Além disso, a vitória a impulsionou a continuar o desenvolvimento de sua pesquisa. 

“As histórias em quadrinhos podem ser consideradas por muitos como um hobby, até mesmo infantil. Mas o HQMIX é o prêmio brasileiro que busca desmistificar esse posicionamento, divulgando a seriedade das publicações e impulsionando o mercado brasileiro. Esse reconhecimento é fundamental para que eu continue desenvolvendo a minha carreira acadêmica. Definitivamente todo esse processo, incluindo o encerramento, rendeu aquela famosa frase: ‘Fui mordida pelo bichinho da pesquisa!”

Saiba mais sobre os cursos da famecos

Nicolle Bueno Timm, alumna do curso de Jornalismo da PUCRS. / Foto: Arquivo pessoal

No dia 27 de novembro, às 13h, acontecerá o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) para os cursos de Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Direito, Psicologia, Serviço Social, Teologia e Gastronomia. Além de ser um requisito legal para a conclusão do curso, a prova qualifica o diploma e contribui para o futuro profissional.

A oportunidade de participar da prova do Enade permite ao concluinte do curso de graduação avaliar o aprendizado durante a sua formação e para os estudantes da PUCRS,  há possibilidade da conquista de uma bolsa integral em umcurso de pós-graduação lato sensu, para continuar a formação na PUCRS. Neste ano, serão 78 bolsas distribuídas para estudantes que obtiverem os melhores desempenhos entre os participantes de cada curso. Os/as alunos/as contemplados(as) terão o abatimento integral das mensalidades, incluindo a matrícula, em cursos de pós-graduação Lato Sensu que sejam oferecidos pela Universidade e que disponibilizam vagas para esse fim. Confira o edital completo.

Dedicação e confiança são fundamentais para se dar bem no exame

A alumna do curso de Jornalimo, Nicolle Bueno Timm,  participou da prova do  Enade em 2018 e conquistou a Bolsa Mérito, com a primeira colocação no seu curso.  Apesar do excelente desempenho no final, Nicolle conta que ficou apreensiva no início.

“Fiquei um pouco receosa quando descobri que estaria na turma que faria o Enade, porque é uma prova que engloba todo o conteúdo visto ao longo do curso, com questões objetivas e dissertativas”, conta ela.

Para Nicolle, a prova foi, mais do que tudo, uma forma de testar a si mesma e testar os conhecimentos adquiridos durante quatro anos na Universidade. Após o exame, apesar de toda a tensão, e resultado foi recompensador.

Nicolle Bueno Timm conquistou a Bolsa Mérito Enada em 2018, quando prestou o exame. / Foto: Arquivo pessoal

“Quando veio o resultado e vi o meu boletim, o sentimento foi de felicidade e de missão cumprida. Era uma prova de que eu devia confiar mais em mim!  O resultado daquele exame significou, para mim, que eu consegui aprender muito ao longo do curso e que cada momento de estudo valeu a pena”, relata.

Apesar de não ter feito uma preparação específica para a prova, Nicolle conta que a dedicação dela aos estudos ao longo da formação, bem como a excelência dos professores  do seu curso, contribuiram para o bom resultado. “Decidi apostar em mim, em todo o caminho que tinha percorrido até ali e no conteúdo de qualidade que a Famecos me proporcionou, com excelentes professores ao longo de todo o curso”.

Para Nicolle  conquistar a Bolsa Mérito foi um grande presente que a permitiu continuar seus estudos, já que sempre teve o sonho de cursar uma especialização assim que terminasse a graduação. A pós-graduação que cursou na PUCRS ainda proporcionou um trabalho com seu professor orientador – ambos publicaram um livro em conjunto em 2021.

A importância do Enade na vida acadêmica e no futuro profissional

Nicolle destaca a importância de participar da prova do Enade, pois além de avaliar o próprio desempenho,  também representou o curso e a Universidade.

“À primeira vista, pode parecer mais uma prova desnecessária, mas além de ser o que atesta a qualidade da universidade, é uma forma  dos estudantes conseguirem perceber o quanto aprenderam  durante o curso, que sempre é fundamental. É uma chance de você se surpreender com o resultado, ter mais uma certeza de que está no caminho certo, ver que valeu a pena o quanto se dedicou aos estudos  e ainda, de quebra, ganhar uma Bolsa Mérito para realizar uma pós-graduação”.

Para aqueles(as) que irão realizar a prova do Enade neste ano, Nicolle repassa os conselhos que recebeu do coordenador do seu curso na época em que fez o exame: “Tranquilidade e confiança são fundamentais na hora da prova”. Encare como uma oportunidade, seja para testar a si mesmo(a) ou para conquistar uma especialização que contribuirá para alancar o seu futuro profissional”.

Biblioteca da PUCRS e Editora Cengage liberam e-books para comunidade acadêmica - Alunos de Graduação e Pós, professores e técnicos administrativos podem acessar os livros digitais até 31 de agosto

Foto: Emmanuel Phaeton/Unsplash

Concedido pela Câmara Brasileira do Livro, o Prêmio Jabuti é considerado um dos mais tradicionais voltados à literatura no Brasil. Em 2021, a PUCRS tem a honra de anunciar que Jeferson Tenório, doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Letras, e os egressos do mesmo PPG Natalia Borges Polesso e Samir Machado de Machado foram agraciados em três categorias: Romance de EntretenimentoRomance Literário e Livro Brasileiro Publicado no Exterior 

“O maior prêmio, para mim, é que o meu livro chegue a mais pessoas e que seja lido por elas. Fico extremamente contente em ver que as obras estão sendo utilizadas para iniciar jovens à leitura”, conta Jeferson Tenório, vencedor da categoria Romance Literário com a obra O Avesso da Pele. Nela, o doutorando conta a história de Pedro, um homem que se tornou órfão de pai em uma abordagem policial e que sai em busca de resgatar o passado da família e refazer os caminhos paternos.  

Para além do Prêmio Jabuti 2021: como a PUCRS marcou essas trajetórias? 

Samir Machado de Machado, vencedor das categorias Romance de Entretenimento, com o livro Corpos Secos, Livro Brasileiro Publicado no Exterior, com a obra Tupinilândia, iniciou sua história na PUCRS durante a graduação, em 2000:  

“Quando percebi que tinha uma biblioteca como a Biblioteca Irmão José Otão à minha disposição, foi o momento em que, de fato, me tornei um leitor voraz, a caminho de me tornar um escritor – e não imagino que caminho eu teria seguido na vida se não fosse por isso”, relembra.  

Sua trajetória enquanto escritor se iniciou aproximadamente no mesmo período, quando participou da Oficina de Criação Literária do professor do curso de Escrita Criativa Luiz Antônio de Assis Brasil. Foi então que ele teve contato com outras pessoas que também possuíam interesse por Literatura. Com alguns deles, montou uma editora pela qual faziam a publicação dos seus trabalhos, o que ajudou a chamar a atenção de editoras maiores. Em 2021, ele concluiu o seu mestrado em Escrita Criativa pela PUCRS, o que fez com que ele se sentisse “mais seguro em relação a algumas questões teóricas que, antes, eu sentia falta ter como bagagem intelectual”, afirma.  

Já Tenório, além de mestre pela PUCRS, agora está realizando um doutorado em Teoria da Literatura na Universidade, o que considera fundamental para o desenvolvimento de sua escrita: 

“Eu estudo, agora, representações paternas em quatro obras luso-africanas. Compreender a forma como esses personagens são construídos foi fundamental para a criação do Henrique, personagem de O Avesso da Pele”, comenta Tenório.  

Conheça as obras 

Categoria Romance de Entretenimento  

Corpos Secos (editora Alfaguara) | Autores: Marcelo Ferroni, Natalia Borges Polesso (doutora em Teoria da Literatura pela PUCRS), Samir Machado de Machado (mestre em Escrita Criativa pela PUCRS) e Luisa Geisler (egressa da Oficina de Criação Literária do professor Assis Brasil).  

Prêmio Jabuti 2021Na obra, uma doença fatal assola o Brasil e o transforma em uma terra pós-apocalíptica: sem governo, sem leis e sem esperanças. Os sobreviventes tentam cruzar o País em busca de um porto seguro. Samir conta que a obra foi escrita em 2018 e que é apenas uma coincidência o fato de ter sido publicada quando a pandemia se instaurou.  

Na história, não se sabe quem foi o primeiro infectado com essa doença, a única certeza é de que o início da epidemia ocorreu no Mato Grosso do Sul. Os doentes tornam-se “corpos secos”: espectros humanos que não possuem mais atividade cerebral, por mais que seus corpos sigam funcionando buscando sangue. Em seis meses, existem poucos sobreviventes, os quais seguirão rumo ao sul do país, buscando um último refúgio. É essa jornada que será narrada.  

Categoria Romance Literário 

O Avesso da Pele (editora Companhia das Letras) | Autor: Jeferson Tenório  

Prêmio Jabuti 2021Identidade, relações raciais, racismo, negritude e violência policial são alguns dos temas que fazem parte da trama dessa obra. Nela, é apresentada a história de Pedro, que perdeu o pai após uma desastrosa abordagem policial. Ele, então, sai em busca sai em busca de resgatar o passado da família e refazer os caminhos paternos.  

A história se passa em Porto Alegre e, segundo o autor, a ideia é justamente mostrar a cidade de uma outra perspectiva. “Existe uma segregação muitas vezes não percebida. Policiais se posicionam em locais que são frequentados por pessoas de baixa renda, onde vemos mais negros, enquanto em lugares considerados mais ‘chiques’ isso não é comum”, explica o autor. 

Categoria Livro Brasileiro Publicado no Exterior 

Tupinilândia (editoras Editions Métailié e Todavia) | Autor: Samir Machado de Machado 

Prêmio Jabuti 2021No livro, Tupinilândia é o nome dado a um parque de diversões construído em segredo por um industrialista brasileiro na década de 1980, período marcado pela abertura política do Brasil. Ele celebraria o nacionalismo e a nova democracia que se instaurava. Entretanto, em um final de semana em que o parque realizava testes de suas operações, um grupo de militares invade o lugar e faz funcionários e visitantes de reféns.  

Duas décadas depois, um arqueólogo recebe autorização para mapear o local, que está prestes a ser alagado pela hidrelétrica de Belo Monte. Ao iniciar os trabalhos, ele descobre um segredo terrível que dará início a uma trama que perpassa a História recente do Brasil e a memória dos anos 1980. Segundo Samir, a sua vontade com Tupinilândia era “escrever uma história de cidade perdida, com todos os clichês naturais ao gênero, mas fazendo com que se curvassem diante da realidade cultural brasileira”. 

Rede PUCRS Alumni lança uma nova etapa do projeto Histórias de Transformação – Trajetórias que inspiram. Com o objetivo de retratar histórias de pessoas que tiveram suas vidas transformadas por momentos vividos na Universidade e também para celebrar os 73 anos da PUCRS. Serão lançados quatro vídeos ao longo das próximas semanas. Nos episódios, será possível assistir a relatos marcantes sobre temas como acesso à educação, oportunidade de mudar de vida, encontros especiais e novas formas de enxergar o futuro 

“Queremos contar histórias, dar visibilidade às mais diversas caminhadas que a Universidade contribui de forma positiva e diferenciada, pois acreditamos que toda a história é uma inspiração”, reforça a coordenadora de relações comunitárias da Universidade, Márcia Horowitz Viera. 

Inspire-se e compartilhe também sua história de transformação 

Além das quatros histórias iniciais, a ideia é que o projeto siga durante o próximo ano. Assim, quem se inspirar pelas trajetórias que serão contadas pode encaminhar o seu próprio relato em forma de texto ou vídeo de até um minuto para o e-mail [email protected] ou pelo Instagram @pucrsalumni. 

Confira o teaser do projeto! 

Celso Corsetti, Ir. Evilázio Teixeira e Raul Karl / Foto: Michelle Tarasconi Gil

Celso Corsetti, Ir. Evilázio Teixeira e Raul Karl / Foto: Michelle Tarasconi Gil

No dia 9 de janeiro, o reitor da PUCRS, Ir. Evilázio Teixeira, recebeu dois alumni do curso de Engenharia Mecânica. Raul Alexandre Karl e Celso Corsetti estiveram na Universidade para agradecer o evento realizado em 7 de dezembro de 2019 para celebrar os 50 anos de formatura de sua turma.

Em carta entregue ao reitor, em nome da turma de diplomados, os alumni disseram que o reencontro da turma foi um momento de “agradecimento a Deus, aos professores que tivemos, ao grande educador Ir. José Otão e, em especial, a esta Universidade que nos acolheu há 55 anos como estudantes, foi decisiva na realização do nosso sonho ao completarmos a graduação como Engenheiros Mecânicos em 1969 e nos recebeu de braços abertos em 2019 ao completarmos 50 anos de formatura”. Na época, eles foram alunos de Ir. José Otão, então reitor da PUCRS.

Durante a visita, Corsetti revelou que, ao ver os avanços pelos quais a Universidade passou nestes 50 anos, ficou ainda mais orgulhoso de ter estudado na PUCRS. “Meu filho se formou aqui em Engenharia Civil, mas, quando vim para sua formatura, não vi tudo o que tinha mudado. Agora fiquei muito impressionado e contente de ver a evolução”, conta.

Os dois alumni seguem atuando na área em que se graduaram. Karl também cursou Administração na PUCRS, concluindo a segunda graduação em 1975. “Quando me formei, abri meu próprio negócio na área de engenharia. Ainda hoje trabalho com vendas, projetos, consultoria e manutenção de equipamentos, principalmente na área de laboratórios”, conta.

Turma de 1969 ainda mantém contato

Segundo Corsetti e Karl, os ex-colegas de turma seguem se encontrando anualmente. Recentemente, inclusive, conseguiram se reunir duas vezes no mesmo ano. Eles relataram que, quando disseram que queriam realizar o encontro dos 50 anos de formatura, ficaram felizes de ver a Universidade receptiva e envolvida na organização do evento. A celebração contou com missa, entrega de diplomas comemorativos e Cartão de Alumni e visita ao prédio da Engenharia, além de almoço comemorativo com os familiares dos alumni.

A Rede Alumni

Para conectar seus mais de 160 mil diplomados, a PUCRS conta com a Rede Alumni. A partir de ações de relacionamento, como os reencontros de turma, a Universidade busca acolher e reaproximar seus ex-alunos, proporcionando integração e incentivo para a formação e atualização contínua do conhecimento, além dos diversos benefícios oferecidos aos egressos. Para informações e para fazer o Cartão PUCRS Alumni, que garante esses benefícios, diplomados podem fazer ou atualizar seu cadastro pelo site ou, pessoalmente, na sala 105 do Living 360º, de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 12h e das 13h às 18h15min.