Saúde

Summer course da Medicina aposta na vivência prática e segundo idioma

sexta-feira, 18 de janeiro | 2019

Imagem com alunos durante o evento Summer course da Escola da Medicina

Alisson e Gllória integram a edição 2019 do summer course da Escola de Medicina / Foto: Mariana Haupenthal

A Escola de Medicina, com apoio da Assessoria de Cooperação Internacional, promove mais uma edição do summer course em Immersion in General Surgery (Imersão em Cirurgia Geral). O curso de três semanas, conduzido em inglês, recebe alunos brasileiros e internacionais, permitindo uma vivência dos estudantes de medicina na rotina do bloco cirúrgico.

Marcelo Toneto, coordenador do summer course, classificou a experiência como gratificante. “Em dois anos do curso já recebemos alunos do Chile, Argentina, Costa Rica e Brasil. Trata-se de um curso eminentemente prático, onde os alunos se incorporam nas equipes de cirurgia do Hospital São Lucas”, comenta o docente.

No curso de verão, os alunos participam das atividades em bloco cirúrgico, atendimentos ambulatoriais, visitas aos pacientes internados e têm possibilidade de participar dos seminários e das discussões de casos clínicos. “A troca de experiências entre esses alunos e os nossos estudantes da PUCRS é outro elemento que agrega muita energia aos participantes, inclusive no aprendizado e discussões em outros idiomas”, completa Toneto.

 

Imagem com professor e alunos durante o evento Summer course da Escola da Medicina

Professor Marcelo Toneto (ao centro) com a equipe do summer course no Hospital São Lucas / Foto: Mariana Haupenthal

Experiência internacional

Para Alisson Cascante, aluna internacional da Costa Rica que recebeu uma bolsa de estudos através da parceria da PUCRS com a Associação Columbus, a experiência está sendo enriquecedora. A estudante de medicina da Universidad de Costa Rica (UCR) conta que por seu interesse na área de cirurgia plástica, escolheu o Brasil – referência na área – para um curso internacional.

“Durante o curso estou tendo a oportunidade de conhecer cirurgiões e residentes, além de poder aprender mais sobre a cirurgia plástica e outras especialidades”, comenta a estudante. Para a brasileira Gllória Palma, a oportunidade tem sido igualmente positiva, garantindo uma vivência prática e transversal na área da medicina. “Temos tido contato com a teoria e a prática, vendo no bloco cirúrgico muito daquilo que estudamos junto com o professor. Dá uma visão muito abrangente da área da cirurgia”, diz a estudante.

 

Mais recentes