Ensino

Projeto arrecada ursinhos de pelúcia na Escola de Medicina da PUCRS

quinta-feira, 01 de setembro | 2022

Alunos em atendimento / Foto: Divulgação

A Escola de Medicina da PUCRS está integrando o projeto Teddy Bear Hospital (Hospital do Ursinho). A iniciativa visa ajudar crianças de três a oito anos a perder o medo de consultas médicas e mostrar de forma lúdica como este momento pode ser agradável. Quem deseja contribuir com esse projeto pode colaborar com a doação de ursos. O ponto de coleta é na secretaria de graduação da Escola de Medicina, localizado no prédio 12A, sala 202. 

O projeto reúne alunos e alunas da disciplina de Aproximação à Prática Médica II que irão atuar por 10 semanas no Centro de Extensão Vila Fátima e em escolas do bairro Bom Jesus atendendo cerca de oito crianças por semana. O grupo será orientado pelas professoras Margareth Salerno e Rosirene Dall’Agnese.

De acordo com a professora Rosirene, esse projeto é importante para entender os processos fundamentais da relação médico-paciente. “Os estudantes aprendem a acolher e respeitar as demandas dos/as pacientes, que são a parte vulnerável da relação. A ação também contribui para mostrar que pequenas atitudes podem mudar o curso de uma consulta”, explica.  

Ursoterapia auxilia o contato entre médicos/as e crianças 

Desenvolvido pela Federação Internacional de Associações de Estudantes de Medicina (IFMSA), o Hospital do Ursinho trabalha a partir da ursoterapia, que é o contato das crianças com a realidade do trabalho dos/as profissionais da saúde através de ursinhos. A assimilação com o real ressignifica a imagem do/a médico/a perante as crianças, reduzindo o medo e promovendo um melhor atendimento. 

Nesta iniciativa, os ursinhos são “pacientes” e as crianças são os/as “cuidadores/as”, levando o ursinho para a consulta com alguma queixa. Os estudantes são “médicos/as” que realizam a consulta, examinam o urso e encaminham para exames e tratamentos. 

Mais recentes