Serviços

Professor da Humanidades fala sobre curadoria de exposição

segunda-feira, 25 de fevereiro | 2019

Obra "Conversas", de Vilma Pasqualini

Obra “Conversas”, de Vilma Pasqualini

Nesta quarta-feira, 27 de fevereiro, o professor da Escola de Humanidades e escritor Altair Martins participa de uma conversa sobre o processo criativo que teve na curadoria da exposição O que vemos, o que nos fala. Será às 19h30min no Instituto de Cultura/Delfos, com entrada gratuita. Inscrições pelo link http://bit.ly/OQueVemos.

A exposição

O que vemos, o que nos fala está na Pinacoteca Ruben Berta (Rua Duque de Caxias, 973 – Centro Histórico – Porto Alegre) até 11 de março. Martins foi convidado a escolher obras do acervo da Pinacoteca para escrever sobre elas. As 20 pinturas passam por clássicos, desde Pedro Américo, Almeida Júnior e Di Cavalcanti, às revoluções de Mário Gruber, Vilma Pasqualini e Tomie Ohtake.

Segundo o professor, o ponto de partida foi a obra de Didi-Huberman O que vemos, o que nos olha em que buscou estabelecer o diálogo possível entre a imagem e seus ecos linguísticos, ou “linguagéticos”, no dizer do semiólogo Louis Marin: propor diálogo entre o visível e o suscetível, entre os significantes visuais e verbais que se entrelaçam toda vez que olhamos uma imagem e toda vez que lemos um texto. “Não se trata de dizer o que as imagens dizem, mas de dar vazão aos seus possíveis conteúdos linguísticos, buscando, em verso, dar corda às suscitações visuais”, completa.

 

Mais recentes