Pesquisa

Prêmio de Teses e Dissertações marca celebração dos 30 anos do PPGCOM da Famecos  

segunda-feira, 22 de abril | 2024

As submissões dos trabalhos estão abertas até o dia 20 de maio de 2024  

Para celebrar as três décadas de história, o Programa de Pós-Graduação em Comunicação (PPGCOM) da Escola de Comunicação, Artes e Design da PUCRS – Famecos anuncia o lançamento do Prêmio de Teses e Dissertações. As inscrições estão abertas a partir de hoje, 22/4, até o dia 20 de maio. Esta iniciativa visa reconhecer e homenagear pesquisadoras e pesquisadores das diversas áreas da comunicação, destacando suas contribuições inestimáveis para o campo.  

A cerimônia de premiação será realizada em uma sessão festiva, presencialmente e transmitida pela internet, durante o XVI Seminário Internacional de Comunicação, que será realizado na Famecos, em novembro de 2024. A comissão organizadora das premiações é composta pelos seguintes professores: Antônio Carlos Hohlfeldt, André Fagundes Pase, Cleusa Maria Andrade Scroferneker, Juremir Machado da Silva e Deivison Moacir Cezar de Campos.  

Os prêmios foram divididos em modalidades com três prêmios para teses de doutorado e três para dissertações de mestrado. Os prêmios incluem certificados e valores em dinheiro de R$ 2.000 para teses e R$ 1.500 para dissertações. Abaixo, estão detalhadas as modalidades: 

Modalidades dos Prêmios  

Teses:  

  • Prêmio Jorge Pedro Sousa: para trabalhos relacionados ao jornalismo, mídias, organização e poder.  

  • Prêmio Michel Maffesoli: para trabalhos sobre imaginário social, cultura e tecnologias do imaginário.  

  • Prêmio Muniz Sodré: para trabalhos sobre diversidade, políticas dos corpos e interseccionalidades.  

Dissertações:  

  • Prêmio Margarida Maria K. Kunsch: para trabalhos sobre jornalismo, mídias, organização e poder.  

  • Prêmio Maria Beatriz Rahde: para trabalhos sobre imaginário social, cultura e tecnologias do imaginário.  

  • Prêmio Oliveira Silveira: para trabalhos sobre diversidade, políticas dos corpos e interseccionalidades.  

Mais recentes