Institucional

Pequenos Acadêmicos aprendem de forma lúdica na PUCRS

quarta-feira, 02 de dezembro | 2015

Foto: Divulgação - Ascom/PUCRS

Foto: Divulgação – Ascom/PUCRS

Aprender de forma lúdica, promovendo uma conexão com o universo acadêmico desde cedo. Essa é a proposta do projeto Pequenos Acadêmicos 2015, que leva crianças de 3 a 11 anos a conhecerem de perto como funcionam os diversos setores da PUCRS. A atividade, promovida pela Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários, reuniu, durante o mês de novembro, aproximadamente 100 alunos do turno integral do Colégio Marista Champagnat em diferentes programações pelo Campus. Nesta edição, as crianças tiveram a oportunidade de fazer visitas guiadas, de ter contato com a literatura na Biblioteca Central, levando para casa ensinamentos sobre disciplina e educação.

Foto: Bruno Todeschini - Ascom/PUCRS

Foto: Bruno Todeschini – Ascom/PUCRS

“Já sei, vou construir o castelo do Papai Noel”, disse Vitória, 5 anos, entusiasmada durante a atividade Arquitetando, na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Num primeiro momento, a atenção estava totalmente voltada para um vídeo educativo que mostrou diferentes formas de construção de prédios e edifícios. Em seguida, todos colocaram a mão na massa e, com blocos de montar, criaram suas próprias construções, castelos e praças.

“A expectativa deles era grande por saberem que vão conhecer ambientes novos e, ao mesmo tempo, divertir-se”, revela a professora e monitora do turno da manhã do Champagnat, Samanta Gomes. Segundo a professora da FAU que os acompanhou, Cristiana Bersano, o objetivo era estimular a técnica de composição, trabalhada pelos alunos da PUCRS durante a graduação. “Para desenvolver habilidades da arquitetura, pensamos nos blocos de montar, que representam blocos das construções utilizados na vida real. Já para o urbanismo, disponibilizamos plantas de praças e parques de brinquedo”, conta Cristina.

Foto: Divulgação - Ascom/PUCRS

Foto: Divulgação – Ascom/PUCRS

Na Biblioteca, os pequenos de 7 e 8 anos também assistiram a um vídeo sobre boas maneiras de se tratar um livro e, em silêncio, respeitando as regras do local, fizeram uma visita guiada até a estante de livros infantis, onde puderam escolher obras para ler. Logo após, divididos em dois grupos, participaram de um jogo de perguntas e respostas sobre modo de leitura e cuidado com os livros. Eduardo, 7 anos, que dedica alguns momentos de cada dia para a leitura, diz. “Procuro ler bastante; os livros de que mais gosto são os de aventura”, contou, feliz. O encerramento do projeto ocorreu com um piquenique nos jardins do prédio 15 do Campus durante essa semana.

Mais recentes