Ensino

Ivan Izquierdo recebe Prêmio Unesco-Guiné Equatorial

quarta-feira, 25 de abril | 2018

ivan izquierdo, prêmio unesco,inscer/rs,centro de memória,Prêmio Internacional Unesco-Guiné Equatorial para Pesquisa em Ciências da Vida

Foto: Aquivo pessoal

O coordenador do Centro de Memória do Instituto do Cérebro do Rio Grande do Sul (InsCer/RS), Ivan Izquierdo, conquistou o Prêmio Internacional Unesco-Guiné Equatorial para Pesquisa em Ciências da Vida. O reconhecimento, concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), foi obtido por suas descobertas em elucidar os mecanismos de processos de memória, em consolidação e recuperação, e suas aplicações clínicas em distúrbios psicológicos e de idade e doenças neurodegenerativas, levando a uma melhoria da qualidade de vida humana. A entrega ocorreu no dia 30 de março, em Sipopo, na Guiné Equatorial.

“Este prêmio é muitíssimo especial, pois reconheceu o lado mais importante da minha vida, que é a contribuição dos meus estudos para a qualidade de vida da população. Essa sempre foi a minha motivação final”, avalia o professor Izquierdo. O prêmio também foi destinado ao professor Rui Luis Gonçalves dos Reis, da Universidade do Minho (Portugal), e à Organização de Pesquisa Agrícola do Centro Volcani, em Israel. Cada um dos vencedores recebeu 100 mil dólares, uma estatueta feita pelo artista Leandro Mbomio e um certificado.

Sobre o prêmio

O Prêmio Internacional Unesco-Guiné Equatorial para Pesquisa em Ciências da Vida reconhece projetos de pesquisa notáveis de indivíduos, instituições e outras entidades que trabalham com Ciências da Vida e que tenham levado a uma melhora da qualidade de vida humana. Esta é a quarta vez que o prêmio é realizado.

Mais recentes