Impacto Social

Projeto internacional avança no debate sobre cidades inteligentes e sustentáveis 

segunda-feira, 27 de dezembro | 2021

Foto: Matheus Gomes

A reunião anual do projeto Strengthening Governance Capacity for Smart Suistanable Cities Erasmus+, o CAP4CITY, financiado pela União Europeia, aconteceu no início de dezembro de 2021 e reuniu pesquisadores de 12 universidades de oito países. O objetivo central do projeto é elaborar um MOOC (em inglês, massive open online course), um curso aberto online, de 80 horas sobre cidades inteligentes e sustentáveis, e um conjunto de materiais sobre 31 conteúdos que ficarão disponíveis para que qualquer organização no mundo organize o seu próprio curso. 

Nesta edição, em virtude da pandemia, a reunião aconteceu de forma híbrida. A coordenadora do projeto, Gabriele Viale Pereira, e a pesquisadora Lucy Temple, ambas da universidade austríaca Danube University Krems (DUK), e a professora da Escola de Negócios da PUCRS e coordenadora do projeto, Edimara Mezzomo Luciano, recepcionaram os parceiros presencialmente, no Living 360º e virtualmente via plataforma Zoom. No encontro, membros do projeto discutiram os resultados obtidos em 2021 e realizaram o planejamento das atividades para 2022, visando reforçar as capacidades de governança para cidades inteligentes e sustentáveis. 

O projeto conta com pesquisadores de oito países distintos, sendo quatro da Europa (Áustria, Países Baixos, Estónia e Polônia) e quatro da América Latina (Argentina, Brasil, Chile e Colômbia). “A iniciativa possui grande diversidade de especialistas em áreas como administração, gestão pública, ciências políticas, ciências sociais, sistemas da informação e engenharias, compondo um trabalho transdisciplinar”, destaca Edimara. 

Avanços do projeto 

O CAP4CITY avançou significativamente em relação à disseminação sobre cidades inteligentes e sustentáveis por meio da inclusão de disciplinas sobre o tema nas universidades participantes do Consórcio, impactando estudantes de diferentes cursos. 

Foram realizados treinamentos para acadêmicos e educadores sobre o uso e desenvolvimento de ferramentas de ensino e aprendizagem relacionadas com Cidades Inteligentes e Sustentáveis, incluindo o banco de dados educacional para desenvolver cursos relacionados ao tema. 

Outro avanço foi a realização de workshops em diversos eventos nacionais e internacionais, visando identificar quais capacidades de cidades inteligentes devem ser desenvolvidas. A partir disso, 31 disciplinas estão sendo desenvolvidas e este conteúdo estará disponível gratuitamente para qualquer pessoa que quiser fazer os cursos, ou para organizações que queiram organizar cursos a partir deste material. 

Articulação na PUCRS 

Foto: Matheus Gomes

A PUCRS já está aplicando os conteúdos desenvolvidos pelo projeto CAP4CITY (algumas das 31 disciplinas que estão sendo desenvolvidas). Na graduação, a disciplina Projeto Integrador I, obrigatória do curso de Administração, tem cidades inteligentes como tema, e tem utilizado os materiais do CAP4CITY. Na pós-graduação stricto sensu, a disciplina Particicipatory Smat and Sustainbale Cities utilizou estes conteúdos com mestrandos e doutorandos, durante a disciplina. 

Além disso, foram realizados quatro workshops. O primeiro contou com participantes da universidade e da comunidade. O segundo com alunos de graduação na semana acadêmica da Escola de Negócios. O terceiro foi realizado em uma edição do Tecnopuc Experience, com a comunidade de Tecnopuc. E o último com pesquisadores, no principal evento brasileiros de pesquisadores em Administração, o ENANPAD. Ao todo, os eventos envolveram mais de 140 pessoas. 

Expectativas para 2022 

A partir da última reunião de trabalho foram definidas as ações para o próximo ano. Os envolvidos buscam finalizar as atividades previstas no âmbito do projeto, realizar todas as gravações dos MOOCs, um curso aberto online e disseminar conhecimento realizando eventos sobre capacidades para cidades inteligentes e sustentáveis nos países membros do projeto. 

Além disso, esperam realizar de forma presencial a reunião final do projeto na Colômbia, em data a ser definida. Na PUCRS, um curso de extensão deve ser realizado no próximo ano, com foco em governança de cidades inteligentes e sustentabilidade. Também estão sendo discutidas ações conjuntas com o outro projeto ERASMUS coordenado pela Escola de Negócios, o ClimateLabs, que teve o seu laboratório de inovação social lançado recentemente.

Mais recentes