Ensino

Estudantes de enfermagem da PUCRS participam de simulação de incêndio

segunda-feira, 27 de março | 2023

Foto: Olga Ferreira/ GaúchaZH

A agilidade e o comprometimento no combate a incêndios são essenciais para prevenir e informar a população sobre como agir nesses casos. Por causa disso, eventos como as simulações auxiliam para que tudo seja feito com o máximo de excelência para proporcionar às vítimas o melhor atendimento. Para isso, é necessário um trabalho em equipe entre bombeiros, socorristas das ambulâncias e profissionais do trânsito. 

Pensando nisso, alunos e alunas do curso de Enfermagem da Escola de Ciências da Saúde e da Vida da PUCRS representaram a Universidade na simulação promovida pelo Sindicato dos Hospitais e Clínicas de Porto Alegre (Sindihospa). A professora Janete Urbanetto acompanhou os estudantes nessa atividade. 

A encenação contou também com a participação de oito hospitais da capital. Os/as estudantes foram divididos/as em grupos: os/as alunos/as de enfermagem da PUCRS e da Liga Acadêmica de Urgência e Emergência da Faculdade FACTUM representaram as vítimas do incêndio. Já os/as alunos/as da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) foram denominados/as “sombras”, responsáveis por acompanhar cada etapa do processo.  

Iniciativa beneficia vivência acadêmica    

Para Gabriela de Souza, estudante de Enfermagem, a experiência na simulação proporcionou uma vivência para além da sala de aula.   

“Participar do simulado foi uma experiência ímpar, me fez enxergar ainda mais a importância não somente dos/as profissionais da saúde, mas de todos/as os envolvidos/as quando acontece esse tipo de situação. Foi um movimento enorme, quase 200 pessoas foram envolvidas para capacitar ainda mais os profissionais”. 

Esta não é a primeira vez que os estudantes de enfermagem participam de uma ação da Sindihospa, a edição anterior resultou num feedback positivo dos alunos o que foi uma das motivações para participarem novamente.  

“O convite foi realizado pelos organizadores da atividade em função de já termos participado com os estudantes de enfermagem da PUCRS de ação similar em 2018. Na época o feedback dos estudantes e dos organizadores foi excelente o que provavelmente implicou no convite para estarmos presentes nesta atividade também”. 

A ação conjunta com centenas de profissionais do Hospital Moinhos de Ventos, além de agentes de órgãos de segurança militares e civis do Estado e município serviu para aperfeiçoar a prática desses especialistas em suas determinarias áreas. Também contribuiu para que os alunos da professora Janete experimentassem novamente uma experiência ímpar para a sua formação.  

“Os estudantes de enfermagem já utilizam a experiência baseada em simulação no curso. O processo de ensino e de aprendizagem reforça os elementos da avaliação e atendimento em situações de baixa, média e alta complexidade. Na experiência deste ano, eles simularam as vítimas com sinais e sintomas representando as diferentes complexidades/gravidades para que as equipes de saúde pudessem avaliar e tomar as decisões de atendimento no local ou transferência para os hospitais da cidade. Desta forma, mesmo não desempenhando o papel de profissional da saúde eles tiveram a oportunidade de aprender pela ação do outro”, finaliza a professora.  

Mais recentes