Institucional

Empreendedor camaleão: confira os aprendizados do 5º Ideação

segunda-feira, 17 de maio | 2021

Empreendedor camaleão: confira os aprendizados do 5º IdeaçãoA quinta edição do Ideação, evento sobre empreendedorismo e inovação promovido pelo Laboratório Interdisciplinar de Empreendedorismo e Inovação da PUCRS (Idear), reuniu importantes nomes da área em um evento online, nos dias 11, 12 e 13 de maio. Nesse ano, o evento abordou a importância de o empreendedor estar preparado para adaptar-se à complexidade do mundo. A partir desse fio condutor, os painelistas transitaram entre temas como consciência e educação empreendedora, uso das mídias sociais, criação de personas e saúde mental.   

O evento contou com mais de 1.900 inscrições em sete atividades. Abertas ao público, as lives foram transmitidas pelo Youtube da PUCRS. Confira os aprendizados de cada painel e acesse os links abaixo para assistir às palestras completas. 

Empreendedor camaleão: confira os aprendizados do 5º IdeaçãoCriadora da Contente e da #ainternetqueagentequer, Luiza Voll apresentou dicas para empreender sem abrir mão da humanidade. Entre os assuntos abordados, a publicitária trouxe ideias de como vivenciar o trabalho remoto e, ao mesmo tempo, privilegiar o autocuidado. A partir dessa dinâmica, ela apresentou os principais hábitos impactados pela mudança do trabalho presencial para o home office e como isso afetou o psicológico das pessoas no dia a dia.  

A painelista também destacou que, apesar de precisarmos de movimentos coletivos para sermos mais conscientes nas demandas de trabalho, é importante começarmos por nós mesmos. Isso começa por assumir uma intenção positiva e buscar humanizar cada vez mais a comunicação e entendimento entre as pessoas. 

Mariana Bandarra, cocriadora do podcast Talvez Seja Isso e da metodologia Planejamento Selvagem, comentou sobre a importância da saúde mental e do bem-estar na rotina do trabalho remoto, compartilhou dicas para superar os próprios limites em relação as situações de trabalho e apresentou 11 premissas que podem ajudar nesse processo. Confira: 

  1. Você é responsável por criar aquilo que você quer que exista. 
  2. Você não precisa fazer tudo sozinha. 
  3. Sua produtividade não determina seu valor. 
  4. Sem gentileza, cuidado e prazer o sucesso é uma força destrutiva. 
  5. Trabalhe Ien-ta-men-te. Descansar é parte do trabalho. 
  6. Não há foco sem distração. Continue voltando. 
  7. É só dar um passo. Ele te prepara para o próximo. 
  8. Sua atenção é um recurso finito e precioso. 
  9. Uma lista interminável de coisas para fazer e uma infalível para aprisionar uma mulher. 
  10.  A alegria é revolucionária. 
  11. Quando a gente aprende a fluir com os ritmos da vida, planejar é um ato criativo. 

Empreendedor camaleão: confira os aprendizados do 5º IdeaçãoFundadora da Cocodensado, da Juro de dedinho e da Empawer, a empresária e estudante de nutrição, Paola Parmigiani, direcionou suas dicas para quem deseja começar a empreender por meio de mídias digitais, especialmente pelo Instagram. A painelista contou sua trajetória empreendedora e destacou as estratégias que utilizou para tirar suas ideias do papel com assertividade.  

O conselho para quem está começando é definir com clareza e intenção o público-alvo, por meio do desenho de personas, entendendo as características, os hábitos e os comportamentos de cada grupo de pessoas que se deseja atingir. 

Paola também apresentou dicas para construir um perfil de sucesso, com estratégia e posicionamento, além de quando e como utilizar diferentes formatos de publicação para engajar e estratégias para interação com a marca. 

Empreendedor camaleão: confira os aprendizados do 5º IdeaçãoKarine dos Santos Oliveira, fundadora da Wakanda Educação Empreendedora, contou sobre sua trajetória empreendedora e quais foram os seus maiores desafios. A painelista narrou sua vivência com comunidades periféricas na cidade de Salvador e mostrou que o empreendedorismo sempre esteve presente em sua vida, porém, com palavras diferentes e menos técnicas. 

A painelista explicou como criou sua primeira metodologia para negócios e como nasceu a sua relação com o empreendedorismo por necessidade, apontando os desafios do dia a dia de pais e mães empreendedoras. Em sua fala, trouxe a visão social e a necessidade de democratização do conteúdo sobre empreendedorismo. Por fim, Karine também falou sobre os bastidores do programa Shark Tank e os desafios práticos de empreender com dinheiro de outras pessoas.  

Empreendedor camaleão: confira os aprendizados do 5º IdeaçãoProfessor e pesquisador na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), Joaquim José Jacinto Escola, comentou sobre a interdependência internacional em relação ao empreendedorismo e ao desenvolvimento. O seu argumento consiste na ideia de que é necessário ampliar a visão de empreendedorismo, ou seja, precisamos de diferentes áreas do conhecimento trabalhando juntas para inovar. 

Além da perspectiva de promover o empreendedorismo enquanto conteúdo, o professor apontou a necessidade de estimular o pensamento crítico e também o desenvolvimento de competências empreendedoras. Para ele, saber se comunicar é fundamental para estimular o desenvolvimento de soluções. 

Essa visão globalizada do empreendedorismo também passa pela ideia de diversidade entre as pessoas e de aprender a viver com as diferenças e de maneira democrática. De acordo com Joaquim, valores como a comunicação crítica e a diversidade são os principais responsáveis ela geração de inovação, tendo em vista que uma sociedade desenvolvida depende de diferentes pessoas com diferentes vivências. 

No mesmo painel, Jacinto Jardim, pesquisador integrado da Universidade Aberta, destacou a importância da disseminação da cultura empreendedora. Para ele, é fundamental tornar esse movimento um hábito, por meio da atuação de instituições com objetivos e valores alinhados, como a inclusão social, por exemplo.  

O professor citou ferramentas e metodologias que podem ser utilizadas por professores em sala de aula para apoiar o desenvolvimento de alunos de acordo com o grau de maturidade de cada projeto. Jacinto destacou a importância da pesquisa no empreendedorismo e também de professores empreendedores, que incentivem e motivem os alunos a colocarem as ideias em prática com a finalidade de transformar a realidade. 

Leia também: PUCRS e CER Sebrae firmam parceria para incentivo da Educação Empreendedora 

Mais recentes