Institucional

Diversidade de cursos faz alunos conhecerem mundo acadêmico

sexta-feira, 22 de setembro | 2017

design, desenho

Foto: Bruno Todeschini/PUCRS

O segundo e último dia de Open Campus foi mais um momento para que os jovens de escolas do Ensino Médio tivessem a oportunidade de acompanhar como é um ambiente acadêmico. Durante a manhã e tarde desta sexta-feira (22), os alunos puderam conversar com acadêmicos e professores, além de participar de oficinas de diversas áreas, para definir as suas escolhas profissionais.

Dentre as várias opções, a oficina do curso de Design colocou os jovens para usar a criatividade por meio de desenhos. Para o professor da graduação, Marcelo Martel, essa experiência permitiu demonstrar as aptidões básicas do curso. “Na nossa área, tem que gostar de desenho ou pelo menos querer aprender. Depois, se tem acesso a tecnologias mais sofisticadas”, explica. Para Rafael Médici, 17, do Monteiro Lobato, os ensinamentos foi uma amostra do que vai ser uma faculdade. “Para quem está meio indeciso, realmente é a forma para ver se gosta dessa área”, enfatiza.

Degustar e aprender a preparar pratos saborosos foi a proposta do curso de Gastronomia. A professora da graduação, Luísa Rihl, reforçou a empolgação dos participantes. “É importante abrir as portas da Universidade e mostrar um pouquinho dos cursos para que possam tirar as suas dúvidas e saibam o que seguir na vida”, destaca. E justamente estes esclarecimentos que Yasmin Richter, 20, do Universitário conseguiu captar. “Tinham alguns alunos de Nutrição que eu queria muito conversar. Também saber como é a parte teórica, o que mais me preocupa na Gastronomia. Mas pelo o que eles falaram, parece ser muito legal”, comenta.

motor, mecaninca

Foto: Camila Cunha/PUCRS

Já na Engenharia Mecânica, Rafael Telli, 16, do Monteiro Lobato, pode saber como funcionam motores e máquinas em geral. “Vi todos os laboratórios, isso realmente ajuda a ter uma noção do que é o curso”, explica. A acadêmica do oitavo semestre da graduação e capitã da equipe Feng Eco Racing, Litiele dos Santos, 24, reforçou o entusiasmo dos jovens. “A retribuição deles foi muito boa, porque vieram com várias ideias e mostraram muito interesse”, diz.

Mais recentes