Impacto Social

Como é e por que realizar voluntariado durante a pandemia?

sexta-feira, 27 de agosto | 2021

Dia Nacional do Voluntariado

Registro de uma das viagens de Ana/Foto: Acervo pessoal

De onde vem a vontade de ajudar o próximo? Para Ana Tiara Moraes, estudante da Escola de Direito da PUCRS, surgiu a partir de um sonho. Nele, Nossa Senhora da Conceição pedia para que Ana estivesse junto a ela e, a partir de então, a jovem passou a buscar uma missão de vida e a cultivar sua espiritualidade.  

Para isso, começou a viajar para diferentes destinos: primeiro o Rio de Janeiro, depois, Florianópolis. Na capital catarinense a acadêmica teve seu primeiro contato com o voluntariado, chegou a morar em uma comunidade Hare Krishna e fez muitos amigos. Apesar de ter tido a possibilidade de vivenciar experiências diversas – e ter gostado de ajudar as pessoas – ainda estava em busca de seu propósito. E foi no Centro de Pastoral e Solidariedade que o encontrou:  

“Eu precisei sair de Porto Alegre para entender que tudo que eu precisava estava aqui perto de mim, na Universidade e, desde então, participo de diferentes frentes: realizo voluntariado, meditação e, ainda, faço parte da Liga de Saúde e Espiritualidade”, conta Ana.  

Sua história com a Pastoral começou durante a pandemia de Covid-19 quando, ao saber que havia a possibilidade de participar de atividades que ajudam pessoas, se inscreveu. A atuação voluntária da estudante está vinculada ao Centro Social Marista de Porto Alegre (Cesmar), que conta com diversas iniciativas a partir de parcerias com escolas e entidades locais. Por conta da pandemia, o trabalho é realizado por meio de ligações telefônicas, com o objetivo de acolher aos jovens atendidos pelo Cesmar neste momento de dificuldades e incertezas.  

Para Ana, a palavra que define o voluntariado é amor, por ser algo incondicional que você dá sem esperar algo em troca. Por fim, ela traz uma dica para quem pensa em fazer voluntário: “Procure encontrar as respostas das suas angústias dentro de você, se conheça bem e, então, vá fazer a sua parte em ajudar o outro”. 

Neste sábado, 28 de agosto, é o Dia Nacional do Voluntariado, data que celebra a importância da solidariedade. Histórias como a de Ana confirmam essa relevância e lembram a importância de estar disponível para aqueles que necessitam de ajuda, principalmente em um momento tão delicado quanto uma pandemia.  

Conheça o Centro de Pastoral e Solidariedade 

O Centro de Pastoral e Solidariedade atua de forma integrada às unidades universitárias nos âmbitos da espiritualidade, formação e solidariedade, com projetos para alunos, professores, gestores, técnicos-administrativos e diplomados.  

Justamente para compreender a relevância da solidariedade, realiza o Voluntariado PUCRS, possibilitando que a comunidade acadêmica doe seu tempo para atividades de educação e bem-estar social e contribuam ativamente na sociedade.  

Saiba mais sobre o Voluntariado PUCRS no site da Pastoral 

Mais recentes