Impacto Social

Dia Nacional do Voluntariado: conheça a história de três estudantes da PUCRS que praticam a solidariedade

segunda-feira, 28 de agosto | 2023

Vinicius da Silva Ferreira é estudante de Administração na PUCRS e atua como voluntário na Pequena Casa da Criança. / Foto: Arquivo Pessoal

Se dedicar a apoiar causas e instituições beneficentes é uma forma de construir relações sociais mais humanas. A prática do voluntariado tem se tornado cada vez mais forte no Brasil, com mais de 57 milhões de voluntários ativos em todo país. Na PUCRS, por meio do Centro da Pastoral e Solidariedade, estudantes, professores e integrantes da comunidade acadêmica são incentivados a ajudar quem precisa.  

Com projetos como Voluntariado Educativo Marista, Doe Sempre, Campanha do Agasalho, Ônibus do Bem e Campanhas Solidarias, a Pastoral se dedica à prática do voluntariado. São mais de um milhão de atendimentos e pessoas impactadas desde 2009, e em 14 anos mais de 2.500 voluntários já se envolveram com os projetos da Pastoral. Para celebrar o Dia Nacional do Voluntariado, reunimos histórias de três estudantes da PUCRS que transformaram a solidariedade em rotina. Conheça!  

Leia mais: Dia do Voluntariado: um exercício de solidariedade e cidadania

Educando de forma positiva  

Vinicius da Silva Ferreira, estudante do curso de Administração da Escola de Negócios, ingressou nesse universo por meio programa de Voluntariado Educativo Marista. Hoje, atua na Pequena Casa da Criança, instituição que atende cerca de 800 crianças, jovens e idosos em vulnerabilidade social diariamente em Porto Alegre. O estudante conta que, assim que iniciou o voluntariado, percebeu que aquele trabalho realmente pode fazer a diferença na vida das pessoas. 

“Eu me sinto muito feliz em participar desse trabalho. Ser voluntário é muito mais importante do que podemos imaginar, é ter dedicação, amor, alegria, empatia e, principalmente, gostar de ajudar o próximo. Vou ser sempre voluntário porque eu faço de coração e com certeza quero poder ajudar muito mais todas essas pessoas. Sempre serei grato pela Pastoral por estar proporcionando isso para a minha vida e me fazendo feliz junto com a instituição na qual estou ajudando”, comenta. 

Maria Eduarda Dorneles Madruga é estudante de Psicologia e atua como professora voluntária na Pequena Casa da Criança. / Foto: Arquivo Pessoal

O número de crianças em situação de pobreza e vulnerabilidade social no Brasil é grande: de acordo com a pesquisa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), 63% das crianças no Brasil estão na linha da pobreza no país. A falta de recursos para que crianças e adolescentes consigam se desenvolver acaba afetando diretamente no acesso à moradia digna, comida e educação.  

A PUCRS é uma instituição de ensino que acredita que a difusão do conhecimento por meio da educação pode ajudar a transformar o mundo. A Universidade mantém parceria com diversas instituições voluntárias onde o ensino tem um papel fundamental, e a Pequena Casa da Criança é uma delas. A estudante de Psicologia da Escola de Ciências da Saúde e da Vida Maria Eduarda Dorneles Madruga atua como professora de Inglês voluntária para os/as alunos/as atendidos pela instituição. Para ela, o voluntariado na PUCRS é uma experiência diferenciada, pois vai além da prestação de serviço à comunidade. 

“Eu entrei sem saber o que fazer e acabei apaixonada, com uma nova perspectiva de vida. É no voluntariado que eu renovo as minhas energias. Exatamente por ser uma atividade exigente, ela me ensina coisas novas todas as semanas, e me faz querer me esforçar para ser a minha melhor versão, aprimorar meus conhecimentos, e assim poder ajudar a formar o futuro da nossa sociedade. Recomendo a todos que tiverem a possibilidade, que participem dessa jornada”. 

A estudante de Psicologia Virginia Lima Alves atua como voluntária no Centro Educacional São Vicente. / Foto: Arquivo Pessoal

Virginia Lima Alves também estuda Psicologia na PUCRS e participa do programa de Voluntariado Educativo Marista. A estudante atua no Centro Educacional São Vicente, instituição que há mais de uma década se dedica ao cuidado de crianças e adolescentes. Para ela, a experiência tem sido bastante positiva.  

“Fazer parte da instituição e de sua rotina me trouxe novos desafios e me ensina muito sobre ter iniciativa, se fazer presente, escutar e acolher. O principal impacto que o voluntariado me causou foi o senso de responsabilidade, já que sempre que eu chego lá e vejo que as crianças ficam felizes em me ver, consigo reconhecer o papel que eu exerço na escola e na rotina deles. Com isso, percebo que o trabalho voluntário é uma via de mão dupla, onde ao mesmo tempo que estou doando o meu tempo e atenção, recebo muito carinho e aprendizado, com certeza é uma experiência que vou levar para a vida toda.” 

Seja Voluntário 

As oportunidades de participar do Voluntariado Educativo Marista estão abertas. Oficinas, reforço escolar, criação de estratégias para arrecadação de recursos, confecção de materiais lúdicos e pedagógicos, criação literária e o apoio no gerenciamento de redes sociais são algumas das atividades que poderão ser desenvolvidas. As atividades de voluntariado nesse semestre são presenciais e os/as interessados/as podem se inscrever pelo link abaixo. As inscrições estão condicionadas ao número de vagas disponíveis.   

Participe e ajude a fomentar uma sociedade mais humanizada

Mais recentes