Institucional

Escritor João Silvério Trevisan fala sobre sua obra no Delfos

sexta-feira, 06 de outubro | 2017

João Silvério Trevisan

Foto: Reprodução

No dia 11 de outubro, das 14h às 17h30min, o Delfos – Espaço de Documentação e Memória Cultural promove o evento Criar, escrever e outras lutas: conversa com João Silvério Trevisan. Escritor, jornalista, dramaturgo e ativista do movimento LGBT, vai falar sobre sua obra no evento coordenado pelo professor da Escola de Humanidades Ricardo Barberena e pelo doutorando em Escrita Criativa do Programa de Pós-Graduação em Letras Reginaldo Pujol Filho. Entrada franca.

Nascido em Ribeirão Bonito (SP), Trevisan é também tradutor, cineasta e coordenador de oficinas literárias. Recebeu inúmeros prêmios em teatro, cinema e literatura, dentre os quais o Jabuti (três vezes) e o da Associação Paulista dos Críticos de Arte (duas vezes). Tem obras traduzidas para o inglês, o alemão e o espanhol. Escreve para jornais e revistas de todo o País e do exterior. Alguns de seus livros: Testamento de Jônatas deixado a David (1976); As incríveis aventuras de el cóndor (1980); Em nome do desejo (1983); Vagas notícias de Melinha Marchiotti (1984); Devassos no paraíso (1986); O livro do avesso (1992); Ana em Veneza (1994), agraciado com o Prêmio Jabuti em 1996; Troços & destroços (1997); Seis balas num buraco só: a crise do masculino (1998); Pedaço de mim (2002); Rei do cheiro (2009). Neste ano, lançou a obra Pai, pai, sobre suas memórias a respeito da homossexualidade e a difícil relação com o pai.

 

 

 

Mais recentes