Saúde

Covid-19: Hospital São Lucas e Tecnopuc apoiarão o desenvolvimento de testes

quarta-feira, 24 de junho | 2020

O Hospital São Lucas da PUCRS (HSL) firmou uma parceria com o Centro de Pesquisas em Biologia Molecular e Funcional (CPBMF) da Escola de Ciências da Saúde e da Vida e a empresa Quatro G, ambos instalados no Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc), para o desenvolvimento de testes de diagnóstico para à Covid-19.

De acordo com Saulo Bornhorst, Diretor Técnico do HSL, a parceria terá um papel fundamental, evidenciando a importância da interação entre pesquisa e assistência nesse momento de pandemia. A responsável técnica pelo Laboratório Clínico do Hospital São Lucas, Terezinha Paz Munhoz, afirma que a união de esforços tem sido determinante no enfrentamento à Covid-19. “Esta parceria integra pesquisa e tecnologia com o diagnóstico, demonstrando a importância de estarmos inseridos num ambiente universitário. O Laboratório Clínico do HSL, o CPBMF e a Quatro G, juntos, potencializam a capacidade de diagnóstico e monitoramento da doença, trazendo maior agilidade no atendimento aos pacientes e colaboradores do HSL”, ressalta Terezinha.

Em uma primeira etapa, serão três mil exames disponibilizados em 60 dias, financiados com recursos humanos e financeiros da Quatro G e recursos públicos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs) oriundos do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Tuberculose (INCT-TB). No total, serão 15 mil exames, no padrão RT-PCR de tempo real, em três etapas consecutivas, envolvendo a parceria com o Laboratório Central do Estado (Lacen/RS) e o Hospital São Lucas, incluindo potencial para uma pesquisa epidemiológica com 5 mil testes.

Jorge Audy, Superintendente de Inovação e Desenvolvimento da PUCRS, destaca o apoio do Governo do Estado ao Tecnopuc a aos demais ecossistemas de inovação no RS. “Além desta ação com o CPBMF e com a empresa Quatro G, estamos também com outros dois editais aprovados, que são específicos para os ambientes de inovação do INOVARS na região metropolitana. As iniciativas também estão relacionadas à Covid-19: um deles na área de projeto e produção de respiradores e outro para pessoal, envolvendo bolsistas para a gestão do ecossistema metropolitano”, explica. No caso específico da parceria entre CPBMF, Quatro G e HSL, Audy comenta que a união é fruto de um esforço positivo. “Nossa maior preocupação foi viabilizar a execução dos exames em parceria com o HSL, bem como com o próprio Lacen/RS, que credenciou e liberou a realização dos exames”, destaca o Superintendente.

Os pesquisadores seniores do CPBMF Luiz Basso, Pablo Machado e Cristiano Bizarro destacam que a aproximação com o HSL e com a PUCRS sempre foi o objetivo do CPBMF e da Quatro G. “Nossos contatos iniciais com o Superintendente de Inovação e Desenvolvimento da PUCRS, Jorge Audy, buscavam tal aproximação para que pudéssemos colaborar com o Hospital São Lucas na realização de ensaios para a detecção do SARS-CoV-2, o agente etiológico da Covid-19, utilizando a técnica de reação da transcriptase reversa, seguida de reação em cadeia da polimerase (RT-PCR) monitorada em tempo real”.

A infraestrutura e pessoal qualificado do CPBMF, com a única NB3 funcional do estado do RS, permite que o laboratório possa produzir o RNA viral em células eucarióticas para ser utilizado como controle positivo da RT-PCR com total segurança dos colaboradores envolvidos, como foi explicado nesta matéria. A colaboração entre o CPBMF e o HSL poderá dobrar o número de exames diários utilizando o protocolo desenvolvido pelo CDC americano e adaptado pelos pesquisadores com o uso de insumos produzidos por empresas brasileiras, como a Quatro G.

Rafael Prikladnicki, Diretor do Tecnopuc, destaca que diversas startups do Parque estão desenvolvendo ações de combate a Covid-19 desde o início da pandemia. “Com a Quatro G neste contexto do projeto do CPBMF e HSL, temos mais um belo exemplo de inovação com impacto direto na sociedade por parte das startups instaladas no Tecnopuc”, comenta.

Habilitação do CPBMF pelo Lacen/RS

Os laboratórios que pretendem executar a técnica de RT-PCR devem validar seus testes junto a um laboratório de referência. No estado do Rio Grande do Sul, o Lacen/RS confere a habilitação. Para receber a validação foram enviadas duas amostras clínicas que testaram positivo para a presença do SARS-CoV-2 no CPBMF para contraprova no Lacen. O Laboratório Central do Estado confirmou os resultados, habilitando o CPBMF para realização dos exames. O CPBMF foi subsequentemente inserido na página da secretaria da saúde junto aos demais laboratórios habilitados para realização das análises.

Apoio da Fapergs

O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do RS, Odir Dellagostin, salienta que a Fapergs apoiou o CPBMF através da alocação de recursos, originalmente concedidos ao INCT-TB. O financiamento possibilitou adequações na infraestrutura e custeio para ações de pesquisa direcionadas ao enfrentamento da pandemia de Covid-19, nos melhores padrões interacionais para exames da doença. O laboratório padrão NB-3 do CPBMF, localizado no Tecnopuc, é o mais qualificado em termos de infraestrutura hoje no Estado.

“Temos orgulho dos nossos pesquisadores que estão engajados em ações concretas que estão ajudando a salvar vidas. As parcerias estabelecidas entre CPBMF, Quatro G, Tecnopuc e Hospital São Lucas estão fazendo exatamente isso: salvando vidas!”, frisa o presidente da Fapergs.

Mais recentes