Ensino

Alunos de Design expõem trabalho solidário no Shopping Iguatemi

quarta-feira, 29 de agosto | 2018

Foto: Eduardo Seidl

Foto: Eduardo Seidl

Serão exibidos, de 29 de agosto a 1º de setembro, no Shopping Iguatemi (Av. João Wallig, 1800 – Porto Alegre), dois móveis infantis projetados por alunos do curso de Design para a disciplina Laboratório Interdisciplinar de Design 1. Os mobiliários, desenvolvidos pelos estudantes Bárbara da Silva Pinto e Thiago Augusto no primeiro semestre de 2017, farão parte de uma exposição promovida pela agência Paim com parceiros da Fundação O Pão dos Pobres. As peças compõem a mostra pois passaram a fazer parte de um convênio firmado com a entidade assistencial. Eles serão reproduzidos nas aulas para adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade do Curso Técnico e Profissionalizante de Marcenaria, produção que será doada para creches maristas e comunitárias sem fins lucrativos.

O coordenador do curso vinculado à Escola de Comunicação, Artes e Design – Famecos, professor Marcelo Martel, destaca a satisfação de ver o retorno, na prática, das iniciativas promovidas com os universitários.  “Ficamos muito felizes em ver que o resultado do trabalho de nossos alunos já no primeiro semestre serviu para a melhorar a vida das pessoas, sejam elas nossos estudantes, alunos das instituições parceiras, das crianças em geral ou, ao menos, para sensibilizá-los para a solidariedade”, avalia Martel.  Ele explica que, para realizar a parceria, ambos os móveis foram registrados no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) como Desenho Industrial, pela Procuradoria Jurídica (Projur) da PUCRS. O docente destaca que essa oportunidade é um diferencial importante para o currículo dos futuros designers, que, após somente 6 meses de curso, já possuem um projeto próprio registrado no INPI.

Para Bárbara, a oportunidade de desenvolver projetos com um propósito real é um diferencial para o aprendizado, principalmente no início do curso.  “É muito interessante trabalhar em propostas de grande porte, logo no começo, pois assim já desenvolvemos as competências práticas de um projeto”, pondera a estudante. De acordo com ela, para projetar seu mobiliário, nomeado Mirim, foram realizadas diversas pesquisas para fundamentar o conceito. “O móvel instiga a imaginação através da multifuncionalidade, com uma estilização da famosa Ilusão de ótica “Pato/Coelho”, trazendo diversão e desafio ao ambiente infantil através de fundamentos da filosofia Gestalt”, explica.

Aprendizado integral

Foto: Laura Soares Pereira

Foto: Laura Soares Pereira

De acordo com o professor, é objetivo do curso formar, além de bons profissionais, bons cidadãos, oferecendo educação com princípios solidários.  Ele explica que os 200 anos de experiência da Rede Marista, que atua em diversas realidades sociais, proporciona muitas chances de utilizar temas reais como motivação para os exercícios acadêmicos.  O acordo com a instituição centenária O Pão dos Pobres seria mais uma forma de incentivar esse objetivo acadêmico e contribuir para uma sociedade melhor. “Por coincidência, descobri que já temos um primeiro aluno egresso das oficinas do Pão dos Pobres e, quem sabe, não teremos outros tantos no futuro”, projeta o professor.

Para Bárbara, a oportunidade de ver seu trabalho fazendo parte de uma iniciativa que fomenta a educação e conhecimento é gratificante. “Creio que essa é uma das maiores recompensas que um profissional pode ter, algo que vai além do projeto em sala de aula e impacta o cotidiano das pessoas. É fazer o bem e deixar um legado muito maior do que nós mesmos”, afirma a universitária.

Sobre a Fundação O Pão dos Pobres

A Fundação O Pão dos Pobres de Santo Antônio foi criada em 1895 para amparar as viúvas e os filhos das vítimas da Revolução Federalista. Atualmente, atende a 1.400 crianças, adolescentes e jovens em situação de risco e vulnerabilidade sociais, potencializando o seu desenvolvimento integral, numa perspectiva solidária construída por meio de práticas socioassistenciais. O Pão dos Pobres, desde o seu início, sobrevive graças ao apoio financeiro oriundo de convênios públicos, empresas e sociedade civil.

Sobre a Exposição

Foto: Laura Soares Pereira

Foto: Laura Soares Pereira

A ação idealizada pela agência Paim e pela equipe do Pão dos Pobres levará ao espaço do shopping as etapas pelas quais os jovens aprendizes do Centro de Educação Profissional (CEP) passam, desde o seu ingresso no curso até a condição conquistada na sua conclusão, com a capacidade de produzir peças de mobiliário e decoração. Os cursos em destaque na ação são a Marcenaria e Serralheria. Além de conhecer alguns dos futuros profissionais que o CEP está formando, no local, será possível saber como apoiar a instituição a continuar transformando vidas por meio da formação profissional.

Realizada com o apoio das empresas Promob, Madelei e da Universidade, a mostra é gratuita e aberta ao público, e pode ser visitada das 10h às 22h, na loja 2104, no 2º andar do Shopping Iguatemi, até sábado,  1º de setembro.

Mais recentes