Institucional

PUCRS irá desenvolver aplicativo para apoio de crianças em casas de acolhimento na Capital

segunda-feira, 23 de maio | 2022

aplicativo adote um amanhã

Foto: Diego Furtado

A PUCRS assinou, nesta terça-feira, 23 de maio, o termo de cooperação técnica com o Ministério Público para a produção, hospedagem e manutenção do aplicativo Adote um Amanhã. O projeto é uma parceria entre a Universidade, a Associação dos Usuários de Informática e Telecomunicações do Rio Grande do Sul (Sucesu/RS), a Fundação de Assistência Social e Cidadania de Porto Alegre (FASC) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). 

O aplicativo, que está sendo desenvolvido pela Agência Experimental de Engenharia de Software da PUCRS, tem o objetivo de apoiar e atender às necessidades individuais e coletivas de crianças e adolescentes em casas de acolhimento em Porto Alegre, oportunizando que pessoas físicas e jurídicas tenham acesso às necessidades das crianças e das casas de acolhimento. O aplicativo também está preparado para oferecer bens e serviços relacionados à causa.  

Para o reitor da Universidade, Ir. Evilázio Teixeira, é muito significativo participar de um projeto que esteja totalmente alinhado à visão de mundo que a PUCRS possui.  

“Nessa iniciativa temos a oportunidade de ser catalisadores do desenvolvimento e da inovação. As tecnologias, tão associadas aos mecanismos de inovação, são fruto do conhecimento, da criatividade, e da técnica ensinada e aprendida. Portanto, essa união de esforços por si só representa um passo além, pois demonstra que juntos podemos transformar realidades”, destaca. 

aplicativo adote um amanhã

Foto: Diego Furtado

O Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Júlio César de Melo, reforçou a importância de uma tecnologia com uma missão social tão patente. 

“Que maravilha podermos usar uma ferramenta de uso comum como o celular para criar um algo inovador, mas que também atenda uma necessidade. Que esse aplicativo nos ajude a construir caminhos e pavimentar estradas que levem ao atendimento pleno no direito das nossas crianças e adolescentes”, pontua.  

Em comemoração ao Dia Nacional da Adoção (25), além da assinatura do termo, as crianças e adolescentes do acolhimento institucional de Porto Alegre serão recebidos no Parque Esportivo da PUCRS para uma tarde lúdica e esportiva. Atualmente, existem 738 crianças e adolescentes em acolhimento institucional em 71 abrigos e casas lares. 

Atuação na defesa dos direitos das crianças 

A iniciativa reforça a missão da Universidade e da Rede Marista na promoção e defesa dos direitos das crianças e adolescentes. Atualmente, a PUCRS conta com diversas iniciativas focadas nesta pauta, por meio do Centro Marista de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, que proporciona a capacitação de profissionais e da comunidade em geral para que se engajem no cuidado integral da infância. 

Desenvolvido na Escola Politécnica da PUCRS, o aplicativo Adoção, do Tribunal de Justiça do RS (TJRS), vem ajudando crianças e adolescentes a encontrarem uma família. A plataforma aproxima as crianças do programa de acolhimento institucional gaúcho com possíveis adotantes.  

Leia também: Convênio com prefeitura e Ministério Público visa à busca ativa de alunos em evasão escolar

Mais recentes