O evento tem entrada gratuita, sujeita à lotação do espaço

No dia 2 de maio, quinta-feira, às 12h30, ocorre a segunda apresentação de 2024 do Hemisfério Cultural, projeto realizado pelo Instituto do Cérebro (InsCer) em parceria com o Instituto de Cultura da PUCRS (PUCRS Cultura). Nesse pocket show, sobe ao palco o bandoneonista e cantor Carlittos Magallanes junto do pianista e cantor Roberto Pinheiro apresentando algumas das obras mais antigas do cancioneiro rio-platense, clássicos da década de quarenta – conhecida como a década de ouro do tango – até sucessos de Astor Piazzolla. A dupla uruguaia ainda conta com o contrabaixista convidado Marcio Reggiori. O evento acontece no Auditório do Instituto do Cérebro, prédio 63 do Campus da Saúde – PUCRS, com entrada gratuita, sujeita à lotação do espaço. 

O Hemisfério Cultural tem como intuito proporcionar uma experiência cultural positiva no meio da rotina de pacientes, acompanhantes, médicos, professores, colaboradores e qualquer pessoa da sociedade em geral que venha ao Campus da Universidade. As apresentações acontecem na primeira quinta-feira de cada mês (com programação sujeita à alteração), iniciando em abril e encerrando em dezembro. 

Sobre os artistas

Carlittos Magallanes é bandoneonista uruguaio radicado em Porto Alegre. É diretor do grupo Tango’s Show. Gravou quatro CDs de tango com Carlos Garofali e, em 2017, recebeu o primeiro disco de ouro de tango no Brasil. Atua também como produtor de festivais nativistas, produtor discográfico e compositor. Tocou com grandes artistas e orquestras do Rio Grande do Sul e participou das trilhas sonoras dos filmes Sal de Prata e Netto Perde sua Alma. 

Roberto Pinheiro é pianista, cantor, arranjador, compositor e produtor musical.

Márcio Reggiori é contrabaixista e educador musical, atuante com público infanto juvenil, adultos e terceira idade. É professor de música no Colégio Anchieta e na UNATI/PUCRS. Mestre em Gerontologia Biomédica da PUCRS. 


Serviço 

As inscrições para participar da aula com o maestro são gratuitas

Erik Stark é diretor artístico do Coro Sinfônico de Indianápolis. / Foto: Divulgação

No dia 15 de maio, quarta-feira, das 13h30 às 17h30, no Teatro da PUCRS – Prédio 40, com inscrições gratuitas, acontece a Masterclass de Regência Coral, ministrada pelo maestro do Indianapolis Symphonic Choir (EUA) e professor da Butler University (EUA) Eric Stark. Na masterclass, serão abordados os pontos teóricos e práticos mais importantes da regência coral e, ainda, alguns participantes selecionados terão a oportunidade de ter tempo de pódio regendo o Indianapolis Symphonic Choir, com feedback do maestro Eric Stark.  

Para se candidatar para a masterclass com tempo de pódio, é necessário inscrever-se pelo link até o dia 05 de maio, anexando currículo e link de, no mínimo, um vídeo que mostre o interessado regendo. Os inscritos que não forem selecionados para ter tempo de pódio seguem inscritos na masterclass como ouvintes. A aula é aberta para todos os inscritos participarem como ouvintes. Pessoas interessadas apenas em ser ouvintes podem se inscrever pelo mesmo link sem a necessidade de enviar link de vídeo. As inscrições são gratuitas.

Confira aqui o repertório que será trabalhado na masterclass. 

Participe também das outras atividades dos corais Norte-Americanos em Porto Alegre: 

Singing together: workshop de canto coral  

No dia 15 de maio, quarta-feira, às 20h, no Teatro da PUCRS – Prédio 40, acontece um workshop exclusivo para grupos corais, com o intuito de promover trocas sobre teorias, práticas e experiências entre corais do Brasil e dos Estados Unidos. Nessa oportunidade, o maestro Eric Stark irá trabalhar técnica vocal, equilibro sonoro, timbragem, coloração das vogais, precisão das consoantes, afinação e saúde vocal, dentre outros aspectos do cantar em grupo. Todos os coros terão a oportunidade de unir suas vozes para executar exercícios e músicas experimentais, numa atividade chamada Paperless Singing, ou seja, cantar músicas sem partitura e desafiar a sua aptidão em exercícios com dificuldade crescente. Essa atividade é exclusiva para grupos corais e, para participar, os regentes dos grupos corais interessados precisam enviar e-mail para o maestro do Coral da PUCRS: [email protected].   

Concerto American Voices 

No dia 16 de maio, às 20h, no Teatro da PUCRS – Prédio 40, os corais Indianapolis Symphonic Choir Butler University Chorale apresentam o concerto American Voices, sob a regência do maestro Eric Stark. O repertório inclui clássicos, como Mozart, Orff, Rachmaninoff e Duruflé, bem como seleções de compositores americanos, como Eric Whitacre, Morten Lauridsen, Ysaye Barnwell e Elvis Presley. O Coral da PUCRS fará uma participação especial, como anfitrião. A entrada é franca, com distribuição de ingressos 1h antes no local da apresentação, sujeita à lotação do espaço. Saiba mais. 

Sobre Erik Stark 

Eric Stark é maestro, professor de música e diretor artístico do Coro Sinfônico de Indianápolis. Liderou o conjunto em turnês pelo Carnegie Hall de Nova York, pelo Kennedy Center de Washington DC, pelo Oriental Art Center Concert Hall de Xangai e pela Basílica de São Pedro na Cidade do Vaticano. Ajudou a lançar mais de 20 encomendas de novas obras corais, como Toward a Secret Sky de Augusta Read Thomas (2023) e Zabur por Mohammed Fairous (2014). 

Serviço  

A conversa será mediada pelo diretor do Instituto de Cultura da PUCRS, Ricardo Barberena, e com a professora da Escola de Humanidades Janaína Baladão

A conversa com o ator acontece no Auditório da Escola de Humanidades, prédio 9./ Foto: Divulgação

No dia 29 de abril, segunda-feira, às 19h15, a série Ato Criativo apresenta um bate-papo com o ator Thiago Lacerda. A conversa acontece no auditório do prédio 9, com mediação do diretor do Instituto de Cultura, Ricardo Barberena e da professora da Escola de Humanidades, Janaína Baladão. As inscrições são gratuitas, com vagas limitadas. Para participar, é necessário realizar inscrição através do link. A presença no encontro confere um certificado de horas complementares de acordo com a carga horária da atividade.

A série Ato Criativo tem como objetivo aproximar o público de pessoas que criam em diversas áreas da cultura, proporcionando espaços de bate-papo com artistas. Nessa edição, o ator fala sobre alguns de seus papéis mais importantes, sobre o que é um ator shakespeareano e sobre o seu espetáculo O Amor Natural, que esteve em cartaz na cidade, no Theatro São Pedro, no mês de março.

Sobre o artista

Thiago Lacerda nasceu no Rio de Janeiro. É ator e dublador, tendo participado de 34 novelas, entre elas, Malhação (1997), que marca sua estreia na televisão, Terra Nostra (1999), que lhe rendeu o prêmio de Melhor Ator Revelação na premiação Melhores do Ano e o prêmio Revelação no Troféu Super Cap de Ouro e A Casa das Sete Mulheres (2003), que lhe rendeu o Prêmio INTE na categoria de Melhor Ator. No cinema, esteve presente em 11 filmes, entre eles, Se Eu Fosse Você (2006), O Tempo e o Vento (2013) e Além de Nós (2023), que lhe rendeu a indicação ao Prêmio Sesc Melhores Filmes na categoria de Melhor Ator Nacional. Além disso, participou de 8 espetáculos teatrais, entre eles Paixão de Cristo (2000), Calígula (2008), que lhe rendeu o Prêmio Contigo! de Teatro na categoria de Melhor Ator e Macbeth (2015), que lhe rendeu o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro na categoria de Melhor Elenco.

Sobre os mediadores

Ricardo Barberena é diretor do Instituto de Cultura da PUCRS e Pós-Doutor em Letras (2009) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. É professor da Graduação e da Pós-Graduação em Letras e Escrita Criativa da PUCRS, coordena o Grupo de Pesquisa Limiares Comparatistas e Diásporas Disciplinares: Estudo de Paisagens Identitárias na Contemporaneidade e é membro do Grupo de Estudos em Literatura Brasileira Contemporânea.

Janaína Baladão é tradutora e professora da PUCRS. Possui bacharelado (2004) e doutorado em Letras pela UFRGS (2013). É especialista em Estudos Avançados em Língua Espanhola pela PUCRS (2007) e realizou dois estágios de pós-doutoramento na UFRGS. Tem experiência na área de Letras e Escrita Criativa, com ênfase em Línguas Estrangeiras Modernas,  Literaturas de Língua Espanhola e literatura para as infâncias. Atualmente é coordenadora Pedagógica do Lexis – Centro de Idiomas da PUCRS e integra o corpo docente da pós-graduação em Letras e escrita Criativa da PUCRS.

Serviço

A atividade é dividida em 8 encontros, que acontecem das 18h às 19h

A oficina será ministrada pelo estudante de Educação Física Alisson Gularte / Foto: Alex Gonçalves

De 19 de abril a 07 de junho, nas sextas-feiras, acontece a oficina de Danças Urbanas para Iniciantes no Ateliê PUCRS Cultura, localizado no térreo do prédio 30, na Escola Politécnica do Campus da PUCRS. A atividade é dividida em 8 encontros, que acontecem das 18h às 19h, ministrados pelo influencer, bailarino e professor de dança, Alisson Gularte. Para participar, é preciso ter idade mínima de 16 anos. 

Durante as aulas, serão introduzidas as bases do Hip Hop e de suas vertentes a partir de passos sociais, noções de ritmos, musicalidade e expressividade. A oficina tem como objetivo ampliar o repertório motor e a visão dos participantes à cerca das danças urbanas, além de proporcionar benefícios para o corpo e a mente. 

As inscrições são gratuitas, com vagas limitadas. Para participar, é necessário realizar inscrição através do link. A frequência mínima em 75% dos encontros confere um certificado de horas complementares de acordo com a carga horária da atividade. A tolerância de atraso para as aulas é de até 10 minutos. 

Sobre o ministrante 

Alisson Gularte, também conhecido como Miojotalharim, é licenciado em Educação Física pela UFRGS, modelo, influencer, bailarino e professor de dança desde 2019. Já participou de diversas campanhas publicitárias, eventos de dança, como o Brazil Dance Camp, No Name Dance Class e Sul em Dança. 

Serviço 

As oficinas serão ministradas pela atriz Aline Helena e pelo diretor teatral Isaque Conceição

Turma da Oficina de Iniciação Teatral em abril de 2023. / Foto: Divulgação

De 17 de abril até 26 de junho, nas quartas-feiras, acontece a Oficina de Iniciação Teatral no Ateliê PUCRS Cultura, localizado no térreo do prédio 30, na Escola Politécnica do Campus da PUCRS. A atividade é dividida em 10 encontros, que acontecem das 17h às 19h, ministrados pela atriz e produtora Aline Helena Elingen e pelo diretor teatral e dramaturgo Isaque Conceição. Para participar, é preciso ter idade mínima de 16 anos. 

Ao longo das aulas, a oficina oferece uma base sobre preparação corporal e vocal, além de noções relacionadas à criação de personagens, dramaturgia e direção. A partir de jogos teatrais leves, divertidos e dinâmicos, desenvolve habilidades de comunicação e expressão junto aos participantes. 

As inscrições são gratuitas, com vagas limitadas. Para participar, é necessário realizar inscrição através do link. A frequência mínima em 75% dos encontros confere um certificado de horas complementares de acordo com a carga horária da atividade. A tolerância de atraso para as aulas é de até 10 minutos. 

Sobre os ministrantes 

Aline Helena Elingen é atriz, produtora, pesquisadora, cofundadora do Grupo Teatral Realejo EnCena e bacharela em Artes Cênicas pela UFSC. Já trabalhou como atriz em diversas peças, atuando, hoje em dia, nos espetáculos Livre-seA Grande Máquina (em montagem) e Hospital-Bazar. É ilustradora na Editora Palavreado (Guaíba/RS) e ministrante de cursos e oficinas de Jogos Teatrais e Teatro de Animação. 

Isaque Conceição é diretor teatral, dramaturgo, ator, pesquisador e cofundador do Grupo Teatral Realejo EnCena. É bacharel em Artes Cênicas pela UFSC, formado em Gestão em Artes Circenses pelo IFRS e pós-graduando em Arte-educação pela Uniasselvi. Atualmente, dirige os espetáculos Livre-se, A Grande Máquina (em montagem) e Hospital-Bazar. É ex-presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Guaíba, membro do Colegiado Setorial de Circo do Rio Grande do Sul e colunista no jornal Repórter Guaibense. 

Serviço

O ator global estará na PUCRS no dia 15 de abril 

Foto: Divulgação

No dia 15 de abril, segunda-feira, às 19h15, a série Ato Criativo apresenta um bate-papo com o ator Fúlvio Stefanini. A conversa acontece no auditório do prédio 9, com mediação do diretor do Instituto de Cultura, Ricardo Barberena. As inscrições são gratuitas, com vagas limitadas. Para participar, é necessário realizar inscrição através do link. A presença no encontro confere um certificado de horas complementares de acordo com a carga horária da atividade. 

A série Ato Criativo tem como objetivo aproximar o público de pessoas que criam em diversas áreas da cultura, proporcionando espaços de bate-papo com artistas. Nessa edição, o ator conta sobre sua longa jornada na televisão, no cinema e no teatro, com foco na peça O Pai, que lhe rendeu o Prêmio Shell de Teatro (2017) e o Prêmio Bibi Ferreira (2023).

Sobre o artista 

Fúlvio Stefanini nasceu em São Paulo e é ator há quase 60 anos. Participou do elenco de 57 novelas, entre elas, Gabriela (1975), Chocolate com Pimenta (2003), Alma Gêmea, que lhe rendeu o prêmio APCA de Televisão na categoria de Melhor Ator, e A Grande Família (2012). Atuou em 7 filmes, como Quincas Borba (1984), Cabeça a Prêmio (2008), que lhe rendeu Menção Honrosa na categoria de Melhor Ator do Festival Internacional de Cinema do Rio e Cilada.com (2011). Além disso, atuou em 15 espetáculos teatrais, entre eles, Caixa Dois (1997), que lhe rendeu o prêmio Shell de Teatro na categoria de Melhor Ator, A Grande Volta (2010), que lhe rendeu a indicação na categoria de Melhor Ator no Prêmio Shell de Teatro e O Pai (2012), que lhe rendeu os Prêmios Shell de Teatro (2017) e Bibi Ferreira (2023) na categoria de Melhor Ator. 

Sobre o mediador

Ricardo Barberena é diretor do Instituto de Cultura da PUCRS e Pós-Doutor em Letras (2009) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. É professor da Graduação e da Pós-Graduação em Letras e Escrita Criativa da PUCRS, coordena o Grupo de Pesquisa Limiares Comparatistas e Diásporas Disciplinares: Estudo de Paisagens Identitárias na Contemporaneidade e é membro do Grupo de Estudos em Literatura Brasileira Contemporânea.   

Serviço

As aulas serão ministradas pela artista Maria Williane

Colagem para o livro Topografias da Solidão, de Guilherme Azambuja, publicado pela editora Zouk. / Foto: Maria Williane

Nas quintas-feiras dos dias 11 e 18 de abril, acontece a Oficina de Colagem Analógica no Ateliê PUCRS Cultura, localizado no térreo do prédio 30, na Escola Politécnica do Campus da PUCRS. A atividade é dividida em 2 encontros, que acontecem das 17h às 19h, ministrados pela artista Maria Williane. Para participar, é preciso ter idade mínima de 16 anos. 

A oficina tem como objetivo apresentar a colagem como processo intuitivo de inspiração e potência criativa, entendendo a prática como um caminho de descoberta. Ao longo de dois encontros, serão exploradas técnicas de composição, com estudos de cor e harmonia entre materiais e imagens. Além disso, serão oferecidos exercícios de criação, estimulando a produção de colagens autorais por parte de cada participante.  

As inscrições são gratuitas, com vagas limitadas. Para participar, é necessário realizar inscrição através do link. A presença nas duas aulas confere um certificado de horas complementares de acordo com a carga horária da atividade. A tolerância de atraso para os encontros é de até 10 minutos

Confira o e-mail cadastrado no sistema de inscrição, pois ele será utilizado para comunicados oficiais da atividade (confirmação de matrícula, envio de certificado etc.).

Sobre a ministrante 

Maria Williane é artista pernambucana radicada em Porto Alegre. Trabalha com linguagem, sobretudo escrita e visual, e é licenciada em Letras pela UFRPE, além de graduada e mestra em Escrita Criativa pela PUCRS. Já realizou algumas publicações como escritora e trabalha no mercado editorial como designer gráfica na criação de capas, ilustrações, diagramação e direção de arte. Para mais informações sobre a artista, clique aqui e acesse o portfólio online disponível em seu site.  

Serviço 

As oficinas serão ministradas pelo professor Thomas Cassol

De 9 de abril até 28 de maio, nas terças-feiras, acontece a Oficina de Teoria e Percepção Musical I no Ateliê PUCRS Cultura, localizado no térreo do prédio 30, na Escola Politécnica do Campus da PUCRS. A atividade é dividida em 8 encontros presenciais, das 17h às 18h, ministrados pelo professor Thomas Cassol. Para participar, é preciso ter idade mínima de 16 anos. 

Ao longo das aulas, serão abordados conceitos básicos sobre teoria e percepção musical, como notas musicais e origem dos nomes; intervalos maiores, menores e justos; escala maior; construção de acordes maiores e menores; exercícios de percepção intervalar e escuta de repertório histórico. É necessário trazer caderno e caneta para as aulas. 

As inscrições são gratuitas, com vagas limitadas. Para participar, é necessário realizar inscrição através do link. A frequência mínima em 75% dos encontros confere um certificado de horas complementares de acordo com a carga horária da atividade. A tolerância de atraso para os encontros é de até 10 minutos

Confira o e-mail cadastrado no sistema de inscrição, pois ele será utilizado para comunicados oficiais da atividade (confirmação de matrícula, envio de certificado etc.).

INSCREVA-SE AQUI

O Ateliê PUCRS Cultura, construído em parceria com a Escola Politécnica, é um espaço voltado para a criação artística e para a divulgação cultural no Campus da PUCRS. Você pode conferir a programação completa dos cursos e oficinas clicando aqui. 

Sobre o ministrante 

Thomas Cassol é multi-instrumentista: estuda mais de doze instrumentos. Começou a tocar violão com oito anos e, ao longo do tempo, outros instrumentos foram entrando na história. Já participou de alguns grupos e bandas e, hoje em dia, atua como professor de música e produtor musical. Cursa bacharelado em música na UFRGS. 

Serviço 

As oficinas acontecem de 9 de abril até 7 de maio

De 09 de abril a 07 de maio, nas terças-feiras, das 17h30 às 19h, a PUCRS Cultura promove a oficina Os 5 sentidos culturais da comida, realizada por estudantes e professores do curso de Gastronomia, viabilizado por meio do Edital Cultura no Campus. A atividade acontece no espaço físico do Auditório Pedagógico Cozinha Show, localizado no prédio 41 do Campus da PUCRS. Para participar, é preciso ter idade mínima de 16 anos. 

Proposta pelos alunos Bruno Battisti, Everton Paz, Heloísa Pires, Maria Helena da Rosa, Nathalia Valandro e Sofia Golbert, a oficina é dividida em 5 encontros presenciais que exploram a intersecção entre a culinária e os cinco sentidos, através de uma perspectiva cultural. Cada encontro é separado em uma parte teórica e outra prática, incluindo degustação dos pratos que serão preparados.  

Confira a programação completa: 

09/04 – Terça-feira – Sentir: Comidas que evocam memórias, com Maria Helena da Rosa 

Com foco no Comfort Food, o encontro reflete sobre como o alimento transcende a função nutritiva, expressando culturas, histórias e memórias pessoais. Pratos: Bolo de chocolate, café e pizza caseira surpresa. 

16/04 – Terça-feira – Ver: A cozinha do cinema, com Everton da Silva Paz 

Com foco em composição de cena com alimentos, explorando os fundamentos do storytelling, o encontro estuda como a apresentação de um prato influencia nas narrativas audiovisuais. A atividade conta com a participação das convidadas Gabriela Natally e Larissa Damaceno, formadas em Produção Audiovisual. Pratos: Cerveja amanteigada (inspirada em Harry Potter), torta de maçã (inspirada em Branca de Neve) sanduíche de frango do Geralt (inspirada em The Witcher) e garras de Velociraptor (inspiradas em Jurassic Park). 

23/04 – Terça-feira – Pensar: Imersão na tradição gaúcha, com Heloísa Bertotti Pires e Sofia Eggert Golbert 

Com foco na identidade regional do estado, o encontro investiga as práticas alimentares do Rio Grande do Sul e sua evolução durante a história, assim como as diferentes influências que formaram o paladar gaúcho. Prato: Carreteiro de Charque. 

30/04 – Terça-feira – Ouvir: A canção das panelas e do cozinheiro, com Bruno Joner Battisti 

Com foco na intersecção entre música e culinária, o encontro reflete sobre como a experiência musical pode afetar a prática de preparo e degustação de um alimento. Além disso, explora os sons que ouvimos na cozinha como uma oportunidade de fazer música. Pratos: Coxinha de frango e Canapé 

07/05 – Terça-feira – Degustar: Explorando sabores de uma boa comida, com Nathalia Valandro 

Com foco em experienciar os sabores diversos que podem surgir de uma receita, o encontro explora os princípios da harmonização entre sabores e texturas, além da conexão entre o paladar e as tradições culturais. Pratos: Diferentes ingredientes brasileiros surpresa que estimulem os cinco sabores primários. 

As inscrições são gratuitas, com vagas limitadas. Para participar, é necessário realizar inscrição através do linkA frequência mínima em 75% dos encontros confere um certificado de horas complementares de acordo com a carga horária da atividade. A tolerância de atraso para os encontros é de até 10 minutos. 

Confira o e-mail cadastrado no sistema de inscrição, pois ele será utilizado para comunicados oficiais da atividade (confirmação de matrícula, envio de certificado etc.). 

Sobre os ministrantes

Bruno Battisti é formando de Gastronomia. Estuda música e é apaixonado por artes. 

Everton Paz é graduado em farmácia e estudante dos cursos de Ciências Biológicas e Gastronomia na PUCRS. Trabalha com a produção de conteúdos audiovisuais de gastronomia e cultura nerd para o YouTube no canal Taverna do DinoChef

Heloísa Pires é ex-cientista social, graduanda em Gastronomia e entusiasta de feirinhas ecológicas. 

Maria Helena da Rosa é graduanda em Gastronomia pela PUCRS e encontrou sua verdadeira paixão na confeitaria e panificação. Através de seus estudos, busca harmonizar o sabor e a saúde. 

Nathalia Valandro é graduanda em Gastronomia. Ama a cozinha e vê no alimento o talento que vai além de alimentar. Concentra seus estudos nos diferentes tipos de alimentos, suas técnicas de preparo e na relação entre o comensal e o alimento a ser consumido. 

Sofia Golbert é formada em História e graduanda de Nutrição. Também é uma curiosa da cozinha. 

Gabriela Nataly é formada em Tecnologia em Produção Multimídia pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul e estudante de Jornalismo pela Faculdade Estácio de Sá. Recebeu diversos prêmios no campo audiovisual, além de apresentar experiência com direção, direção de arte, produção e roteiro. Atua como cinegrafista, diretora de projetos e fotógrafa no canal Taverna do DinoChef. 

Larissa Damacena é formada em Tecnologia em Produção Multimídia pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul. Atua como cinegrafista, decupagem e fotógrafa no canal de gastronomia e cultura nerd Taverna do DinoChef. 

Serviço 

Evento será conduzido pelo professor Draiton de Souza, decano da Escola de Humanidades da PUCRS, e pelo líder do Projeto de Meditação, Malone Rodrigues

No dia 13 de abril, acontece o retiro de meditação do primeiro semestre, intitulado O ser humano Finito e a sede de infinito, promovido pela Pastoral da PUCRS. O evento, que acontece das 13h30 às 18h, é uma oportunidade para os participantes se aprofundarem em reflexões sobre a natureza finita do ser humano e sua busca incessante por infinitude. 

O retiro será conduzido pelo professor Draiton de Souza, decano da Escola de Humanidades da PUCRS, e pelo líder do Projeto de Meditação, Malone Rodrigues. O formato presencial proporcionará um ambiente ideal para imersão, introspecção e conexão consigo mesmo e com os outros. Durante o evento, os participantes serão convidados a mergulhar em momentos de silêncio e meditação, além de desfrutar de reflexões enriquecedoras sobre a jornada espiritual. Os temas abordados tocarão áreas fundamentais da existência humana, promovendo uma profunda autodescoberta. 

As inscrições para este retiro já estão abertas, com vagas limitadas. O valor de investimento é de R$ 20 para membros da comunidade PUCRS e R$ 50 para o público externo. 

Serviço: 

Inscreva-se